Coachella: dicas para planejar a viagem e curtir o festival

Quer ir para o Coachella? Você está no lugar certo! Veja passo a passo como planejar sua viagem: como os ingressos são divididos e quais são os valores, como se locomover por lá e quais são as opções de hospedagem. Partiu festival?

O que é o Coachella

O Coachella é um festival de música e arte que acontece todos os anos na Califórnia. A primeira edição aconteceu em 1999 e reuniu mais de 25 mil pessoas. Desde então, o festival mantém o mesmo cenário com icônicas palmeiras, cartazes incríveis, estrutura de primeira e atrações concorridíssimas. O Coachella é um dos festivais de música mais importantes do mundo – todo apreciador da cena alternativa, do rock, do hip-hop e da música eletrônica tem o Coachella como sonho de viagem.

Coachella
Um dos palcos do Coachella | Foto: Ana Carolina Sá

O festival acontece, normalmente, nos dois últimos fins de semana de abril e, ao longo de suas duas décadas de existência, já recebeu Daft Punk, Prince, Radiohead, Madonna e Bob Dylan. A edição de 2018 foi super emblemática e teve como atração principal Beyoncé – o show da cantora aumentou em 75% as visualizações online e se tornou o show de festival mais assistido da história do YouTube. Em 2019, os headliners foram Childish Gambino, Tame Impala, Ariana Grande, Aphex Twin e Janelle Monáe. A edição de 2020 ainda não teve seu line-up divulgado, e esse é um dos pulos do gato do Coachella: quem compra os ingressos no escuro (sem saber o line up) paga um preço mais acessível, e compra sem grandes dificuldades. Nos últimos anos, mais de 200 mil pessoas foram até o deserto da Califórnia para curtir o festival.

Além da música, o evento também é importante para o mundo do arte. O Coachella propõe uma experiência imersiva em instalações artísticas assinadas por nomes importantes do design e da arquitetura. O resultado é muito cantinhos para fotografar e garantir aquele clique é a cara do festival!

Coachella
Palmeiras iluminadas – uma das marcas do Coachella | Foto: Ana Carolina Sá

Onde acontece

O Coachella acontece na cidade de Indio, na Califórnia – uma cidade pequena, com poucos habitantes e sem muita estrutura para o turismo (não há aeroporto e a rede hoteleira deixa a desejar). A melhor opção para quem vai curtir o festival é desembarcar em Los Angeles e, de lá, seguir viagem para Indio, Palm Springs ou Palm Desert (cidades bem próximas do local do evento e que tem uma estrutura hoteleira incrível) – os shuttles oficiais do Coachella partem dessas cidade e de LA.

Veja a localização do Coachella no mapa:

Planejando sua viagem para o Coachella

Quem quer curtir o Coachella e, quem sabe, unir uma viagem aos Estados Unidos, deve se planejar com bastante antecedência. Há quem planeje ir para o festival dois anos antes dele acontecer. Caso seja o seu caso, faça o check-list dos itens abaixo:

  1. Visto americano
  2. Ingresso
  3. Seguro Viagem
  4. Passagem aérea
  5. Transporte
  6. Hospedagem
  7. California além do Coachella

1. Visto americano

Vale lembrar que o Coachella acontece na Califórnia e, caso você nunca tenha ido para os Estados Unidos, vai precisar de um visto americano. O processo tem se tornado cada vez mais burocrático, então é bom dar início o quanto antes. Veja o passo a passo, atualizado em 2019, de como requisitar o visto aqui.

2. Ingresso: Como comprar ingressos para o Coachella?

Parte fundamental para curtir o festival é ter os ingressos na mão, não é mesmo? Como um bom evento, eles são ultra concorridos, então vale planejar toda a sua viagem, toda tim tim por tim tim, mas não fechar nada antes de ter conseguido comprá-los. Você poderá comprar na pré-venda, que acontece normalmente em junho, ou na venda geral, iniciada normalmente em janeiro – três meses antes do evento. Dica: se achar uma boa oportunidade, reserve hotéis que possuam cancelamento gratuito.

