Sausalito e Angel Island em família

0
Sausalito e Angel Island

Sausalito e Angel Island em família, um roteiro delicioso com muitas paradas especiais em Sausalito e Angel Island. Um post repleto de dicas para quem planeja fazer um passeio parecido!

Sausalito e Angel Island em família

Sabe aquele lugar lindo, pertinho da sua casa que você já foi trocentas vezes mas que adoraria visitar com mais calma? Essa é Sausalito para nós, um cantinho que voltamos sempre que recebemos visita, mas que nunca havíamos visitado a fundo. E foi assim que surgiu a ideia de dormir por lá e conciliar atrações bacanas para toda a família com um hotel que estávamos super curiosos para nos hospedar, o Cavallo Point . Veja nesse post todos os detalhes do nosso final de semana (com direito a muitas dicas para explorar a região!)

Roteiro Resumido:

Dia 1:

  • Atravessando a Golden Gate Bridge
  • Almoço no Salito’s
  • Bay Area Discovery Museum
  • Tour no Cavallo Point
  • Jantar no Murray Circle

Dia 2:

  • Manhã no Cavallo Point
  • Almoço no In n’ out
  • Batery Yates e arredores
  • Angel Island

Nosso hotel:

Ficamos hospedados no Cavallo Point , um hotel histórico localizado no parque nacional e que tem vistas maravilhosas para a Golden Gate Bridge. O Cavalo Point tem dois tipos diferentes de quartos, os quartos históricos construídos nas antigas casas das forças armadas do Forte Baker, e os quartos modernos que foram construídos de forma totalmente verde em harmonia com o forte. Nós ficamos num quarto moderno lindo, espaçoso, confortável e com vistas pra lá de especiais da ponte. Amamos a experiência!

Cavallo Point

Brincando com o baby Tom em nosso quarto

Roteiro detalhado

Era aniversário do Gustavo e para comemorar resolver passar um final de semana especial em Sausalito. A Ideia era curtir a cidade de forma diferente, descobrir novos cantinhos e aproveitar bastante os mimos no nosso hotel, o Cavallo Point.

Atravessando a Golden Gate Bridge

E como toda visita a Sausalito que se preze, nossa viagem começou oficialmente no momento em que cruzamos a Golden Gate. Mesmo depois de 5 anos na Califórnia não conseguimos nos acostumar com a beleza da ponte e as vistas da baía de San Francisco. Seja num dia coberto com névoa ou num dia de céu azul atravessar a ponte me traz sempre memórias lindas e me conecta ao momento que visitamos San Francisco pela primeira vez. Quem diria que 5 anos depois continuaríamos apaixonados pela região e felizes em poder chama-la de casa?

Cruzando a Golden Gate Bridge

Cruzando a Golden Gate Bridge | Foto: Marta Leal

Almoço no Salito’s

Como já era hora do almoço, fomos direto para o Restaurante Salito’s (1200 Bridgeway, Sausalito). Dica da Mary do Hotel California Blog que eu demorei pra visitar. O Salito’s combina duas coisas que eu adoro: Caranguejos gigantes & Prime Rib. Pedimos um prato de Prime Rib, meio carangueijo (o Gu não come, e é um treco que me dá tanto trabalho de abrir e comer que eu não dou conta de comer mais que metade), uma porção de legumes grelhados e o pãozinho da casa.

Salito's

Ambiente do Salito’s em Sausalito

Amamos o ambiente, as vistas da marina de Sausalito, o pão quentíssimo (baby Tom se esbaldou) e os dois pratos. Saímos super satisfeitos e prontos para continuar o passeio.

Restaurante Salito's

Carangueijo gigante no Salito’s

Bay Area Discovery Museum

Nossa próxima parada foi especialmente pensada para o Tonzinho. O Bay Area Discovery Museum (de terça à sexta das 9:00 às 16:00 | aos sábados das 10:00 às 17:00 e aos domingos das 09:00 às 17:00) é um museu repleto de atividades para crianças de todas as idades. Nós passamos mais tempo na ala dos bebês que é fantástica e está repleta de brincadeiras bacanas e super sensoriais como túneis e “passagens secretas”, camas de água e muitos blocos de montar. Baby Tom ficou encantadíssimo com a brincadeira.

