O que fazer em San Francisco: 20 passeios imperdíveis

62
Passeio de barco pela Golden Gate - San Francisco

Conheça as principais atrações turísticas de San Francisco na Califórnia, uma cidade apaixonante e repleta de atrações incríveis! Além de descrições e ideias do que fazer, este post inclui como chegar a cada um desses lugares usando transporte público! Pronto para se apaixonar por San Francisco?

Veja também: Roteiro completinho de 3, 4 ou 5 dias em San Francisco

O que fazer em San Francisco – Califórnia: 20 passeios imperdíveis

1 – Ponte Golden Gate

A charmosa ponte avermelhada é o grande ícone da cidade, uma parada IMPERDÍVEL em qualquer bom roteiro de San Fran. A Golden Gate Bridge tem vários mirantes bonitos: um antes da ponte (Toll plaza), outro depois da ponte, e um terceiro mirante fantástico no alto do Hawk Hill (acessível apenas para quem vai de carro ou tem pernas BEM fortes para pedalar morro acima).

Ponte Golden Gate - San Francisco

Ponte Golden Gate – San Francisco

Dica do Ideias na mala: 

Cruzar a Golden Gate é sempre especial. Seja a pé, de bicicleta ou de carro, não deixe de ter essa experiência!  Pra quem gosta de pedalar, cruzar a Golden Gate de bicicleta é uma das experiências mais incríveis da cidade! Outra forma bem especial de ver a ponte é fazer um passeio de barco pela baía de San Francisco, um programa super gostoso nos dias quentes.

Veja todos os detalhes do passeio de bicicleta pela Golden Gate aqui.

Como chegar na Golden Gate Bridge:

  • De ônibus: Saindo da Union Square, pegue o ônibus 10, 70 ou 101 (o ponto fica na frente do Old Mint, na intercessão da 5th com a Mission St.). Todo eles param no mirante da Toll Plaza. ATENÇÃO: Ônibus em SF não dá troco, leve dinheiro exato! Preço $2.25.

  • A pé: Uma das minhas formas preferidas de chegar a ponte é por uma trilha MARAVILHOSA que sai do parque do Presídio. Imperdível para quem curte caminhadas. Para chegar ao Presídio, pegue o shuttle grátis.
  • Taxi: Preço varia entre $30 e $40 | Uber ou Lyft: $15 ou $20
  • Ônibus de turismo do tip Hop On e Hop off: Todos eles param na ponte.

2 – O bondinho de San Francisco

O bondinho é o meio de transporte mais autêntico e mais cool da cidade. Existem três rotas: duas que saem da Union Square e percorrem as ladeiras de San Francisco até a região do Fisherman’s Wharf, ambas são bonitas, uma corta a China Town ao meio e passa em frente ao museu do Cable Car e a outra passa pela Lombard Street. A terceira rota sobe a California St. rumo o bairro de Nob Hill. Independentemente da rota que você escolher, o passeio é lindo e vale super a pena. O trajeto de bondinho custa $7 a viagem, ou $17 por um dia inteiro de transporte pela cidade de San Francisco.

Bondinho - San Francisco

 

Dica do Ideias na mala: 

Para evitar filas quilométricas, comece seu dia cedo e com esse passeio. Quem sai da Union Square terá a oportunidade de ver o bondinho sendo girado “a moda antiga”. Outra forma de evitar filas enormes é pegar o bonde alguns pontos acima do ponto inicial, sempre tem espaço para mais um (ou dois) e as filas são consideravelmente menores.

Como chegar:

Distrito financeiro – perto da Union Square

  • Market Street & Powell: Ponto Inicial das linhas Powell & Mason e Powell & Hyde
  • Market Street & California street:  ponto inicial da linha California st.

Fisherman’s wharf:

  • Hyde & Beach St (quase em frente a Ghiradelli square): ponto final da linha Powell & Hyde
  • Taylor St & Bay St: ponto final da linha Powell & Mason

3 – Lombard Street

A rua mais inclinada de San Francisco ganhou 8 curvas fotogênicas que diminuem seus 27 graus de inclinação. O trecho famoso fica entre as ruas Hyde e Leavenworth St e a vista lá do alto é uma das mais bonitas da cidade. Na primavera a rua ganha dezenas de hortensias roxas e azuis e fica ainda mais bonita. Super recomendo a parada.

Lombard Street - San Francisco

Saiba mais detalhes sobre a Lombard street e o passeio nesse post.

Dica do Ideias na mala: 

A foto mais especial da Lombard Street é de baixo para cima e não de cima para baixo. Para pegar a rua relativamente vazia, chegue cedo. Para ter a experiência completa, vá de bondinho, fotografe a vista lá do alto em em seguida desça as escadas para fotografar de cima para baixo.

Como chegar:

  • De bondinho: A forma mais especial de chegar a Lombard St. é de bondinho. A linha Powell-Hyde para em frente a rua.
  • De ônibus: pegue a linha 30 que saí da Union Square e desça na Columbus x Lombard. A desvantagem de ir de ônibus é chegar do lado de baixo da rua e ter que subir a ladeira. ATENÇÃO: Ônibus em SF não dá troco, leve dinheiro exato! Preço $2.25.
  • A pé: a caminhada para quem sai do fisherman’s wharf é bem curtinha porém muito inclinada. Quem estiver em muito boa forma física pode brincar de subir a pé.
  • De carro: a graça de estar de carro é pode dirigir a Lombard Street, de quando em quando, rola até um transitinho de turistas descendo a rua.

