Barreirinhas, Santo Amaro ou Atins: que base escolher para visitar os Lençóis Maranhenses?

Está programando uma viagem para os Lençóis Maranhenses? Quer saber qual a melhor cidade para se hospedar? Aqui, vou te contar qual é a principal diferença entre Barreirinhas, Santo Amaro ou Atins, te dar dicas de onde se hospedar em cada uma delas e ainda sugerir um roteiro 3, 5 e 7 dias para explorar melhor dos Lençóis Maranhenses.

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses?
Vista aérea dos Lençóis Maranhenses

O Parque Nacional é muito extenso, e abrange três municípios maranhenses (Barreirinhas, Santo Amaro e Primeira Cruz), por isso existem portas de entrada diferentes.

Antes de passar 7 dias no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses eu pesquisei muito sobre as três principais bases – Barreirinhas, Santo Amaro e Atins – e confesso que ainda embarquei na dúvida se optei pelo certo. Vamos nessa?

Entendendo o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses

Antes de definir a sua base e hospedagem, é preciso entender o que é o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Localizado no Nordeste, o parque abrange uma área de aproximadamente 155 mil hectares e é conhecido em todo o mundo por suas dunas de areia branca e suas lagoas de água doce que se formam durante o período chuvoso.

Mapa Lençóis Maranhenses
Mapa do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses | Imagem: Governo do Maranhão

O parque se estende por 3 municípios do Maranhão: Barreirinhas, Santo Amaro e Primeira Cruz. E, para chegar lá, a principal saída é São Luís, a capital do estado. De lá, você pode ir para Santo Amaro (cerca de 3h30) ou Barreirinhas (4h). Os trajetos são feitos em estradas, que não são das melhores, então o tempo de deslocamento é grande mesmo. Já Atins, outra base também conhecida, é uma vila de pescadores que pertence a Barreirinhas, com acesso apenas de barco.

No mapa acima, disponibilizado pelo Governo do Maranhão, São Luís fica seguindo à esquerda. Santo Amaro está localizado na ponta esquerda do Parque, Barreirinhas mais à direita e Atins, ainda mais para o extremo à esquerda.  

Barreirinhas: base com maior estrutura

Barreirinhas é a cidade mais conhecida e visitada pelos turistas que desejam explorar os Lençóis Maranhenses, muito por conta da sua estrutura mais desenvolvida. Localizada às margens do Rio Preguiças, Barreirinhas tem a parte turística bem desenvolvida, com uma variedade de hotéis, pousadas, restaurantes e agências de turismo.

De Barreirinhas, é possível fazer dois dos passeios mais conhecidos dos Lençóis Maranhenses: a Lagoa Bonita e a Lagoa Azul.

Guia dos Lençóis Maranhenses | Ideias na Mala
Lagoa Testa Branca, em Barreirinhas

Aqui já abro um parêntese para dizer que você irá precisar de uma agência de turismo para explorar a região. Dentro do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses apenas veículos certificados são permitidos. Então, é preciso fechar todos os passeios com alguma agência de turismo. Inclusive, os tours são muito semelhantes entre todas elas e possuem o mesmo nome.

Outro passeio muito popular em Barreirinhas é o sobrevoo de helicóptero sobre as dunas e lagoas. É apenas dessa base em que é permitido sobrevoar o parque — isso porque apenas Barreirinhas possui um aeroporto (e ele é bem pequeno!).

É uma oportunidade única de apreciar a imensidão e a beleza dos Lençóis Maranhenses de cima — eu fiz e digo que vale a pena o investimento, afinal não é barato.

Outra opção é fazer um passeio de lancha pelo Rio Preguiças, que leva os visitantes até as comunidades ribeirinhas. Aliás, é pelo Rio Preguiças que se chega a Atins, nosso próximo tópico aqui.

Opinião da Malu

Sim, Barreirinhas é a base com maior estrutura das três principais. Principalmente no quesito restaurantes que possui uma ampla variedade, e alguns bem gostosos com música ao vivo. Porém, as lagoas que se conhece estando em Barreirinhas foram as que eu menos gostei — e não me entendam mal: elas são bonitas, mas as que virão a seguir, são ainda mais!

Talvez por justamente ser o ponto mais próximo de São Luís, elas estavam lotadas de turistas. Barreirinhas também fica a uma distância considerável da entrada do Parque Nacional, então o deslocamento é super cansativo. Acho a base uma opção para quem quer evitar grandes trechos de estrada no início ou começo da viagem, e quer incluir Atins na jogada.