Como comprar ingressos para o Coachella?

Comprar o ingresso para o Coachella não é fácil – assim como todo e qualquer show concorrido, por isso planeje toda a sua viagem com muita antecedência, mas não compre passagens e/ou pacotes antes de ter seu ingresso garantido. Neste ano, 2019, os ingressos esgotaram em apenas um dia. Vamos te ajudar a fazer o melhor negócio, vamos lá?

O festival é dividido em dois fins de semana com programação igual. Portanto, a primeira semana é mais concorrida já que todo mundo quer assistir os shows em primeira mão. A segunda semana, normalmente, é menos disputada e tende a ser mais tranquila. Eu, se fosse você, miraria os ingressos dela. Em 2020, o Coachella acontecerá nos fins de semana 10-12 e 17-19 de abril. Vale dizer que não existe como comprar os ingressos para os dias separadamente, eles são para a primeira semana (sexta, sábado e domingo) e segunda (os três dias também). Você tem duas opções para comprar os ingressos:

A) Pré-venda do Coachella

A pré-venda do festival acontece quase um ano antes do evento, normalmente em junho do ano anterior. Para o ano que vem, por exemplo, a pré-venda da primeira semana já esgotou. A pré-venda tem duas características principais. A primeira é que você compra o ingresso no escuro, ou seja, sem saber quais são as atrações do evento. A segunda é que o valor total poderá ser parcelado, normalmente em até sete vezes.

B) Venda geral do Coachella

Os ingressos são postos à venda normalmente em janeiro, cerca de três meses antes do festival. Aqui, não existe parcelamento do valor do ingresso, no entanto já se sabe algumas das atrações do festival.

Vamos aos valores? O ingresso pode ser adquirido neste site, onde existem diferentes pacotes para o festival – incluindo opções com hospedagem e transporte. O ingresso, que vale para os três dias de festival (primeira ou segunda semana), custa U$399. O shuttle, que vale também para três dias, te dá direito a estacionamento gratuito por um dia e, o mais importante, permissão para utilizar qualquer linha de transporte oficial do Coachella, U$75.

O ingresso VIP garante acesso aos estacionamento e áreas privativas do evento e pode ser comprado pela bagatela de U$929. E por aí vai… Ah, vale dizer que se você não conseguir comprar o ingresso no ponto oficial de venda, não desista, ainda pode haver alguns tickets disponíveis nas listas de espera ou em um dos pacotes de passagem e hospedagem com agências. Fique ligado!

3. Seguro viagem 

Apesar de não ser obrigatório para viajantes que desembarcam nos Estados Unidos, o seguro viagem é fundamento para garantir o seu sossego durante sua passagem por aqui – ainda mais em uma aventura no meio do deserto. Opte por um seguro com uma boa cobertura – de eventualidades médicas à bagagem extraviada – e que cubra tudo no ato. Assim você não precisa ficar correndo atrás de reembolso depois.

Indicamos (e usamos) sempre a Seguros Promo, uma empresa brasileira que funciona como uma espécie de comparadora de seguros. Dá para visualizar e comparar as melhores apólices. Aí é só escolher a melhor para você e preparar as malas. Ah, quer um desconto? Clicando aqui e inserindo nosso cupom IDEIASNAMALA5 você ganha 5% de desconto na compra do seu seguro viagem.

Veja também: Como escolher o melhor seguro viagem para a Califórnia?

4. Passagem aérea

A forma mais fácil de se chegar ao Coachella é com um voo até Los Angeles. Palm Spring, a cidade próxima à Indio com maior infra-estrutura, possui um aeroporto caso você queira pegar um avião local, pode ser uma boa opção para quem milhas sobrando ou um budget mais flexível.