4 – Pier 39

Um dos pontos turísticos mais visitados de San Francisco, é um lugar bem turistão porém bonitinho. O Pier 39 tem dezenas de lojas de lembrancinhas, restaurantes, sorveterias, um aquário e alguns museus. Tanto o carrossel colorido como a escadaria musical fazem o maior sucesso para quem viaja com crianças. O pier 39 também é casa de uma divertida colônia de leões marinhos e dependendo da época em que você visitar, eles ficam mais ou menos agitados, e com agito, a diversão é garantida.

Pier 39 - San Francisco

Dica do Ideias na mala: 

No quesito comida, o Pier 39 é um dos lugares mais caros de San Francisco, e não necessariamente o melhor. Para quem quiser muito comer por lá minhas dicas são: o Restaurante Crab’s House que serve caranguejos gigantes e gostosos, o Wipeout Bar & Grill que tem drinks gigantes e deliciosos e sandubas gostosinhos, e a padaria Boudin que tem uma filial pequenina no lugar (eu se fosse você caminharia alguns blocos até a matriz que fica alí do lado). Para curtir a movimentação do pier, sente do lado de fora. Também tem o Hard Rock e Bubba Gump que são sempre bons coringas na hora da fome.

Veja um guia completo do que ver e fazer no Píer 39 aqui.

Como chegar:

  • Linha F do Muni: A linha F liga o Castro ao Fisherman’s wharf e passa em frente ao pier 39.
  • Bondinho: As linhas Powell & Mason e Powell & Hyde tem o ponto final bem próximo ao pier
  • De ônibus: a linha 8 e a 8x saem da Union Square e te deixam relativamente próximos ao pier
  • A pé: O passeio entre o Ferry Building eo Pier 39 pela costa é sensacional!

5 – Fisherman’s Wharf

O antigo porto de pescadores de San Francisco se converteu em uma das áreas mais animadas da cidade. Sempre movimentado, e sempre animado o Fisherman’s Wharf é um pouco mais caótico que o pier 39, mas igualmente divertido. Para quem curte comida da rua, a atração número 1 é comprar um carangueijo (ele já vem martelado) e comer na rua mesmo. E não saia de lá sem dar uma voltinha pelo museu marítimo de San Francisco onde estão o Navio Balclutha e o submarino USS Pampanito. Caminhar pelo pier é grátis, mas para entrar nos navios é preciso comprar uma entrada de $10,00 por pessoa.

Fisherman's Wharf San Francisco

Dica do Ideias na mala: 

O Fisherman’s Wharf está repleto de restaurantes turísticos, mas minha dica para comer aqui é este food truck pequenino, o Codmother’s food (2824 Jones St), que serve alguns dos melhores fish & chips da cidade. A fila é imensa, mas juro que compensa! E claro, o Boudin Bakery é sempre uma boa alternativa para quem quer comer uma sopinha no pão num lugar bonitinho.

Como chegar:

  • Linha F do Muni: A linha F liga o Castro ao Fisherman’s wharf
  • Bondinho: As linhas Powell & Mason e Powell & Hyde tem o ponto final no Fisherman’s Wharf
  • De ônibus: a linha 8 e a 8x saem da Union Square e te deixam relativamente próximos ao pier
  • A pé: O passeio entre o Ferry Building eo Fisherman’s wharf pela costa é sensacional!

6 – Ghirardelli Square

Visitar as instalações da antiga fábrica de chocolates da Ghirardelli, hoje transformada em uma loja caprichada que tem iguarias em forma de chocolate e sorvete, é um programa delicioso e que merece entrar no seu roteiro. Os sorvetes são gigantescos, deliciosos e com a casquinha feita na hora! No cantinho da loja, você poderá observar como o chocolate da Ghirardelli era produzido antigamente em máquinas que ainda funcionam.

Ghirardelli Square - San Francisco

Veja todos os detalhes sobre a visita na Ghirardelli Square nesse post

Dica do Ideias na mala: 

A loja tem um segundo andar escondido muito menos disputado que o primeiro andar. Sua chance de conseguir mesas lá ano alto, é bem maior. Isso sem falar no conforto!

Como chegar:

A Ghirardelli Square fica pertinho do Fisherman’s Wharf e do pier 39. Veja as instruções de como chegar lá nos itens acima :).


7 – A ilha de Alcatraz

A famosa prisão de segurança máxima que conquistou a tela dos cinemas fica pertinho de San Francisco, as visitas são guiadas por audio guia – EM PORTUGUÊS 🙂 – e são mega interessantes! Durante o passeio você visitará as celas de prisioneiros ilustres e conhecerá algumas histórias do tempo em que Alcatraz era a prisão mais temida dos Estados Unidos. Um passeio muito bacana e que eu recomendo!

Veja todos os detalhes sobre a visita a Alcatraz nesse post.

Ilha de Alcatraz

Ilha de Alcatraz

Dica do Ideias na mala: 

Como a neblina de San Francisco costuma ser meio temperamental e se comporta especialmente mal nos meses de julho, agosto, dezembro e janeiro, faça o tour na parte da tarde. Dessa forma você aproveita melhor as vistas da ilha, que são maravilhosas. E antes que eu me esqueça: RESERVE com antecedência! Os tours se esgotam num piscar de olhos, especialmente durante a alta temporada!