Onde ficar em Barreirinhas

Como falei, Barreirinhas possui uma variedade de pousadas considerável, então é possível escolher de acordo com o seu perfil de hospedagem, mas ainda assim são todas simples. Aqui vai minhas sugestões de onde ficar em Barreirinhas:

Veja mais opções e reserve aqui com antecedência

Eu fiquei no Hotel Rio Preguiças e achei que a limpeza do quarto deixou um pouco a desejar. Mas, a localização dele é excelente, fica colado no centro de Barreirinhas, então consegui fazer tudo muito fácil a pé — fica pertinho da avenida beira-rio onde estão os restaurantes mais legais da cidade.

Atins: um vilarejo charmoso

Atins ganhou meu coração todinho! Mais do que lagoas bonitas, o local é um charme ainda intocável. Se você busca uma experiência ainda mais autêntica nos Lençóis Maranhenses, Atins é o lugar perfeito. O local, que é uma vila de pescadores, pertence ao município de Barreirinhas e é preciso pegar um barco até lá.

Onde ficar em Atins nos lençóis maranhenses
Atins tem todo um charme rústico envolvido

Lá, além das lagoas, há ainda praias desertas. Aliás, Atins é conhecida internacionalmente pelo kitesurf, e por isso recebe viajantes do mundo inteiro que vão até lá praticar o esporte.

Durante a minha experiência em Atins, eu só tive contatos com gringos (eram pouquíssimos brasileiros!) e um dos visuais mais bonitos foi ver um monte de kite coloridos desenhando o céu e o mar azul. O trajeto entre Barreirinhas e Atins já é um passeio, que se chama Circuito Praia de Caburé. A Civitatis oferece o Transfer a Atins de lancha, no qual você fará o mesmo passeio que eu fiz, com a vantagem de poder reservar com antecedência e ainda parcelar.

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses?
Os kites colorindo o céu de Atins

É em Atins também que se pode ver a famosa Revoada dos Guarás, fazer o passeio Circuito Canto do Atins e o Circuito Ponta do Mangue. Foi lá que eu tive a experiência de ter uma lagoa só para mim. Como o local exige uma logística maior, menos turistas vão até lá, então as lagoas ficam infinitamente mais vazias!

Barreirinhas, Atins ou Santo Amaro?
Revoada dos Guarás, em Atins

Porém, Atins tem uma estrutura ainda bem rústica, então reserve seu hotel com muita antecedência (e essa dica vale para todas as bases) e saiba que será preciso caminhar bastante por lá ou pagar caro para pegar uma carona com um buggy ou quadriciclo, pois não existem carros em Atins.

Opinião da Malu: eu achei que valeu muito a pena incluir Atins no roteiro, e não só pensando nas lagoas. Se pudesse, inclusive, teria dedicado 1 ou 2 dias a mais lá, porque além das lagoas é possível curtir uma praia estando em Atins. A vibe do vilarejo também é sensacional — me lembrou um misto entre Caraíva e Fernando de Noronha, lugares que ainda guardam seu charme natural.

Onde ficar em Atins

Apesar de Atins ser mais rústico, por atrair muitos viajantes gringos, o local possui hospedagens charmosas e mais sofisticadas (e com preços bem salgados). Lembre-se de checar a localização da sua pousada, assim você já vai preparado para longas caminhadas ou para desembolsar um pouco a mais e pagar pelos trajetos.

Veja mais opções e reserve aqui com antecedência

Eu fiquei na Pousada do Beto, que era bem longe das praias. Como eu fiquei apenas 2 dias em Atins, sendo que um deles eu tinha passeio (e ele incluia o transporte), não achei que a localização foi algo que me prejudicou. E eu adorei a pousada. O Beto e sua família foram extremamente simpáticos conosco, capricharam no café da manhã e foi muito legal poder conversar pessoas que são naturais de Atins!

Santo Amaro: onde ficam as lagoas mais bonitas

Por fim, Santo Amaro que é uma alternativa ainda menos conhecida para explorar os Lençóis Maranhenses. Localizada a cerca de 75 km de Barreirinhas e a 275 km de São Luís, Santo Amaro é o município que fica mais pertinho do Parque Nacional, então os deslocamentos nos passeios são bem rápidos.

De Santo Amaro, saem muitos passeios para os Lençóis, como a Lagoa da Betânia, Lagoa da América, Circuito Andorinhas e Gaivota e Lagoa das Emendadas.

Barreirinhas, Atins ou Santo Amaro?
As lagoas de Santo Amaro são as maiores – e também as mais azuis

Entretanto, Santo Amaro não possui uma boa infraestrutura turística, então pousadas e hotéis são mais escassos. É preciso reservar com bastante antecedência.