Sausalito e Angel Island

Baby Tom e Gu brincando no Bay Area Discovery Museum

Em seguida passeamos pelas áreas do museu onde há parquinhos caprichados, uma área de artes e pintura super bacana, trenzinho, instrumentos musicais e muitas áreas focadas em ensinar divertindo. Tivemos cerca de 2 horas para explorar o museu e acabou sendo pouco tempo; o ideal seriam umas 3 ou 4 horas. Adoramos o passeio e sem dúvida voltaremos em breve!

[Ah, quase esqueço de falar que o museu fica bem de frente para a Golden Gate Bridge e que rende fotos lindas de família.]

Golden Gate Bridge

Foto em família com a Golden Gate ao fundo

Tour no Cavallo Point

Dali seguimos para o nosso hotel, o Cavallo Point que fica no antigo Forte Baker e bem pertinho do museu que havíamos acabado de visitar. O check in for super rápido e logo em seguida saímos para um tour super interessante do hotel com o Brit, que por muitos anos trabalhou como ranger do parque nacional e conhece a região como ninguém. O Brit nos contou vários fatos históricos interessantes, nos mostrou um dos quartos históricos (restaurados de forma primorosa) e nos acompanhou até o nosso quarto que ficava na ala moderna do Cavallo Point.

Cavallo Point

Esse é o Brit que nos guiou em um super tour pelo hotel

Cavallo Point

Tour pela área histórica do Cavallo Point

Depois do tour, colocamos o baby Tom para tirar a soneca da tarde e curtimos um final de tarde relax no quarto (com direito a hora do vinho do hotel). Foi bem gostoso!

Cavallo Point

Quarto moderno do Cavallo Point, detalhe no berço de madeira colocado para o baby Tom

Cavallo Point

Vista do nosso quarto com direito a uma pequena varanda bem gostosa

Veja aqui todos os detalhes da nossa experiência no Cavallo Point

O Tom acordou com um pouco de dor de dente (molares nascendo são um inferno!) e nós corremos para a farmácia (que fica em Sausalito) para comprar uma homeopatia porreta pra ajudar com a dor. Infelizmente, na correria, perdemos o pôr do sol. Por sorte, na chegada ao Cavallo Point ainda deu tempo de ver essa vista linda da Golden Gate (a foto saiu borrada porque foi tirada com o carro em movimento, mas acho ela linda assim mesmo :P)

Sausalito e Angel Island

Entardecer em Sausalito

Sausalito e Angel Island

Entardecer em Sausalito em com o carro em movimento

Jantar no Murray Circle

Jantamos no Murray Circle, o restaurante do Cavallo Point, uma alternativa incrível para quem quer jantar bem e de quebra ter uma vista linda da Golden Gate. Pedimos um peixinho, salada e arrematamos com uma torta de maça deliciosa. Gostamos muito do jantar e da experiência!

Dica da Mari: Na frente o Murray Circle está o Farley Bar, uma alternativa hiper animada e bem descolada para curtir o comecinho da noite em Sausalito. Amamos o balcão comunitário que fica na parte externa do restaurante de frente para a Golden Gate, e confesso que se o baby Tom não estivesse com a gente, teríamos fácilmente trocado o jantar arrumadinho por algo mais descontraído no Farley Bar.

Chegue cedo porque lota!

Cavallo Point

Golden Gate Vista do Murray Circle

Dia 2:

Manhã no Cavallo Point

O dia amanheceu maravilhoso, céu azul sem nenhuma nuvem, típico do outono em San Francisco. Demos um passeio final pelo hotel, experimentamos os folheados deliciosos que são servidos no lobby (o pain au chocolate estava divino!) e continuamos o passeio em direção aos mirantes do Battery Yates que ficam do outro lado da rua do Cavallo Point bem pertinho do Children’s Discovery Museum.

Cavallo Point

Gu e Baby Tom no Cavallo Point

Mirantes da Golden Gate

Saindo do hotel, pegamos a Moore rd. e fomos até seu limite (quase embaixo da Golden Gate Bridge). Para seguir adiante é preciso continuar a pé ou de bike, e como já fizemos o trajeto de bicicleta ficamos bem felizes com a vista do portão. Olha só que vista linda da Golden Gate.

Fort Baker

Fort Baker

Golden Gate Bridge vista do Fort Baker

Moore Road Pier

Continuei a pé até o Pier de pescadores da Moore rd., e adorei a vista: bem de frente e quase embaixo da Golden gate. Que pescadores sortudos por pescar em um cantinho tão lindo.