Como chegar:

A única empresa autorizada a ancorar seus barcos em Alcatraz é a Alcatraz Cruises. Para evitar dor de cabeça na fila e ingressos esgotados, compre seu tour online com antecedência. Os barcos para Alcatraz partem do pier 33.


8 – Ferry Building

O mercado gastronômico mais caprichado de San Francisco é um show em todos os sentidos, as lojinhas que irão despertar seu tato, olfato, visão e paladar! Um passeio imperdível que não me canso de repetir. Ah, além do mercado bacana, é daqui que saem os Ferrys para Sausalito. Um passeio MARAVILHOSO e que eu recomendo muito.

Saiba tudo sobre o Ferry Building e conheça minhas recomendações gastronômicas neste post.

Markets Bar - Ferry Building

Dica do Ideias na mala:

Além do mercado gastronômico diário, às terças, quintas e sábados o Ferry Building tem o “farmer’s market” uma feirinha super bacana de frutas, vegetais e comidinhas que ocupam a área externa do prédio e o pátio do lado de trás. Aos sábados, o mercado é maior e mais caprichado que nos outros dias.

Como chegar?

  • O jeito mais legal de chegar no Castro é pegando um dos “bondinhos” da linha F, a linha que liga o Castro ao Fisherman’s Wharf passa na frente do Ferry Building. A graça dessa linha é que os “bondinhos/carrinhos” (sei lá como chama-los em português) são um diferente do outro e cada um veio de um lugar diferente.
  • Estação de bart & Muni metrô mais próxima: Embarcadero
  • Para quem sai da Union Square: dá para ir caminhando, fácil!

9 – Alamo Square e as painted Ladies

A Alamo Square é uma das pracinhas mais charmosas de San Francisco, tem uma vista linda do centro financeiro da cidade e está rodeada por casas vitorianas lindas, as mais famosas são um cojunto de 6 casinhas muito parecidas – uma de cada cor – que são conhecidas como Painted Ladies (Senhoras pintadas). A Alamo Square é um lugar gostoso para relaxar e descansar as pernas cansadas de subir as ladeiras da cidade.

Veja mais detalhes sobre as Painted Ladies e sobre esse passeio nesse post.

Casinhas Vitorianas na Alamo Square em San Francisco

Casinhas Vitorianas na Alamo Square em San Francisco

Dica do Ideias na mala: 

A Alamo Square é tudo de bom para fazer um picnic. Se abasteça com comes e bebes, ou se você preferir, um sanduba no mercadinho Bi-Rite (550 Divisadero St) e devore tudo olhando para as painted Ladies! Tudo de bom!

Como chegar:

  • A pé: Pegue um Muni até o Civic Center (apesar de bem pertinho da Union Square, o trecho entre a Union Square e o Civic Center é feio pra caramba, com muita gente estranha e moradores de rua bem esquisitos, bebados e drogados) e de lá caminhe pela Hayes Street até a Alamo Square. No caminho, aproveite para visitar o Civic Center (aberto de segunda a sexta até as 18:00) que é lindo e é grátis, e tomar um sorvete na Smitten Ice Cream ( 432 Octavia St #1a), que fica do ladinho da Hayes.
  • De ônibus: Saindo na Union Square pegue o número 21 no ponto da  Market St & Grant Ave e desça na frente da Alamo Square. A passagem custa $2.25 e o ônibus não dá troco.


10 – Golden Gate Park

O Golden Gate Park (que ao contrário do que muitos pensam, não fica perto da ponte Golden Gate) é um dos parques mais lindos de San Francisco e está repleto de atrações bacanas como o jardim japonês (que tem uma jardim divino e uma casa de chá japonesa especial), o Museu De Young (um museu de arte incrível que fica num prédio super moderno), o The Academy Of Science (um museu de história natural que tem um mini zoológico e muitas atrações bacanas para adultos e crianças), o conservatório de flores (uma estufa repleta de orquídeas e outras flores lindas e o jardim botânico de San Francisco.

Conheça as principais atrações do Golden Gate Park, e ideias do que fazer nesse post.

Conservatório de flores - Golden Gate Park

Dica do Ideias na mala: 

Não deixe de caminhar pelo Stow Lake, um lago super bonitinho e de subir na torre do Museu De Young, que é grátis, e tem vistas incríveis da cidade.

Como chegar:

O Golden Gate Park fica um pouco afastado do centro, mas é bem fácil de chegar.

  • De ônibus: pegue o 5 ou o 5R da intersecção Market x Powell St e desça na Fulton com a 8th. Quem preferir pode pegar o Muni Metrô “N” da estação Powell ou qualquer outra estação central e desça na Irving St. esquina com a 9th.

  • De bicicleta: Não recomendo ir até lá de bicicleta, mas chegando lá, alugar a bici é sempre uma boa pedida.

11 – Compras & cheese cake na Union Square

Union Square é uma pracinha fofa e super movimentada no coração do centro financeiro de San Francisco. E falando em coração. A praça é decorada com corações pintados – lindos e que mudam de tempos em tempos. Os corações são um dos pontos mais fotografados da cidade, e não é atoa, certo?! Na região da Union Square você poderá fazer compras, patinar no gelo (somente durante o inverno) e andar de bondinho.