5. Transporte: Como chegar ao Coachella

A melhor forma de ir de Los Angeles até Indio é com um carro, que você pode alugar em uma locadora no próprio aeroporto e, depois, adquirir um ticket válido para o estacionamento do evento. O Coachella também fornece um shuttle oficial do evento. Você poderá se deslocar facilmente com ele das cidades próximas, como Palm Springs ou Palm Desert, e também de longas distâncias. São Francisco, San Jose, Oakland, Sacramento, San Diego e Los Angeles estão em sua rota.

Como chegar em Palm Springs?

A forma mais conveniente de chegar a Palm Springs é alugar um carro no aeroporto de Los Angeles (vale falar que as locadoras não ficam dentro de aeroporto, e sim nos arredores, mas a maior parte delas oferece serviço de shuttle gratuito). Para fazer uma comparação dos melhores preços (e pagar em reais com opção de parcelamento sem juros e sem Iof) nós usamos e recomendamos a Rent Cars. Selecione uma locadora conhecida para evitar perrengues na estrada (e garantir carros melhores).

Outra dica importante é: se você tem um cartão de crédito Black, vale checar se ele inclui seguro de automóveis grátis no exterior. Oseguro do cartão funciona bem aqui nos Estados Unidos e te ajuda a economizar uma graninha!

De Los Angeles à Palm Springs são cerca de 2 horas de carro (sem trânsito – no dia do festival vai levar bem mais!) e tem um ótimo Outlet no caminho para quem quiser já chegar fazendo compras.

Não quer alugar carro?

Há também um serviço de shuttle oficial do Coachella e, caso você não esteja de carro, você vai precisar dele. A estrutura do evento é impressionante e, consequentemente, a logística também. O transporte oficial garante locomoção das cidades próximas e, até mesmo, de Los Angeles.

Para 2020, o shuttle custa U$75 e ele permite que você suba e desça do ônibus em qualquer parada de seu trajeto. Já o shuttle para o aeroporto de Los Angeles é U$70 – com ele você tem ida e volta garantida até o LAX e o evento (ou algum hotel parceiro).

6. Hospedagem

Por fim, a hospedagem. E aqui as opções são varias e para todos os bolsos. Dá para optar por um pacote próprio do Coachella com direito à hospedagem quatro estrelas em hotel ou em tendas oficiais dentro da área do evento. Fora dele, você pode escolher hotéis e pousadas das cidades próximas ou área para acampamento em sítios e fazendas. Veja qual faz mais o seu estilo de viagem e, claro, qual o seu budget.

Palm Springs ou Palm Desert são as cidades mais razoáveis caso você opte por se hospedar em um hotel. Se você for do tipo que deseja mais do que tudo uma cama confortável após um dia inteirinho de shows, essa fatalmente deverá ser a sua escolha. De Palm Springs até Indio são 30 minutos de viagem e, de Palm Desert, 18 minutos. Aliás, caso você queira facilitar ainda mais o seu transporte, Palm Spring possui um aeroporto e você poderá conseguir um voo de Los Angeles direto para lá (isso encarece a viagem, mas vale sempre dar uma olhada). Para definir a sua hospedagem, você tem duas opções:

1) Escolher um pacote oficial do Coachella que inclua ingresso e hospedagem. Para 2020, o combo mais barato desta opção inclui dois ingressos para o Coachella, três diárias para duas pessoas em um hotel quatro estrelas e transporte por R$12.519,45.

2) Pesquisar por conta hotéis nas regiões próximas do festival e, por aqui, nós indicamos Palm Springs que possui uma estrutura maior para isso. Ah, se escolher essa opção não esqueça de garantir junto ao ingresso o shuttle até o local ou estacionamento caso esteja de carro. Afinal, não dá para chegar até lá sem isso, o evento é no meio do deserto!

Planejamento é tudo, então se você já estiver pensando em ir curtir o próximo Coachella, vale já ficar de olho nas hospedagens. As com melhores preços esgotam rapidamente – ainda mais com as datas já definidas. Pra te ajudar, fizemos uma pequena seleção de hotéis em Palm Springs:

7. Aproveite para fazer um roadtrip pela Califórnia

Aproveite sua viagem para esticar uns dias e conhecer um pedacinho da Califórnia. Tem muita coisa linda por lá, e se você tiver uns dias sobrando vai fazer uma viagem incrível.

