Onde comer schnitzel em Viena: duas dicas incríveis

Quer provar um autêntico e delicioso Wiener Schnitzel (Schnitzel ou escalope vienense)? Conheça dois dos melhores restaurantes de Schnitzel em Viena, o Figlmuller especializado em schnitzels de carne de porco e o Plachuttas, especializado em schnitzels de carne de vitelo. Duas pedidas excelentes pra quem quer comer maravilhosamente bem. Vem comigo?

Logo que confirmei minha ida para Viena, minha amiga Rebecca (uma austríaca mega gente boa e que adora comer bem) me escreveu dizendo que ela se encarregaria de escolher e reservar os restaurantes. Ótimo, pensei, ela vai me levar para lugares deliciosos e hiper locais. E sim, eu estava certa em relação ao “lugares deliciosos” mas completamente enganada sobre o “hiper locais”.

Para minha surpresa alguns dos melhores restaurantes de Viena são também os mais turísticos da cidade, como é o caso do Figlmuller uma casa super tradicional e especializada em schnitzels que está em todos os guias de viagem. A casa é HIPER disputada e exige que as reservas sejam feitas com uma certa antecedência. Durante a minha estadia, também visitamos o Plachutta, um restaurante que uns dez amigos diferentes me recomendaram. Nesse post divido com vocês um pouquinho da experiência nesses dois restaurantes.

Mas antes de mais nada, uma dica BEM importante:

Reserve com antecedência:

Seja Figlmuller, Plachutta ou qualquer outro restaurante tradicional em Viena, reserve com antecedência. Viena é uma cidade bem turística, que vive cheia mesmo em baixa temporada, e cujos restaurantes mais gostosos são disputados por locais e por gringos. Sem reserva você dificilmente conseguirá visitar estes lugares.

Figlmuller: o Schnitzel  mais tradicional em Viena

Desde 1905 diz a plaquinha tímida na frente de uma das unidades do Figlmuller. São duas unidades no centrinho de Viena, ambas vivem lotadas e só trabalham com reservas. Para garantir nosso lugar, chegamos na hora e ainda assim, escutamos que teríamos que esperar – e do lado de fora – a casa estava cheia e aparentemente algumas mesas demoraram mais para comer do que o esperado.

Combinamos com o garçom que esperaríamos do outro lado da rua, dentro de um barzinho hiper fofo tomando um vinho e que ele viria nos buscar assim que a mesa estivesse pronta. (Fazia um frio negativo, e ficamos bem contentes com a gentileza que não é muito comum em um lugar turístico e cheio como esses.)

Schnitzel em Viena
Fachada do Restaurante Figlmuller

Uns 15 minutos depois fomos chamados e recebemos a nossa mesa. Nesse meio tempo deu para ver que muita gente chega lá sem reserva e fica super frustrado com as respostas bem diretas dos garçons: “Até o final de semana que vem, está tudo lotado”. Eles falam sem cerimônia, curto e grosso, o que é meio assustador para o nosso padrão latino, mas que logo você se acostuma. É o jeito austríaco de ser, e isso não dá para mudar.

Para comer pedimos os tradicionais Schnitzels da casa e uma bela salada de batatas para acompanhar. Enquanto esperávamos a Rebecca me contou que adora o Figlmuller por que os Schnitzels são gigantescos, ultrafinos e muito crocantes.

Schnitzel em Viena
Rebecca e Wolfi com seus “pequenos” pratos de Schnitzel.

E ela estava certa. Os Schnitzels eram tão gigantes que mal cabiam no prato. Daria fácil para ter dividido comentei, enquanto pensava por onde começar. E meu amigo Wolfi, já com a boca cheia, respondeu: “Dividir? De jeito nenhum! Isso aqui é o melhor café da manhã do mundo. O que sobrar a gente leva para casa, e se quiser come até frio”. Pode ficar com meu pedaço – falei – enquanto dava risada pensando que o Schnitzel frio é a versão austríaca da pizza que comemos no café da manhã do Brasil.

O Schnitzel estava melhor que as expectativas, carne de porco – que eu adoro – ultra macia, e com casquinha crocante. Perfeito para combinar com a saladinha de batatas. Comi feliz!

Repare que a minha porção (foto abaixo) é menor que a deles. É que eu pedi somente meia. E mesmo assim não consegui terminar. Rs

Restaurante Figlmuller: Schnitzel em Viena
Schnitzel do Figlmuller em Viena

E para acompanhar uma salada MARAVILHOSA de folhas e batatas.