Coração na Union Square

Coração na Union Square

Dica do Ideias na mala: 

Uma das dobradinhas clássicas da cidade é fazer compras na Union Square e em seguida almoçar na Cheese cake factory, que fica no alto do prédio da Macy’s, tem uma vista linda para a praça, cheese cakes divinos e um excelente custo benefício.

Saiba mais sobre os corações da union square, veja dicas de compras e conheça a  história da praça neste post.

Como chegar na Union Square: 

A Union Square é um dos melhores lugares de San Francisco para se hospedar, então é bem provável que seu hotel fique aqui perto. Caso contrário, a praça é acessível por BART e Muni: estação Powell, por bondinho (as linhas Powell & Hide e Powell & Mason tem a Union Square como ponto final e isso sem falar nas dezenas de linhas de ônibus que cortam a região.


12 – Coit Tower

A Coit Tower, é uma torre com formato de mangueira de bombeiro no alto das montanhas de Telegraph Hill, localização estratégica, pertinho do centro financeiro, da Little Italy e do Fisherman’s Wharf, ou seja, garantia de algumas das melhores vistas de San Francisco e das pontes Golden Gate e Bay Bridge. Pra quem tem um bom preparo físico, subir as escadas que saem da Sansome St. (Filbert Steps) rumo a Coit Tower, é um boa pedida. Além do exercício incrível e da sensação de passear como um local, você será recompensado com vistas que melhoram a cada degrau. #SubieRecomendo

Veja mais sobre a Coit Tower e esse passeio nesse post

Coit Tower

San Francisco vista da Coit Tower

Dica do Ideias na mala: 

A vista dos pés da torre é quase tão bonita quanto a vista do alto torre (que tem vidros encardidos que dificuktam a visão), mas para ter a mesma visão 360 graus, você terá que ser criativo e esgotar suas possibilidades contornando o morro. A subida na torre é paga, mas para visitar os murais na parte de baixo da torre – repare no tom de protesto dos murais – você não paga nada.

Como chegar?

  • De ônibus: a única rota que eu conheço que te deixa no topo da montanha é a 39, que saí do Fisherman’s Wharf (Powell x Beach St). Outras rotas te deixarão no pé da montanha e você terá que subir a pirambeira de escada.
  • A pé: você poderá subir as escadarias da Rua Sansome (Filbert Steps ou Greenwich steps) ou da Greenwich St (outro lado dos Greenwich steps). E prepare-se porque a subida é das boas!

13 – China Town de San Francisco

Reza a lenda que a China Town de San Francisco é a maior cidade chinesa do mundo fora da China, e se não for tá perto, viu?! A China Town é imensa, viva e super autêntica! Um lugar para comprar lembrancinhas e presentes baratos, visitar templos escondidos, ver uma fábrica de biscoitinhos da sorte em pleno funcionamento, comer comida dos diferentes cantos da China (ou da Ásia!) e se perder pelas ruazinhas miudas repletas de cheiros diversos (nem sempre bons) e muita história para contar.

Veja aqui um roteiro pela China Town de San Francisco em 5 paradas imperdíveis.

China Town - San Francisco

Dica do Ideias na mala: 

Não saia da China Town sem fazer uma degustação de chás na Vital Tea Leaf (1044 Grant Ave). Além de degustar chás maravilhosos, você escutará as anedotas divertidas do “Uncle”, um chinês figura e falante que entende muito sobre chás! Vá com tempo de sobra!

Como chegar?

  • A pé: a China Town de San Francisco fica encostadinha na Union Square. Para uma chegada impactante, entre pelo portão chinês da Grant St.

  • De bondinho: as linhas Powell & Hyde e Powell & Mason do bondinho cortam a China Town de San Francisco

14 – Castro: o bairro mais colorido de SF

Rua Castro em San Francisco

O Castro é a vizinhança GLS de San Francisco e um dos bairros mais descolados e divertidos da cidade. Explorar as vitrines curiosas, lojinhas e bares super bacanas é um programa MEGA divertido e que eu super recomendo. Esteja preparado para encontrar esquisitices e se divertir com elas.

Dica do Ideias na mala: 

A esquina da rua 19th com a Castro tem uma casa repleta de janelas com bonecos ativistas. Bem criativo e super diferente! Para beber, os bares Harvey’s (500 Castro St) e Twin Peaks (401 Castro) são duas excelentes escolhas.

Castro - San Francisco

Como chegar?

  • Linha F do Muni: Linha histórica com bondinhos lindos, e um diferente do outro, que faz o trajeto entre o Fisherman’s Wharf e o Castro passando pela Union Square
  • Muni metrô: Linhas KT, M e L ligam o Embarcadero (passando pela estação Powell) a estação Castro


 15 – Os grafites de Mission

Meu queridinho, um bairro super jovem repleto de bons restaurantes, lojinhas descoladas e becos decorados com grafites coloridíssimos. Imperdível para quem curte sair do tradicional!

Veja o passeio detalhado nesse post

Balmy Alley - San Francisco

Dica do Ideias na mala: 

Comece o dia percorrendo os murais históricos do Balmy Alley, em seguida, explore a Valencia St. e seus arredores até chegar ao Clarion Alley, um beco super ativista onde os murais estão sempre mudando. Volte até a 18th street, repare nos incríveis grafites da Casa das mulheres, continue pela 18th street até chegar ao Dolores Park, o final do nosso passeio de hoje. No caminho, tome um café com docinho no Craftsman & Wolves e um sorvete no Bi-Rite.