Highway 1 - Big Sur
Viagem de carro pela Califórnia: uma experiência sensacional

Hotéis caprichados – Para curtir o Coachella com estilo!

  • Parker Palm Springs: Este resort luxuoso cinco estrelas está a quatro minutos do aeroporto de Palm Springs. O completo possui três piscinas, um spa e dois restaurantes. Os quartos são climatizados e decorados com itens claros e elegantes. Algumas opções possuem varanda com rede de descanso.
  • The Willows Historic Inn: Ao lado do Museu de Arte de Palm Springs, os quartos deste hotel possuem vista para as Montanhas de San Jacinto – um charme à mais. Também dispõem de sofá nos quartos, que são ultra espaçosos, e banheira de hidromassagem no banheiro.
  • Kimpton Rowan Palm Springs Hotel: No terraço do hotel é possível curtir a piscina com vista para as montanhas e espreguiçadeiras. Os quartos possuem design moderno e elegante – além de tamanho maior do que o normal. Algumas opções possuem banheira de hidromassagem, varanda e paredes de vidro, favorecendo a vista.

Hotéis com bom custo benefício – Nível de conforto legal por um preço razoável

  • Villa Royale: O hotel disponibiliza duas piscinas e até mesmo um spa para relaxar depois de dias intensos. Todos os quartos são decorados com mobiliário clássico, possuem escrivaninha com espelho, frigobar e micro-ondas. Por lá, você terá estacionamento e café da manhã gratuitamente.
  • Avanti Hotel: Banheira de hidromassagem e piscina aberta 24h são grandes atrativos deste hotel. Afinal, já pensou chegar do festival e conseguir relaxar na jacuzzi? Também é possível alugar bicicletas e comodidades para churrasco por lá. Os quartos tem acesso direto à piscina, varanda, micro-ondas e máquina de café.
  • Alcazar Palm Springs: O design do hotel é super moderno e com decoração e paredes em tons claros. Os quartos e banheiros são super espaçosos com cama extragrande, varanda, escrivaninha e sofá para descanso. Além disso, é possível alugar bicicletas e fazer refeições em dois dos restaurantes da propriedade.

Hotéis econômicos -Para quem quer conforto e economia

  • Casa Jr., Mid Century Modern Tiny Home: Excelente opção para economizar. O local oferece pequenas casas modernas e coloridas – já para entrar no clima da Califórnia. Elas acomodam até quatro pessoas confortavelmente, possui cozinha totalmente equipada e varanda com terraço, cadeiras e churrasqueica. Por lá, você poderá se refrescar na piscina ou fazer um churrasco na área comum da propriedade.
  • Skylark Hotel: A 10 minutos do aeroporto de Palm Springs, o hotel disponibiliza estacionamento gratuito, piscina com vista para as montanhas e café da manhã. O quarto é bem espaçoso, possui carpete no chão, frigobar e espaço para fazer café ou chá.
  • Vagabond Inn Palm Springs: Também com café da manhã, piscina e estacionamento incluso, o hotel está à beira de uma grande montanha – o visual é incrível! Os quartos são menores, mas possuem todas as comonidades necessárias para três dias.

E claro que também dá para acampar!

Você pode baratear sua viagem e optar por acampar por lá. O Coachella oferece espaços para tendas por U$102 + taxas. É claro que existem outras opções dentro da área do festival bem mais luxuosas – que não vão baratear em nada sua viagem, rs. No estilo de glamping, a chamada de “Tenda Lake”, inclui dois ingressos para o festival e quatro noites no acampamento especial do evento (inclui já a barraca, colchões e travesseiros) por U$2.224.

Coachella
Área de camping do Coachella | Foto: Lucas Francisco
Coachella
Kombi na área de campings: aqui pode barraca, motorhome ou variações | Foto: Lucas Francisco

Caso vá acampar, tente chegar assim que abrem os portões para garantir uma boa vaga. Quem chega no dia seguinte ficará parado mais longe e terá que enfrentar uma caminhada boa para ir e voltar dos shows.

