One World Observatory, a melhor vista de Nova York

10
Vista do One World Observatory

O  One World Observatory é o prédio mais alto de Nova York, e o observátorio mais sensacional da cidade. Além de vistas incríveis de Manhattan e da baía de NY, a visita é um show de efeitos visuais, e sonoros surpreendentes. Nesse post, divido com vocês todos os detalhes da experiência, e muitas informações práticas para você organizar seu passeio. Vem comigo?

One World Observatory, a melhor vista de Nova York

541 metros de altura (incluindo a antena) e muita elegância, o novo One World Trade Center, um prédio azul espelhado que parece mudar de forma dependendo do ângulo que você estiver, é um novo marco na arquitetura da cidade, e um novo parâmetro para o que todos os observatórios do mundo deveriam oferecer. #AréguaSubiu

One World Trade Center

One World Trade Center de baixo para cima: um gigante!

[Clique no item para ir direto ao ponto, ou se preferir, leia o post todo]

Como é a visita ao One Observatory em Nova York?

O local ocupado pelas antigas torres gêmeas do WTC (as Twin Towers), deu espaço a um memorial maravilhoso, e a quatro novas torres. A mais alta delas, a One World Trade Center foi originalmente batizada como Freedom Tower, mas como o nome é uma alusão eterna a queda das torres antigas, a torre azulada foi rebatizada como One World Trade Center, um prédio para lá de moderno, e que impressiona desde os primeiros minutos.

One World Trade Center

Fachada do One World Observatory

A entrada para o observatório, fica na lateral do prédio próximo a intersecção das ruas West e Vesey, e para chegar lá você provavelmente passará pela fonte Norte do memorial de 9/11, a fonte foi construída no local exato das bases das torres que caíram e é imensa. Curiosamente a base quadrada da nova torre tem o mesmo tamanho da base das torres antigas, hoje convertidas em fontes.

Entramos no prédio, e descemos as escadas rumo a entrada do observatório onde está o Global Welcome Center.

Global Welcome Center: a porta de entrada do One Observatory

Entrada do Observatório One World

Entrada do Observatório

Após um combo Nova Yorkino básico de Raio X + detector de metais, chegamos ao Global Welcome Center, uma tela gigante que saluda os visitantes em diversas línguas, e contabiliza em tempo real, a cidade/país de origem de cada visitante.

Global Welcome - One World

Tela que mostra detalhes dos visitantes em tempo real

[Os ingressos tem hora marcada, e indicam o local de origem de cada pessoa, assim, a medida com que os visitantes vão entrando, os números vão sendo atualizados. A tela também mostra o número total de visitas naquela semana e desde que o prédio foi inaugurado. Bem legal!]

Voices & Fundações do prédio

A próxima atração é um video de poucos minutos que conta a história do prédio, nas vozes e versões das pessoas que o construíram, uma homenagem bacana a todos aqueles que participaram do processo. E falando em processo, a fila rumo ao elevador continua passando por um pedacinho das fundações do prédio, rocha pura! Os engenheiros de plantão vão curtir essa passagem.

O elevador mais legal de todos os tempos

Chegou a hora de subir no prédio, e a subida, não poderia ser mais sensacional. O Elevador faz uma viagem pela história de Nova York e em 60 segundos mostra como a cidade evoluiu em imagens de altíssima definição e como num piscar de olhos, você chegará ao 102 andar do One World Trade Center. Tentei fazer um vídeo da experiência, como é meu primeiro vídeo, ficou meia boca, mas acho que ainda sim vale postar.

E aí, deu para sentir que legal que é o elevador? Eu amei de paixão!

See Forever Theater: Seja bem vindo a Nova York

Saindo do elevador, fomos dirigidos a um pequeno auditório com um vídeo de 2 minutos sobre a cidade de Nova York, a tela se move, e mescla as imagens de forma impressionante, é impossível não se encantar com as imagens vibrantes e super dinâmicas da cidade, o video consegue ser tão sensacional quanto o elevador e termina com uma grande surpresa. (YEP, não vou contar tudo não para não estragar a brincadeira!)

See Forever no One World

Uma das telas do See Forever

O observatório: vistas incríveis de Nova York

Chegamos a parte mais esperada da visita, e depois desse show todo de luzes e sons, minhas expectativas estavam lá no alto. E não é que o observatório entrega? As visitas 360 graus do Rio Hudson, da Baía de Nova York, da Estátua da Liberdade e do famoso Sky Line de Manhattan fazem a visita ao One World observatory realmente valer a pena. Quer ver?

Vista do One World Observatory

Estátua da Liberdade e baía de Nova York

Vista do One World Observatory

Zoom Caprichado na estátua da Liberdade!

Vista do One World Observatory

Distrito Financeiro de Manhattan com pedacinho da baía

Vista do One World Observatory

Ponte do Brooklyn e ponte de Williamsburg

Vista do One World Observatory

Empire State Building, Chrysler Building, Rockefeller Center e muitos outros

Quer saber detalhes sobre cada prédio?