Como chegar?

Saindo da região da Union Square, pegue um Bart até a estação 24th Street Mission. A saída do Bart é meio fuinha, mas pode ficar tranquilo que essa é uma região bem segura de dia.


16 – O Cruzamento das ruas Haight & Ashbury:

O cruzamento das ruas Haight & Ashbury St. é o coração do movimento hippie, foi aqui, que tudo começou, explodiu e se espalhou. A região continua alternativa e boêmia (não tanto, como antigamente, é claro) e é super interessante de visitar. A graça aqui é caminhar com calma, explorar lojinhas e os cafés e curtir o clima ripongo do lugar. Não deixe de tomar uma cervejinha na Magnolia (1398 haight street), uma cervejaria artesanal super bacana!

Haight Street - San Francisco

Dica do Ideias na mala: 

Bem pertinho do famoso cruzamento, há um dos meus parques preferidos de San Francisco. O Buena Vista Park tem vistas divinas da cidade (a subida para contemplar a vista é um bônus inevitável). Super recomendo!

Como chegar?

Muni: Saindo da região da Union Square pegue o Muni N, e desça na Carl x Cole St.  – Veja outras opções de rota no mapa abaixo.


17 – Padaria Boudin:

A padaria mais famosa e movimentada da cidade vem da época do ouro da Califórnia, uma receita de pão secreta que substitui o fermento usado nos pães tradicionais por um fermento criado a partir da bacteria do Yogurte. Cada pãozinho produzido na Boudin usa um fermento derivado desse fermento original criado a mais de 150 anos atrás, um gostinho especial e que fica ainda melhor com o clam chowder da casa. A Boudin produz pães em formatos diversos e tem um cozinha de vidro onde os padeiros interagem com os turistas. A graça é ver pães nos mais diferentes formatos sendo produzidos.

Padaria Boudin - San Francisco

Dica do Ideias na mala: 

A Boudin é um dos melhores lugares para comer na região do Pier 39, pedida certeira para quem curte Clam Chowder (sopa de mariscos) servida quentinha no pão da casa. De comer de joelhos!

Como chegar?

É só seguir as instruções para chegar no Pier 39 ou Fisherman’s Wharf!


18 – North Beach:

North Beach, o bairro Italiano de San Francisco, tem dezenas de restaurantes deliciosos e muita coisa legal para ver e fazer. Comece o passeio no cruzamento das ruas Broadway e Columbus – que tem livros pendurados, grafites nas paredes (olhe para todos os lados e seja surpreendido com um Banksy) e chão decorado com palavras em Italiano, chinês e inglês e termine na simpática Washignton Square onde Marlyn Monroe tirou suas fotos de casamento. Para um passeio mais cultural, visite o museu do Beatnik, o bar Vesúvio e a livraria City Lights.

Cruzamento da Broadway com Columbus

Cruzamento da Broadway com Columbus

Dica do Ideias na mala: 

Fiz um tour gastronômico MUUUUITO especial nessa região, e super recomendo. Veja todas as dicas nesse post.

Como chegar?

  • A pé: Saindo da Union Square, caminhe pela Grant Avenue até chegar na esquina da Broadway x Columbus.
  • Bart: A estação mais próxima (que na real nem fica tão próxima assim) é a Montgomery
  • Ônibus: Pegue as linhas 30 ou 45 no ponto da  Stockton St & Sutter St e desça na Stockton S x Pacific Avenue

19 – A pracinha da Levi’s

Esta pequena pracinha escondida é um verdadeiro oásis no centro financeiro de San Francisco. Um lugar delicioso para relaxar depois de um dia de muitas caminhadas pelas ruas de San Francisco.

Veja mais detalhes desse passeio nesse post.

Levi's Plaza - San Francisco

Dica do Ideias na mala: 

Não saia dali sem provar meu Smoothie preferido no Parlor 1255 (Battery St. 1255), o sabor que eu mais gosto é o Marina Green, uma mistura estranha de couve com laranja e um monte de outras frutas. A descrição parece horrível, mas juro que o drink é uma delícia! E para quem curte a Levi’s, nessa praça há uma loja conceito mega caprichada da Levi’s. Vale a visita!

Como chegar?

  • Linha F: Desça no pier 23 e atravesse a rua.
  • Muni & Bart: a estação mais próxima é a Montgomery. Siga reto pela Battery St. até chegar na pracinha.
  • A pé: Saindo da Union square vinery Montgomery e caminhe até a praça. Do Ferry Building, vale a pena caminhar pelo calçadão até o pier 23. Essa é uma das minhas caminhadas preferidas de SF.

 20 – Twin Peaks

Um dos pontos mais altos da cidade, e indiscutivelmente uma das vistas mais lindas da baía de San Francisco. Em um dia sem neblina, você conseguirá ver a Golden Gate Bridge, o Monte Diablo (do outro lado da baía em Oakland) e dezenas de prédios compridos e igrejas pontudas.

Saiba mais sobre o Twin Peaks nesse post.