Schnitzel em Viena
Salada de batatas

Curiosidade: comida para levar

E como não aguentamos toda a comida, recebemos papeis alumínio para embrulharmos e levarmos os schintzels para casa. Curioso, não?! E sim, o Wolfi comeu o que sobrou e café da manhã.

Quanto custa comer Schnitzel  no Figlmuller?

Nossa conta com 2 schnitzels e meio + acompanhamentos + bebidas saiu 60.60 Euros. 20 para cada. Na Austria a gorjeta é opcional e deixa-se somente uns quebrados, no máximo 10%.

Eu achei um preço justo, especialmente porque é um lugar ultra turístico.

Como chegar?

Endereço: Wollzeile 5

Plachutta: Schnitzels de vitelo incrivelmente macios

O segundo Schnitzel da viagem foi devorado no restaurante Plachuttas Gasthaus our Oper (unidade do Plachutta próxima a Ópera de Viena). Confesso que não tinha gostado muito da ideia de comer schnitzel duas vezes em tão poucos dias, mas que mudei de ideia logo após a primeira mordida.

Schnitzel em Viena
Fachada do Plachutta

O ambiente do Plachutta é mais moderno e mais formal que o Figlmuller, o menu é mais extenso e tem muitas opções gostosas além do schnitzel, que é o carro chefe da casa. O schnitzel do Plachutta é feito com carne de vitelo e é ULTRA macio.

Schnitzel em Viena: Plachutta
Ambiente do Plachutta
Schnitzel em Viena: Plachutta
Nossos Schnitzels

O Schnitzel do Plachutta já vem acompanhado de salada de batatas e é servido em duas metades. (Cá entre nós, uma só metade já mais do que bastava para minha fome ;). A salada de batatas não é tão gostosa quando a do Figlmuller, mas é bem boa.

Autêntico Schnitzel vienense
Autêntico Schnitzel vienense do Plachutta
Schnitzel em Viena: Plachutta
Salada de batatas

A Rebecca não aguentou a nossa maratona do schnitzel e pediu um ensopado de carne austríaco BEM tradicional chamado Tafelspitz. Gostei do prato e fiquei feliz dela ter pedido algo diferente.

Schnitzel em Viena: Plachutta

Quanto custa comer Schnitzel no Plachutta?

O Plachutta é ligeiramente mais caro que o Figlmuller. A conta para três pessoas (2 schnitzel + 1 Tafelspitz + bebidas) custou 79,20 Euros.

Como chegar?

Endereço: Walfischgasse 5

Figlmuller ou Plachutta, qual escolher?

Difícil, viu? Tão difícil que fiz essa mesma pergunta para o Wolfi e para a Rebecca e não conseguimos chegar numa conclusão. A Rebecca ama o schnitzel do Figlmuller, e o Wolfi diz que prefere a maciez do Plachuttas. Talvez o jeito mais fácil de escolher seja ponderar entre a carne de porco, ou de vitelo, pense em qual você gosta mais e escolha assim. 🙂

Por último mas não menos importante: contrate um seguro viagem!

Além de obrigatório para quem viaja para a Europa, o seguro viagem é seu melhor amigo caso algo não saia como o previsto. Imprevistos acontecem, mas com a contratação de um bom seguro viagem você estará coberto caso precise usar.

Recomendamos e usamos a Seguros Promo, que funciona como um comparador de seguros, apresentando uma listagem com o que há de melhor no mercado em temos de apólices e aí é só escolher o melhor custo x benefício.

Clicando aqui e inserindo nosso cupom IDEIASNAMALA5 você ganha 5% de desconto na compra do seu seguro viagem.

E aí, curtiu as dicas de onde comer schnitzel em Viena?

Alguém aí já visitou o Plachuttas ou o Figlmuller e quer dividir a opinião com a gente?

Guarde esta dica no Pinterest!

Onde comer schnitzel em Viena


Viaje sem stress

✅ Reserve seu hotel em Viena
Faça seu seguro de viagens


Veja também:

E para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!

A Mari visitou o Plachutta a convite do escritório de turismo de Viena.

Planeje sua viagem

Comentários (3)

[…] de decidir, li o relato da Mari sobre a diferença dos dois restaurantes, e usei o tipo da carne como critério para minha escolha. Segundo ela, os dois tem schnitzel […]

Deixe o seu comentário