Basiléia: Como é se hospedar no The Passage

The Passage é um hotel moderninho, fofo e bem localizado na Basiléia, Suíça. Um lugar bacana para quem viaja a trabalho ou para quem quer curtir seus dias na cidade com conforto e cafés da manhã deliciosos. Nesse post dividirei com vocês todos os detalhes da minha experiência no hotel.

De todos os destinos na Suíça, a Basiléia era o único que eu não tinha grandes planos, era minha segunda vez na cidade e decidi incluí-la no roteiro porque uma amiga querida havia acabado de se mudar para lá. E que bom que eu não tinha planos, o dia amanheceu HIPER chuvoso, parece que São Pedro resolveu descontar meus 10 dias de sol em inverno Suíço com um temporal bravo, por sorte o temporal deu uma trégua de 20 minutos no momento que eu pisei na cidade, tempo suficiente para eu chegar no hotel sem tomar uma gota de água na cabeça.

Veja o meu roteiro de 11 dias na Suíça aqui.

O The Passage fica há cerca de 12 minutos a pé da estação de trem central da Basiléia, quem preferir pode pegar o ônibus 30 e descer na primeira parada após a estação (3 ou 4 minutos), o ônibus te deixará exatamente na frente do hotel e do lado certo da rua.

O hotel

O The Passage tem uma fachada moderna branquinha levemente cubista que se destaca dos demais prédios da região. E do lado de dentro, o jeitão moderno está presente tanto na configuração quanto na decoração do Lobby e de todos os ambientes que visitei.

The Passage - Basileia
Lobby do The Passage

Check in & cartão de transporte da cidade

Depois de um check in rápido recebi a chave do quarto e um cartãozinho para utilizar gratuitamente todos os transportes dentro da cidade. Além do ônibus 30 que faz a ligação hotel – estação – hotel, a cidade tem um sistema bem completo de bondinhos elétricos (trams) que te levam para todos os lugares. O hotel fica pertinho do centro da cidade, mas num dia de chuva pegar umas caronas para ir e vir caiu pra lá de bem 😉

O quarto

Meu quarto tinha uma cama King Size branquinha e bem confortável decorada com almofadas roxas e verdes, no alto da cama, e nos mesmos tons das almofadas, uma turma de corredores adesivados na parede trouxe um pouco de alegria e energia para o quarto. A cama tinha criado-mudo de um lado e uma escrivaninha de trabalho do outro. Bem funcional!

The Passage - Basileia
O quarto
The Passage - Basileia
Reparem no banheiro de vidro visto do quarto

E no cantinho do quarto, pertinho da janela haviam uma luminária modernosa que eu adorei e uma cadeira estilosa. Não preciso nem dizer que amei a decoração, preciso ;)?

The Passage - Basileia
Detalhe os corredores

E para fechar o conjunto de móveis do quarto, um armário equipado com máquina de Nespresso, Frigobar recheado com drinks e snacks e um cofre. O quarto tinha um bom tamanho, e o nível de conforto ideal para minha passagem pela cidade.

O banheiro

Do lado oposto à janela, havia um banheiro modernoso todo de vidro e de frente para o quarto. O banheiro tinha azulejos em degradê cinza e estava equipado com produtos L’ocitanne (que eu adoro) o chuveiro era bem espaçoso e fácil de regular.

The Passage - Basileia
Banheiro do The Passage
The Passage - Basileia
Amenidades

O Café da Manhã do The Passage

Como o café da manhã começa às 6:30 e eu teria que pegar meu ônibus rumo ao aeroporto às 6:15, achei que perderia meu último café da manhã Suíço e que teria que comer algo no aeroporto. E não é que a equipe do hotel se ofereceu para tirar o café da manhã mais cedo para mim?

The Passage - Basileia
Lobby do The Passage: é aqui que o café da manhã é servido

Como meu café da manhã foi preparado antes da hora, achei que ganharia algo mais simples, um croissant, uma fruta e algo para beber. Mas não é que a equipe tirou o buffet inteirinho! E que café da manhã caprichado.

The Passage - Basileia
Café da manhã do The Passage: pães & cereais
The Passage - Basileia
Café da manhã do The Passage: frios e frutas

Aproveitei minha última manhã na Suíça para comer Iogurte local, queijos diversos e uma super salada de frutas. Adorei o café da manhã e a gentileza.

Pontos Positivos do Hotel The Passage

  • Quarto prático & confortável: Adorei o quarto e a decoração.
  • Serviço nota 10: Serviço impecável no check-in e durante toda a minha estada no hotel. O café da manhã servido antes da hora foi algo muito legal!
  • Localização: Apesar de não estar pertíssimo da estação de trem, o hotel fica localizado numa região bem legal da cidade, e é bem fácil de chegar de ônibus (que operam desde bem cedo até bem tarde)

[Geralmente cito os pontos positivos, e os pontos negativos de cada hotel, mas no caso no The Passage não houve absolutamente nada ruim. O hotel entregou exatamente o que eu esperava e foi uma escolha perfeita para minha única noite na Basiléia.]

E vale a pena se hospedar no The Passage?

Sem dúvida! Adorei o hotel e recomendo a experiência.

Quanto Custa?

Os preços do The Passage variam bastante conforme o dia da semana. Como a Basiléia é uma cidade que costuma ter um fluxo alto de executivos internacionais durante a semana as diárias custam a partir de 250,00 dólares. Aos sábados e domingos, quando a cidade fica mais vazia, é possível encontrar diárias a partir de 130,00 dólares.

Localização do The Passage

  • Endereço: Steinengraben 51 – Basel | Veja a localização no Google Maps

A Mari ficou hospedada à convite do The Passage

Veja também:

Dicas de hotel na Suíça:

E para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!
[instagram-feed]

Planeje sua viagem

Comentários (1)

Amei o hotel.

Deixe o seu comentário