Barreirinhas, Atins ou Santo Amaro?
Vista aérea da Lagoa das Emendadas, em Santo Amaro

Opinião da Malu: se você tiver que escolher apenas uma base para conhecer os Lençóis, vá para Santo Amaro. As lagoas da região foram as mais lindas que vi durante a minha viagem — todas com uma tonalidade de azul indescritível. Também tem opções de lagoas para todos os gostos: das mais rasinhas, as mais fundas. Aqui, os passeios são mais tranquilos e o tempo de deslocamento no carro, menor.

Onde ficar em Santo Amaro

A maior dica para reservar sua hospedagem em Santo Amaro é fazer isso com antecedência, porque a disponibilidade não é das maiores. Vá preparado também para encontrar pousadas mais simples.

Veja mais opções e reserve aqui com antecedência

Eu viajei para os Lençóis em agosto de 2023 e acabei fechando minhas hospedagens bem em cima da hora (não faça isso). Em Santo Amaro foi onde eu tive mais dificuldade para encontrar uma boa opção, porque nada estava disponível – literalmente. Acabei alugando uma casa, a Casinha de Sapê e como estava viajando com amigos, acabou que valeu a pena.

Quantos tempo ficar em Barreirinhas, Atins e Santo Amaro

Eu tive 7 dias completos no Parque Nacional (achei o tempo ideal para explorar o destino) e neste outro post te dou todos os detalhes do meu roteiro completo nos Lençóis Maranhenses.

Roteiro resumido de 7 dias nos Lençóis Maranhenses

  • Dia 1: São Luís
  • Dia 2: Barreirinhas (Circuito Lagoa Bonita)
  • Dia 3-4: Atins (Revoada dos Guarás, Circuito Canto do Atins)
  • Dia 5-6-7: Santo Amaro (Lagoa das Américas, Circuito Lagoa das Emendadas, Circuito da Bethânia) 
Roteiro Lençóis Maranhenses | Ideias na Mala
Uma das lagoas do Circuito Canto do Atins

Roteiro resumido de 5 dias nos Lençóis Maranhenses

Se o seu roteiro for mais curto, eu tiraria Barreirinhas da jogada — e passaria por lá apenas para ir até Atins. Gostei tanto do charme de Atins que, com 5 dias, eu ainda incluiria a vila no roteiro.

  • Dia 1: São Luís
  • Dia 2-3: Atins (Revoada dos Guarás, Circuito Canto do Atins)
  • Dia 4-5: Santo Amaro (Lagoa das Américas, Circuito Lagoa das Emendadas, Circuito da Bethânia) 

Roteiro resumido de 3 dias nos Lençóis Maranhenses

E, tendo apenas 3 ou 4 dias (o que eu acho uma pena), eu iria direto para Santo Amaro porque é lá que você terá a melhor experiência das lagoas dos Lençóis

  • Dia 1: São Luís
  • Dia 2-3: Santo Amaro (Lagoa das Américas, Circuito Lagoa das Emendadas, Circuito da Bethânia) 

Dicas para visitar os Lençóis Maranhenses

Agora que você já entendeu as diferenças entre Barreirinhas, Atins e Santo Amaro, vale lembrar alguns outros pontos importantes como, por exemplo, considerar a época certa para a viagem e reservar hotel e passeios com antecedência.

Melhor época para visitar os lençóis maranhenses

O período ideal de visitação dos Lençóis é de junho a agosto, época em que as lagoas estarão cheias, formando as lindas paisagens dos Lençóis Maranhenses. Eu ainda arrisco a dizer que junho e julho são os melhores meses. Eu fui na segunda quinzena de agosto e as lagoas já estavam começando a secar.

Guia Lençóis Maranhenses | Ideias na Mala
Pôr do sol no Circuito Lagoa das Emendadas, em Santo Amaro

E aí, ainda ficou com alguma dúvida sobre os Lençóis Maranhenses? Deixe aqui nos comentários que a gente te ajuda!


Veja também outros destinos no Brasil

Lençóis Maranhenses

Amazônia

Nordeste

Jalapão

Fernando de Noronha

Rota das Emoções


Para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso Instagram!

Avatar
Malu Pinheiro
Apaixonada pelo diálogo e por viagens, levo um pouquinho do lado jornalístico a cada destino que chego. Natureza e praias estão presentes em quase todos meus roteiros - não vivo sem!

Viaje Melhor

Links para você reservar hotéis, comprar seguro viagem com desconto, conferir atrações e passeios incríveis e alugar carro em qualquer lugar do mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *