Cu Chi – os túneis da guerra do Vietnã

5
Tuneis Cu Chi - Vietnã

Uma das experiências mais interessantes de Ho Chi Minh, são os túneis de Cu Chi no Vietnã. Uma viagem pela guerra do Vietnã e de todas as técnicas usadas para vencer os americanos. Durante a visita pudemos brincar de entrar e sair dos buracos e túneis camuflados, ver bonecos uniformizados de vietnamitas e entender um pouco como eles viviam e o que comiam. Uma experiência completamente surreal e diferente de tudo o que eu já havia visto na vida. Vem comigo?

Visitando Cu Chi, os túneis da guerra do Vietnã

Um pouquinho de história

Os túneis de Cu Chi, são parte de uma antiga rede túneis construídas alguns anos antes da guerra do Vietnã. Eram mais de 100 km de túneis, um verdadeiro labirinto subterrâneo escuro e apertado que continha hospitais, quartéis generais e armazéns para comida e munição. Os túneis, aliados a uma série de armadilhas engenhosas espalhadas pela floresta, foram a principal arma do Vietcongs (guerrilheiros Vietnamitas) contra o exército americano que tentou inundar e explodir os túneis e não obteve sucesso.

Parte dos túneis foi preservada em dois memoriais diferentes Ben Dinh e Ben Duoc que hoje recebem mais de um milhão de visitantes (vietnamitas & estrangeiros) por ano. Um super interessante, e um dos melhores museus de guerra que já visitei.

Vietnã

Chegada em Cu Chi – olha só a quantidade de bandeirinhas vermelhas!

O que fazer em Cu Chi?

Filme introdutório

Um filme curto (de qualidade bastante duvidosa e uma dose alta de propaganda comunista) fez uma introdução dos túneis de Cu Chi, e da visita que faríamos a seguir. Em seguida nosso guia nos explicou um pouquinho sobre o túneis, e sua estrutura labirítinca. Como eles faziam para ter acesso ao lençol freático, e como fizeram para fechar parte do túnel e devolver água para terra quando o túnel foi inundado. Mais baixos e mais ágeis que os americanos, os vietnamitas conseguiam entrar e se deslocar de forma relativamente rápida em espaços bem limitados. Muito impressionante.

Tuneis Cu Chi - Vietnã

Cobertura dos túneis em Cu Chi – Foi numa dessas que assistimos o filme

Ver de perto a floresta e como viviam os Vietcongues

Dali seguimos para a primeira demonstração prática, onde pudemos ver de perto – e entrar – num dos buracos usados como esconderijo pelos Vietcongs.

Tuneis Cu Chi - Vietnã

Exemplo de entrada de túnel

Tuneis Cu Chi - Vietnã

Túnel secreto, olha só como fica bem escondido

Os túneis era apertadíssimos, e escuros. Incrível imaginar que os vietnamitas passaram dias lá dentro, e no auge da guerra, só saiam durante a noite para caçar comida e preparar novas armadilhas. Durante a visita aprendemos que a segunda maior causa de mortos na guerra foi a malária e que 100% dos habitantes dos túneis tinham lombrigas ou vermes no estômago. Os suprimentos de água e comida eram extremamente limitados, e isso sem falar do calor.

Também vimos alguns bonecos vestidos com uniforme de guerrilheiro aproveitando os momentos fora do túnel.

Cu Chi - Vietnã

Vietcongues – os soldados vietnamitas

Conhecer as armadilhas anti-soldados americanos

Em seguida vimos de perto o funcionamento de algumas armadilhas comuns durante a guerra, uma coleção de traquitanas e buracos disfarçados cujas pontas nada modestas eram capazes de perfurar pedaços generosos de carne humana. E pra piorar a vida do infeliz que caiu no buraco espinhudo e não morreu, as pontas eram envenenadas.

Armadilhas em Cu Chi - Vietnã

Armadilhas usadas na guerra do Vietnã

Armadilhas em Cu Chi - Vietnã

Armadilhas usadas na guerra do Vietnã

Armadilhas - Cu Chi

Ilustração de uma das armadilhas

O guia nos explicou o funcionamento das armadilhas, com cara de moleque malandro e com sorriso no rosto. Eu morri de dor alheia só de imaginar alguém caindo/esbarrando num treco desses, mas não dá para negar que os Vietcongs eram criativos, viu?

Reciclagem de armas

Outro processo bem perigoso e curioso era a reciclagem de pedaços de bombas que não explodiram e de parte de armas americanas. As bombas era desmontadas com cuidado – muitas delas explodiam durante o desmonte causando uma desgraça geral – e transformadas em outras armas, ou objetos cortantes que seriam envenenados. Depois de explicar o processo, o guia colocou a pequena “fábrica” em funcionamento para exemplificar de forma mecânica o trabalho de desmontar bombas e montar armas.

Desmontando bombas para reciclar

Desmontando bombas para reciclar

Bombas da guerra do Vietnã

Bombas da guerra do Vietnã – Um pouco do que sobrou

Relíquias da guerra

E falando em restos de guerra, vimos um tanque americano que milagrosamente escapou de ser desmontado e hoje serve de relíquia de guerra, e buracos deixados por bombas americanas. A natureza já voltou a tomar conta do espaço, mas a destruição continua evidente.

Cu Chi - Vietnã

Tanque americano usado na guerra do Vietnã

Entrar nos túneis

E por fim uma das partes mais incríveis da experiência: pudemos entrar e caminhar uns 80-100 metros por baixo da terra e dentro dos túneis. Quem é claustrofóbico, grande ou sofre com a falta de espaço, deve evitar a experiência. O túnel foi pequeno para mim que não sou das mais altas. O Vietnamitazinho que nos guiou nesse pedaço era tão ágil que foi duro acompanhar. Muita gente do grupo saiu na primeira possibilidade depois de uns 20 metros debaixo da terra. E não foi fácil não, viu?! O túnel foi alargado para comportar mais gente, ou seja, durante a guerra era mais estreito e mais apertado. Deus que me livre!

Tuneis Cu Chi - Vietnã

Entrando nos túneis de Cu Chi

E quer saber? Viver nesse lugar não é pra qualquer um não, eu não ia durar muito.

Alguém ai entrou no túnel e quer compartilhar com a gente o que achou? Ouvi várias opiniões diferentes e adoraria ouvir a sua.

Atirar com armas da guerra do Vietnã

E pra fechar, quem quiser pode comprar munição e atirar em alvos com armas que eram usadas durante a guerra. Você poderá escolher entre a AK-47, arma comum entre os Vietcongs, metralhadora M-16, ou a arma americana (que não consegui descobrir qual é). Como o barulho era ensurdecedor, e esse negócio de tiro não é comigo, passei batido e saí de perto o mais rápido que pude.

Armas da guerra do Vietnã

Armas da guerra do Vietnã

Cu Chi - Vietnã

Paredão para quem quer atirar com armas usadas durante a guerra

Como Chegar?

Cu Chi fica há cerca de 40 Km de Ho Chi Mich, e a forma mais conveniente de chegar lá é contratando um tour privado ($55 com o Viator) ou um tour coletivo ($12 – $20). Fiz um tour coletivo de dia inteiro que combinava os túneis Cu Chi com o templo Cao Dai. Contratei o tour com a agência do meu hostel (nome impronunciável) e gostei bastante. Esse é o tipo de tour que não tem muito erro, é só procurar um grupo pequeno (eu prefiro van do que ônibus), conferir o itinerário, barganhar preço e ser feliz!

Quanto tempo demora?

O tour que combina Cu Chi Tunels e o templo Cao Dai é um tour de dia inteiro. Para quem quer fazer somente os túneis Cu Chi, o tour leva uma manhã.

Cu Chi - Vietnã

Buraco de bomba em Cu Chi

Vale a pena reservar o tour com antecedência?

Se você quer um tour privado, sim. Mas se você quer um tour coletivo não, reserve na hora e negocie o preço que você conseguirá algo com um preço bem melhor do que na Internet.

Vale a pena combinar o tour de Cu Chi com um passeio pelo Cao Dai Temple?

Sem dúvida. O templo é MUITO interesante, e acompanhar o ritual da religião Cao Dia de perto foi algo bem legal. Adorei e recomendo.

E aí, se animou para visitar os túneis?

Alguém aí  já fez o passeio e quer dividir a experiência com a gente?


Outros blogs que falam sobre Cu Chi :

Túneis de Cu Chi pelo Oscar: um relato mega completo e detalhado


Veja também:

 

 

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

5 comments

Post a new comment

Veja também

Lua de Mel em Cancún

Lua de Mel em Cancún

A Paula e o Rafael passaram a Lua de Mel em Cancún. Foram 10 dias de viagem incluindo muitos passeios bacanas como a Isla Mujeyes, Playa del ...