Twin Peaks - San Francisco

Dica do Ideias na mala: 

Pra quem curte caminhar, recomendo o tour da Urban Hikers SF que sobe do Castro ao Twin Peaks a pé e é um dos tours mais legais que já fiz em San Francisco.

Como chegar?

  • De ônibus: Pegue o Muni KT, L ou M (saindo da estação Powell) até a estação Castro e em seguida o ônibus 37 (do ponto em frente a estação de Muni), um único bilhete pode ser usado por até 2 horas tanto para ônibus quanto para metrô. Veja a rota completinha no Google Maps:


 Atrações no Mapa

Veja nesse mapinhas nossas 20 dicas do que fazer em San Francisco.

E aí curtiu as dicas?

E você que já visitou SF, quantos desses 20 lugares você já conhece? Qual o seu preferido?


Viaje sem stress

✅ Reserve seu hotel em San Francisco


Veja também:


Para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!

 

Guarde este post no Pinterest!

San francisco

Roteiro

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

62 comments

  1. Melissa 14 setembro, 2017 at 01:15 Responder

    Melhores dicas que achei sobre San Fran até agora, e olha que já li vários sites, blog e vídeos no youtube rs Muito obrigada por compartilhar a sua experiencia e dicas. Estou organizando uma viagem para lá em dezembro e essas dicas serão muito úteis. Gostaria de saber apenas se você acha que compensa mais eu comprar pela internet os ingressos para os passeios ou somente quando chegar na cidade? Sei que o de Alcatraz precisa ser com antecedência se não esgotam, mas queria saber para os outros como citytour, aquarium of the bay, Muir Woods, e alguns pontos que estou querendo visitar. E mais duas perguntas qual é a melhor região para compras em SF? Para ir do aeroporto para o hotel, você sugere ir de onibus comum/transfer/uber? (Vou me hospedar em um hotel na Lombard st.)

    • mari vidigal 16 novembro, 2017 at 05:34 Responder

      Oi Melissa,
      Demorei um pouco pra chegar na sua pergunta, desculpe. Aí vamos as respostas:
      A) Fora Alcatraz eu não compraria nada antecipado.
      B) Aquarium of the Bay, só recomendo se você não for para Monterey.Acho o aquário pequeno e muito limitado.
      C) Para compras: Union Square sem dúvidas!
      D) Veja como chegar no aeroporto ao centro aqui.
      Beijos e qq coisa estou por aqui!
      Mari

  2. Ana 11 julho, 2017 at 00:48 Responder

    Oiii Mari, falei com voce no post de Napa fiz contato com a Maryanne mas ela nao estava disponivel ai me indicou o Marcelo, muit obrigada pela ajuda!! Queria outra dica dessa vez, meu dia de chegada em San Francisco vai ser bem curto pois o voo so chega as 11 e ate chegar no hotel e fazer check in ja passou metade do dia, entao o que voce sugere conhecer num dia onde o tempo é curto assim e logo ja fica noite?? So tenho 2 dois e meio em SF entao nao podemos perder tempo de conhcer tudo que for possivel !!!Adorei esse post, já imprimi e botei na minha pastinha de viagem 😉

    • mari vidigal 11 julho, 2017 at 04:20 Responder

      Onde é o seu hotel? se for na Região da Union Square eu faria um passeio pela região. Dependendo da hora que chegar, dá até para pegar o bonde e terminar o dia na Ghirardelli Square. Se você ficar no Fisherman’s Wharf, dá para visitar a Ghirardelli, e caminhar até o Ferry Bulding.
      Beijos e aproveite muuuito a cidade!

      • Ana 14 julho, 2017 at 06:26 Responder

        da pra andar do FIsherman’s Wharf ate Ferry building ?? no mapa parece tao longe

        Mari os restaurantes de rua ficam aberto ate que horas?? os de shopping vi no site que fecham com o shopping, em New York jantar 9 horas da noite fica dificil, como é em San Francisco? Da pra passear ir pro hotel dar um relaxada e depois sair??

        • mari vidigal 16 julho, 2017 at 17:09 Responder

          Oi Ana,
          As coisas fecha cedo em San Francisco, até tem lugar aberto até as 9:00, mas em geral 8:30 é o limite para garantir um jantar durante a semana, e eu que não gosto de dormir de barriga vazia, raramente deixo para depois das 8:000 (na Union Square, muita coisa fecha mais tarde).

          A caminhada entre o Fisherman’s Wharf e o ferry bullying é uma das minhas preferidas da cidade. Amo de paixão!
          Beijos

  3. Renata 17 junho, 2017 at 02:07 Responder

    Olá, Mari!
    Sensacionais suas dicas! Vou seguir todas!
    Preciso de mais uma: vamos ficar hospedados no Pier 2620 na área do Fishermans. Como faço para ir de bondinho de lá para a Lombard Street ? Quero fazer o roteiro que você sugeriu a partir da Lombard (ghirardeli, fishermans wharf, pier 39 e ferry building).
    Obrigada!
    Um beijo, Renata

    • mari vidigal 18 junho, 2017 at 03:54 Responder

      Oi Renata,
      Obrigada pelo elogios! Só pegar o Cable Car -Powell/Hyde – que ele te deixa na porta. E se você aguentar subida, tbm dá fácil pra ir a pé. A distância é bem curta, mas a subida é BRAVA!
      Abraços,
      Mari

  4. Fabio Guimarães 18 maio, 2017 at 15:48 Responder

    Oi Mari, tudo bem?
    Você saberia me dizer se na visita a Ilha de Alcatraz é possível embarcar com carrinho de bebê?
    Obrigado.
    Fabio

  5. Fabio 17 maio, 2017 at 11:20 Responder

    Oi Mari!