Sausalito e Angel Island

Vistas do Pier da Moore Road

Horseshoe Bay

Dali pegamos o carro e fomos margeando a costa (esta pequena baía tem nome de Horseshoe – ferradura – e tem o formato semi circular) passando em frente ao Presidio Yatch Club (segundo o Brit, o bar do clube, o Travis Marina é super bacana! Fiquei morrendo de vontade de conhecer) e seguindo até o estacionamento de carros.

Sausalito e Angel Island

Horseshoe Bay em Sausalito

Battery Yates

O Battery Yates é um morrinho onde antigamente havia fortificações militares. A caminhada é curtinha e as vista da Golden Gate e da Bay Bridge são espetaculares. O passeio é bem rápido e vale cada segundo! Lá do alto, dá para tirar uma foto linda do Fort Baker (com o Cavallo Point no fundo).

Fort Baker

E olha só que linda a ponte vista do alto do Battery Yates

Fort Baker

Skyline de San Francisco

Fort Baker

Fort Baker visto do Battery Yates

Almoço no In-N-Out

Nossa próxima parada foi meio improvisada. A ideia era comprar um sanduíche para comer na Angel Island, mas passamos em frente ao In -N-Out (um fast food californiano bem rápido, gostoso e com preços ótimos) e achamos que a alternativa mais rápida seria comer por lá. E foi realmente rápido!

Eu acho a batata frita do In-n-out muito sem vergonha e me recuso a comer, mas o sanduiche é bem gostosinho e incrivelmente barato. Uma boa dica na hora da pressa.

Dali seguimos direto e reto rumo a cidade de Tiburon, de onde saem os ferrys para a Angel Island. Estacionamos o carro e fomos para o pier, o ferry sairia em pouco tempo e não queríamos perdê-lo de jeito nenhum.

Angel Island

Terminal de Ferries da Angel Island

Angel Island

A travessia para a Angel Island é curta, são 15 minutos de vistas arrasadoras da Golden Gate e da baía de San Francisco.

Angel Island

Ferry para a Angel Island na saída de Tiburon

Angel Island

Golden Gaste Bridge vista do Ferry para Sausalito

Angel Island é conhecida por ser a versão Californiana da Ellis Island, servia de posto de quarentena aos imigrantes vindos da Ásia e de alguns cantos da Europa, e de base militar para a Marinha norte americana. Hoje a ilha é um parque estadual repleto de oportunidades bacanas para quem quer curtir a natureza e a parte histórica da ilha.

Há algumas formas de explorar a Angel Island: a , de bicicleta (você pode alugar lá mesmo, mas se alugar em San Francisco ou Sausalito sai bem mais barato), de Segway (há poucos tours por dia e vale ficar de olho nos horários) ou de tram (uma espécie de trenzinho que faz uma volta toda narrada pela Angel Island).

Angel Island

Caminhando pela Angel Island

Nós decidimos fazer uma caminhada até a antiga estação de imigração (são cerca de 5 Km ida e volta recheados de vistas lindas). Na ida fomos por uma trilha toda pavimentada e na volta enfiamos o carrinho do Tom na terra cortando um caminho danado.

Angel Island

Baía de San Francisco vista da Angel Island

Angel Island

Angel Island

Angel Island

Chegando no museu, aprendemos um pouco sobre a história da imigração na Angel Island (recheada de capítulos feios sobre preconceitos e segregação), curtimos a vista de um pequeno ancoradouro e seguimos de volta rumo ao Pier da Angel Island. Baby Tom também adorou o passeio e ficou encantado com as escadas do museu (ele ama subir escada e quando olhou pra cima e viu tantos degraus juntos ficou empolgadíssimo. Difícil foi tirá-lo dali :).

Angel Island

Museu da imigração na Angel Island

Pegamos o penúltimo ferry rumo a Tiburon, com uma única certeza: demoramos muito para conhecer Angel Island e não vemos a hora de voltar!

Falando em voltar, chegou a hora de nos despedirmos de Tiburon e seguirmos para casa. Sorte que no caminho ainda passamos mais uma vez pela Golden Gate Bridge!

Golden Gate Bridge

Atravessando a Golden Gate Bridge

E aí, curtiu as dicas?

Guarde estas dicas no Pinterest!

Sausalito & Angel Island


Viaje sem stress

✅ Reserve seu hotel em San Francisco


Veja também:


Para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

No comments

Veja também