Coachella
Há quem vá todo equipado | Foto: Lucas Francisco

O querido Lucas Francisco já acampou duas vezes no festival e ele garante que é uma opção incrível tanto no quesito economia (é bem mais barato do que se hospedar em hotel) quanto no quesito conveniência: “Você estará do lado do festival, e pode até voltar para trocar de roupa durante o dia”. Falando em roupa, ele e os amigos capricharam no visual e levaram uma arara com roupas coloridas e pensadinhas para os shows: “Foi quase um Glamping” – ele brinca.

Campings não oficiais

Regiões próximas a Indio oferecem o camping por cerca de U$30 a diária, mas aí você precisa montar toda a logistica de levar barraca e todos os utensílios necessários. Você pode procurar alguns lugares para isso no Hip Camp, site especializado em busca e reserva de acampamentos.

Dicas para aproveitar o Coachella: O que você precisa saber antes de viajar

Nossos queridos primos Ana Carolina Sá Lucas, e Pedro Pain visitaram festival e compartilharam um relato recheado de dicas para tornar a sua experiência no Coachella mais divertida. Aí vão as dicas deles:

1) Sapatos confortáveis: Vá com sapatos confortáveis, por mais que você pegue o shuttle que te deixa relativamente perto do festival você ainda assim anda bastante até chegar na área do festival. Ao final do terceiro dia você vai agradecer por ter optado pelo tênis ou bota sem salto.

2)Bandana para proteger da poeira: “Leve bandanas que você possa fazer de máscara, caso a poeira te incomode muito. Eu não tenho alergia a nada, mas no último dia minha garganta quase fechou” – Dica da Luisa Terrana.

Coachella
Bandana no pescoço | Foto: Lucas Francisco

3) Não leve nada de metal ou câmeras DSLR: No primeiro dia levei minha câmera e quase que tive que deixar na entrada junto com uma garrafinha de metal (essa tive que deixar mesmo). Sinceramente, com o iPhone você já consegue tirar fotos animais!

4) Não se preocupe em levar comida e snacks: eles tem tendas lá dentro de tudo quanto é tipo de comida imaginável (burgers, lobster mac n cheese, sorvete) e elas quebram um super galho e seguram a fome durante o festival.

5) Fique atento aos horários dos shows e confira no mapa a localização de cada um deles: A área do festival é grande e tem palcos que são bem distantes uns dos outros, fora que são vários palcos diferentes (alguns são cobertos e outros não, mas raramente chove lá nessa época). O lineup geralmente sai com uma boa antecedência do começo do festival, então é bom se planejar com antecedência e de preferencia fazer um cronograma pra não perder nenhum show que você queira muito ver.

6) Bebida e direção não combinam: Se você fizer o mesmo esquema que a gente, que alugou um carro e parava no estacionamento do shuttle, a dica é maneirar na bebida. Você pode ser parado pela policia e na Califórnia as leis são bem duras, você pode inclusive ser barrado de entrar nos Estados Unidos se for preso por DUI.

7) Tome muita água: O clima é muito seco e hidratação é muito importante para te manter no pique durante todo o festival

8)Leve casaco: Indio, a cidade onde o festival acontece, é no meio do deserto de Palm Springs, ou seja, as temperaturas são de fato desérticas. À tarde faz muito sol (chegando a bater 40 graus Celsius) e a noite faz frio (pouco mais de 10 graus Celsius). Minha dica é ir com uma roupa fresca (vestido, bermuda e afins) mas levar um casaco ou uma jaqueta pro friozinho da noite. E não esqueça de passar filtro solar antes de sair de casa/hotel, o sol queima mesmo.

 Experiência no Coachella- A viagem do Pedro e da Carol

Chegada em Los Angeles

Chegamos em LA um dia antes do Coachella e nos hospedamos no Mondrian por uma noite e adoramos. Quando chegamos estava tendo uma pool party na piscina do hotel e aproveitamos pra tomar um solzinho e comer no restaurante da piscina, que estava uma delícia. Neste dia jantamos no Norah, um restaurante de comida americana bacaninha que gostamos muito!