    Na visita a Ilha de Alcatraz é possível levar o carrinho de bebê no barco? Procurei no site onde se compra os bilhetes e não encontrei essa informação.

    Obrigado.

    Fabio

  6. Tereza cristina figueirdedo 18 abril, 2017 at 00:20 Responder

    Oi Mari , estarei indo para SFO em setembro , gostaria de saber se conseguiria fazer o percurso de SFO para Santa Monica , com um único pernoite? Iria pelo highway 1.?

    • mari vidigal 18 abril, 2017 at 01:00 Responder

      Oi Tereza,
      Por dentro é uma viagem de 5 horas e bem factível de fazer em um dia. Pela costa, não recomendo.
      Abraços

  7. Débora 14 janeiro, 2017 at 18:38 Responder

    Oi Mari!! Seu site é maravilhoso! Muito obrigada pelas dicas que vc posta aqui!!
    Eu e meu marido vamos fazer uma viagem de 15 dias nos EUA. Começando por San Francisco (3 noites). Vamos alugar um carro e descer pela Highway1 parando nas cidades: Monterrey (1 noite), San Luis Obispo (1 noite) e Santa Barbara (1 noite). Depois vamos ficar em Los Angeles (3 noites) e seguir para Las Vegas (3 noites) e Gran Canyon (2 noites), voltando pra Las Vegas pra passar 1 noite antes de pegar o voo para o Canadá (onde tbm vamos passar 15 dias).
    Tentamos pegar o máximo possível das suas dicas para nossa viagem.
    Além do turismo estamos aproveitando pra conhecer de perto os EUA (será nossa primeira viagem na América do Norte), pois é provável que em breve nos mudemos praí (não exatamente a California), mas é a oportunidade que temos de conhecer um pouco a cultura americana antes da mudança definitiva. Pode nos dar alguma dica específica para esse roteiro?
    Tbm gostaria de saber se topa um café ou lanche pra batermos um papo entre os dias 24-26/01? Adoraríamos te conhecer.

    • mari vidigal 16 janeiro, 2017 at 04:41 Responder

      Oi Debora,
      Que legal que vocês estão se mudando para cá. Espero que vocês gostem. Nós adoramos.
      Infelizmente estamos mudando de casa na semana do dia 20 e não tem a menor condição de eu ir até San Francisco nessa época (moro no Vale do Silício), uma pena, pq seria legal bater papo com vocês.
      Caso precies de mais dicas, é só deixar um comentário que eu respondo rapidinho.
      Beijos
      Mari

  8. Ingrid Turbay 14 janeiro, 2017 at 13:54 Responder

    Olá, estou adorando seu blog e até um pouco confusa de como montar meu roteiro por conta da dificuldade de peneirar. Rsrsrs. Chegaremos no final de janeiro e ficaremos 3 dias inteiros em SF (já fomos há 4 anos atras). Depois seguiremos para Napa e Sacramento. É aí que está nossa dúvida, onde ficar e o que fazer. Nesse trajetô ficaremos 8 dias por essas regiões. Como administrar nosso tempo nesses lugares, visitando vinícolas e demais passeios. Poderia me ajudar??rsrs. Obrigada. Abraços

    • mari vidigal 16 janeiro, 2017 at 04:42 Responder

      Oi Ingrid,
      Ao menos que vocês sejam muito apaixonados por vinho, acho 8 dias muito para a região de Napa e Sacramento. Que tal incluir Lake Tahoe? EU ficar uns 3 dias na região de Napa, 2 em Sacramento (no máximo) e uns 3 em Tahoe.
      Abraços

  9. Mila Brito 5 janeiro, 2017 at 02:10 Responder

    Oi Mari,
    Estou adorando seu BLOG e pode ter certeza que utilizarei todos seus links e códigos para lhe ajudar também.
    Eu e meu marido estamos indo pela primeira vez pra Califórnia, chegaremos em San Francisco e teremos 20 dias até nosso retorno pro Brasil por San Diego, mas preciso dos últimos 4 dias de viagem em Carlsbad pra visitar uma amiga. Tirando esse compromisso ao final da viagem, pensei em passarmos 4 dias em SFO e após isso alugar um carro e descer a costa curtindo, agora preciso da sua ajuda, de onde parar pra comer e dormir, pontos e locais estratégicos do caminho. Onde se hospedar e onde apenas passear e seguir dirigindo pela 101? Gratidão!

    • mari vidigal 5 janeiro, 2017 at 05:52 Responder

      Oi Mila,
      Obrigada pelo carinho. Fico feliz de estar ajudando na viagem!
      Deixa ver se entendi bem: Vc quer fazer a viagem pela Costa (Hwy 1 e não 101, certo?)
      Eu recomendo uma noite em Monterey ou Carmel, uma noite em Cambria, Paso Robles, Morro Bay ou San Luis O Bispo e uma noite em Santa Barbara.
      Nesse post tem toda a rota em detalhes.
      MIhas dicas para comer bem estão nesse post.
      Esqueci algo?
      Beijos

  10. Elizandra Severgnini 2 janeiro, 2017 at 16:20 Responder

    Olá Mari,

    Parabéns pelo seu blog, adorei! Estou estudando-a há semanas, pois eu e meu esposo iremos a San Francisco em Fevereiro. Está sendo muito útil para eu elaborar nosso roteiro!