E para quem quer realmente saber o que é o que, e de quebra aprender um pouco sobre a história dos prédios, o One World oferece o aluguel de Ipads com um programa que te ajudará identificar cada coisa no mínimo dos detalhes. Bem legal para quem tem bastante tempo, ou é bem curioso. Ainda não tem iPad em português, mas sei que muita gente aí se vira super bem com espanhol! #Ficaadica

O aluguel do Ipad custa $15,00, e pode ser feito na hora ou com antecedência. Veja nesse vídeo como a experiência funciona.

One World - Nova York

Demonstração de como funcionam os Ipads

Para quem já conhece bem a cidade, basta olhar e identificar!

Sky Portal: Manhattan a seus pés

Outro detalhe bacana do One World Observatory é o Sky Portal, uma plataforma redonda que transmite o movimento dos carros na cidade em tempo real. Basta subir nela para ter Manhattan literalmente a seus pés.

Pisando em Manhattan no alto to World Trade Center

E para quem curte Selfies, taí uma selfie incrível!

Selfie - One World Observatory

City Pulse: dicas incríveis de NY

Além das vistas de Nova York, o observatório tem duas sessões interativas chamadas City Pulse. De tempos em tempos, um concierge bem treinado faz um pequena apresentação super visual da cidade de Nova York. Assisti um apresentação sensacional sobre a gastronomia da cidade com direito a várias dicas de restaurante, e outra apresentação sobre detalhes históricos da cidade. O City Pulse, tem um sistema interativo que reconhece os movimentos do apresentador e muda a cena conforme o tema. Quem entende bem inglês vai adorar as informações!

City Pulse - One World Trade Center

Apresentação com o City Pulse

One World em detalhes

E para quem quer ver mais detalhes da visita, vale a pena conferir este video/apresentação da torre. Está em inglês, mas está super bem feito.

Drinks & Jantar no alto do One World Observatory

Outro diferencial bacana do One World Observatory são os bares e restaurantes (hiper concorridos) no alto do prédio. São três opções diferentes: uma lanchonete, um bar e um restaurante. Para o restaurante, a reserva é indispensável. [E sim, além do valor da conta, você terá que pagar o ticket de entrada do observatório.]

One Café: para comer algo rápido

O One Café é uma lanchonete despojada que serve comidinhas rápidas (croissants, muffins, sanduíches e saladas). Uma opção prática para matar a fome. As mesas são  daquelas altonas e sem cadeiras, a ideia é comer algo rápido e partir para as vistas.

One Café no One Worlds Observatory

One Café

One Café no One Worlds Observatory

Mesinhas do One Café

One Mix: Drinks com vista para a cidade

O One Mix é bar do One World Observatory, um lugar para beber um drink caprichado, uma tacinha de vinho ou porque não um champagne com vistas maravilhosas da cidade de Nova York? O bar tem um menu com queijos e porçõezinhas para acompanhar a bebedeira! O bar fica especialmente animado durante a noite, quando a cidade ilumina o ambiente. O bar é aberto e não aceita reservas.

One Mix no One World Observatory

Bar do One Mix

One Mix no One World Observatory

Bar One Mix -Mesas

One Dine: Um jantar caprichado

E para quem quer transformar a visita num encontro romântico, comemorar uma ocasião especial ou simplesmente jantar no alto da torre mais alta de Nova York, a pedida é o One Dine, um restaurante um pouquinho mais formal, e com um menú bem diverso. Não experimentei a comida, mas fiquei curiosa!

One Dine no One World Observatory

One Dine

A lojinha do One World Observatory

E como toda a atração Norte Americana que se preze, o One World tem uma lojinha BEM completa e com todo o tipo de lembrancinha que se possa sonhar. Pena, que em tempos de dólar no espaço, os preços ficam um pouco salgados para o bolso brasileiro.

Lojinha - One World Observatory

Vale a pena visitar o One World Observatory?

MUITO! Adorei as visitas da cidade, e toda a experiência tecnologia que me envolveu desde o comecinho da visita. Fiquei encantada com o elevador, vibrei de alegria com o “See Forever” e curti cada pedacinho dos 360 graus do observatório. Já subi em torres por todo o mundo, e nunca tive uma experiência tão sensacional como essa. Eu se fosse você, incluiria o observatório no seu roteiro, sem pensar!

Vista do One World Observatory

Vista do One World Observatory

One World Observatory x Top of Rock (Rockefeller Center)

Como vocês já perceberam, o One Observatory é meu queridinho e minha recomendação número 1 para quem visita Nova York, mas o Top of The Rock tem três pontos positivos que preciso mencionar: (a) está incluso no NY City Pass, (b) Vista fenomenal do Central Park, (c) Varanda ao ar livre super descontraída.