    Um grande abraço.

  11. MARCOS DE MEDEIROS GONCALVES 26 junho, 2016 at 19:56 Responder

    Parabéns pelo blog, muito bem construído. Só vou a San Francisco ano que vem, mas como estou seguindo vcs no Instagram resolvi dar uma olhada aqui no blog e sei que não preciso pesquisar em outro lugar. O blog tem todas as informações que necessito, já salvei nos meus favoritos!

  12. Carla Kieling 18 janeiro, 2016 at 11:28 Responder

    Ola Mari
    Adorei tuas dicas de Sao Fancisco.
    Vamos estar em São Francisco ali por 10.02, minhas duvidas são: devido ao clima, terei dificuldades em algumas das atrações que voce sugere?
    Ainda, outra dúvida é: estaremos de RV(motor home), saberia indicar um bom camping, principalmente quanto a localização para que facilite ir as atrações com transporte publico?
    obrigada

    • mari vidigal 18 janeiro, 2016 at 23:48 Responder

      Oi Carla,
      Tudo bem?

      Fevereiro é estação das chuvas, e dependendo do dia, pode ser que você não consiga fazer atividades ao ar livre.
      Quanto a camping, infelizmente não conheço nenhum. Se quiser me passar a localização do que vc escolher e te ajudo a encontrar algo legal?
      Beijos

  13. Maíra S. 25 agosto, 2015 at 18:14 Responder

    Olá Mari,
    Seus posts de San Francisco estão excelentes! Inclusive com informações importantes sobre como chegar às atrações usando transporte público. Como vou alugar o carro só no último dia para seguir rumo a Napa (passando pela Golden Gate e pelos mirantes de Marin Headlands), pensei em deixar alguns passeios para serem feitos nesse dia, já com o carro, se for mais prático.
    Pensei que os melhores candidatos seriam Twin Peaks, Alamo Square, Golden Gate Park e Presidio. Você acha que vale a pena deixar algum desses para ser visitado de carro no último dia?

    • mari vidigal 26 agosto, 2015 at 22:14 Responder

      Oi Maíra, acho que dá sim para você incluir uma passada pelo Golden Gate e Presídio no caminho, mas eu não incluiria muito mais do que isso não, se não, não vai sobrar tempo pra Napa.
      Tanto Alamo Square quanto Twin Peaks são moleza chegar de ônibus!
      Beijos

      • Maíra S. 27 agosto, 2015 at 14:59 Responder

        Obrigada pela resposta, Mari! Vou estudar direitinho as opções de transporte público em SF para deixar só o que for realmente mais tranquilo para fazer de carro. Tem algum aplicativo que você recomenda para ajudar na locomoção por lá?
        Beijos!

        • mari vidigal 27 agosto, 2015 at 18:36 Responder

          Oi Maíra, eu uso o Google Maps mesmo que é impecável e costuma bater certinho com o horário dos ônibus/ trens
          Beijos

          • Maíra S. 27 agosto, 2015 at 19:03

            Perfeito, Mari!! Obrigada! Uso o Google maps para andar a pé e de carro, é bom saber que dá certo também para o transporte público! Já estou ficando com vergonha, mas posso abusar e fazer mais uma perguntinha?!! É que estou traçando as linhas gerais do meu roteiro pela cidade, porque preciso já comprar os bilhetes para Alcatraz, e percebi que a visita a Castro, Mission e Haight cairia em um domingo. Você acha que essas regiões mantém a vibe mesmo no fim de semana? Ou será que só vou encontrar turistas e lojas fechadas?
            Muitíssimo obrigada, mais uma vez!!!

          • mari vidigal 30 agosto, 2015 at 07:23

            Oi Maíra,
            Pode perguntar quanto quiser! Fico feliz em ajudar!
            Domingo é na real um dos dias mais legais para visitar Mission e Castro, o Dolores Park estará cheio de gente animada fazendo picnic, os barzinhos do Castro estarão animados. Cheio? Provavelmente, mas de locais e não turistas. O único lugar que nunca visitei num domingo é Haight, mas meu palpite é que é bacana.[PS: Domingo ( e principalmente sábado) é dia de evitar o Pier 39 e fisherman’s wharf, eles ficam absurdamente cheios!].

    • Maíra S. 31 agosto, 2015 at 14:38 Responder

      Perfeito, Mari!!! Muito obrigada! Ter essas dicas de quem conhece bem a cidade, não tem preço!!! Já estou rearranjando meu itinerário e fiquei animada de conhecer Castro e Mission num domingo. Felizmente agendei minha visita a Alcatraz numa segunda, então vou aproveitar para conhecer os piers nesse dia. Qualquer coisa, volto com mais dúvidas 😉
      beijão,

    • mari vidigal 7 agosto, 2015 at 03:08 Responder

      Oi Fred, Fort Point fica embaixo da ponte enquanto o Toll Plaza é onde fica o estacionamento de carros e a última chance para quem quer fazer um retorno e não cruzar a ponte.
      Beijos

Post a new comment

Veja também