Para quem pretende comprar o City Pass, não acho que valha a pena incluir o One World, já que as vistas do Top of The Rock também são muito lindas e é besteira perder tempo em dois prédios diferentes. Em todos os outros casos, eu ficaria com o One World.

One World Observatory x Empire State Building

O Empire State, apesar de ser lindo visto de longe, é o observatório mais sem graça de Nova York, as grades de proteção, detonam a vista, as filas são grandes e chatas (quem tem City Pass fura a fila) e a grande desvantagem de subir nele é não ver o próprio. Mas vale falar que além de estar incluso no City Pass, o Empire State tem a melhor vista do Chrysler Building que é um dos prédios mais lindos de Nova York, e te dá o benefício de poder subir no prédio duas vezes num mesmo dia (uma de dia e outra a noite) com o mesmo ingresso. De qualquer forma, o Empire State é a minha última opção em todos os casos.

Informações práticas

Horário de funcionamento

Aberto todos os dias da semana das 9:00 às 20:00.

Qual a melhor hora para visitar?

Veja o horário do pôr do sol, e compre seu ingresso para um pouco antes. Dessa forma você conseguirá ver a cidade tanto de dia  quanto de noite, e se der sorte, verá um pôr do sol caprichado.

Quanto Custa?

Standard – Ingresso Comum: O ingresso comum – com hora exata marcada- custa $32,00 para adultos, $30 para maiores de 60 anos e $26 para jovens de 6 a 12 anos.

Os outros tipos de ingresso custam mais caros, e te dão flexibilidade de entrar qualquer hora num dia pré escolhido (Day Flex), Furar a fila (Priority), Visitar qualquer dia durante a semana e em qualquer horário (Weekday Flex), Visitar durante o final de semana em qualquer horário (Weekend Flex) e entrada após as 4 PM para ver o pôr do sol.

One World Observatory - Tickets

Print Screen do site

Quanto tempo demora?

A visita (sem considerar a filinha básica na subida) leva pouco mais de um hora. Claro que quem quiser curtir a cidade com calma, tomar um drink ou curtir um pôr do sol, ficará lá em cima por muito mais tempo.

Como Chegar?

  • Endereço: 1 World Financial Center 
  • Metrôs: Chamber St. (linhas 1,2,3,A ou C) Cortland St (linhas N e R)

Com o que combinar?

Combine seu passeio pelo One World Observatory com o memorial de 9/11 (uma experiência MUITO profunda e interessante). Aproveite o dia para conhecer o Distrito Financeiro passando pela Wall Street (bolsa de Ny e Federal Hall), pelo enorme touro dourado, Charging Bull (simbolo do distrito financeiro),as igrejas St. Pauls e Trinity. Outro passeio bacana alí do lado é a Estátua da Liberdade.

One World Trade Center - Nova York

One World Trade Center vista do Battery Park

Compra de ingressos com antecedência

E como toda a novidade o One World Obsevatory é super concorrido. Aos finais de semana, e durante a alta temporada (Junho, Julho, Agosto e feriados prolongados) compre seus ingressos com antecedência. [Sim, ingresso com hora marcada é chato para caramba, mas chato de verdade é amargar na fila ;).  Você pode comprar o ingresso online pelo próprio site do One Observatory.

Site One World

Clique em comprar bilhetes e em seguida escolha seu tipo de ingresso, a data e hora desejada e aperte o botão verde até que a tela de pagamento apareça. Pronto! Agora é só preencher os dados do seu cartão e imprimir o bilhete!


E aí, curtiu a dica?

Alguém aí já visitou o observatório e quer contar para nós o que achou?


E para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na mala, siga nosso Instagram

A Mari fez o passeio a convite do One World Observstory

 

Vista

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

10 comments

  1. Carlos 27 junho, 2017 at 15:32 Responder

    Ótima matéria… Eu e minha família vamos a NY em setembro e quero comprar os tickets antes. Entrei no site e vi que tem visitação noturna. Após as 20h. Vc sabe se compensa? Parabéns pelo blog

  2. Patricia 1 fevereiro, 2017 at 13:16 Responder

    Que dica legal! Obrigada por compartilhar a experiência de forma tão completa.
    Me parece que é bem parecido com a estrutura do Burj Khalifa em Dubai.

  3. Vanessa Iraty 12 setembro, 2016 at 15:18 Responder

    que dica maravilhosa, Mari! Já fui ao Top Of the Rock e na época, o OTC ia ser ‘inaugurado’ um dia após a nossa volta. Dessa vez ele não escapa!

    Super beijo!

    • mari vidigal 29 setembro, 2015 at 04:11 Responder

      Oi Larissa,
      Obrigada pela visita.
      Eu fiquei encantada com as vistas e com toda a experiência, acho que você vai gostar.
      A única pena é não ter aquele vistão do Central Park que só o Rockefeller Center tem.

      Beijos

Post a new comment

Veja também