Coachella
Pool Party no Hotel Mondrian em Los Angeles

No dia seguinte tomamos um brunch no Gracias Madre, um restaurante de comida mexicana vegana que estava incrível.

Ida para Indio: Saia cedo para evitar um trânsito do cão!

Em seguida começamos a viagem rumo a Indio (a cidade do Coachella), mas fizemos a besteira de sair tarde demais e pegamos 4 horas de transito (ao invés das duas horas de trajeto normal). Para evitar um trânsito do cão, saia cedo, especialmente no dia em que o festival começa (e sim, LA tem um trânsito inferna por natureza, e o fluxo enorme de pessoas indo para Indio piora e muito a viagem.

Troca dos ingressos e ida para o Coachella

Chegamos em Indio e fomos pra casinha no Airbnb que alugamos (segue fotos abaixo). Adoramos, o anfitrião era um amor e deixou a piscina liberada pra gente, o que foi maravilhoso pq estava bem quente. Tivemos só tempo de nos trocar e pegar o carro para ir até o estacionamento de onde o shuttle para o Coachella Valley saía, que de quebra é o mesmo lugar onde você troca os ingressos se você estiver vindo do Brasil e não tiver recebido eles em casa como os americanos. A pulseira vale pelos 3 dias e você também precisa pegar uma segunda pulseira que diz que você é maior de 21 e pode beber.

Nossa experiência no Coachella

Fomos nos três dias do festival e no final do terceiro dia confesso que estávamos mortos, mas vimos algumas das nossas bandas preferidas tipo The XX, The Head and the Heart, Bon Iver, Two Door Cinema Club, Empire of the Sun, Galantis, Father John Misty, entre outros shows que foram inesquecíveis. Lembramos do show do The XX até hoje com muito carinho, tínhamos acabado de ir no show deles no Lollapalooza em SP, mas o clima do festival do Coachella fez essa experiencia ser maravilhosa!

Coachella
Uma das instalações de arte dentro do festival
Coachella
Área de comida e bebida do festival Coachella | Foto: Ana Carolina Sá

Saindo do festival -sempre exaustos – passávamos no Drive Thru do In-N-Out (uma lanchonete de rede Californiana com burgers baratos, rápidos e gostosos) pegávamos um sanduíche e voltávamos para o hotel para dormir cansados e energizados pela música boa.

Coachella
Show do The Head and the Heart, com esse visual do deserto como pano de fundo | Foto: Ana Carolina Sá

O Coachella é um evento de arte e música muito incrível, a energia do lugar é realmente muito especial. Fora que, durante a época, alguns outros eventos acontecem como o Desert X, que conta com obras de arte instaladas no meio do deserto de Palm Springs e é imperdível. Fomos em uma instalação do Phillip K Smith III chamada The Circle of Land and Sky, feita de estacas de espelho em forma circular que rendeu belas fotos.

Coachella
The Circle of Land and Sky

Palm Springs & Joshua Tree National Park

Ficamos na região de Palm Springs os 3 dias do festival, e para não sair de lá sem conhecer a cidade – que é uma graça e bem pequenina – tiramos um dia para passear pelo centrinho e comer no Italiano Kalura Trattoria (124 S Palm Canyon Dr, Palm Springs) recomendado pela Mari no post de Palm Springs , e um outro dia para conhecer o Joshua Tree National Park.

Coachella
Região de Palm Springs | Foto: Ana Carolina Sá

O Joshua Tree é um parque desértico famoso pelas árvores de Joshua (uma árvore super especial e curiosa – cada Joshua cresce de forma ligeiramente diferente compondo esculturas no deserto) e pelas rochas gigantes adoradas pelos alpinistas da região.

Joshua Tree National Park
Passeando pelo Joshua Tree National Park | Foto: Ana Carolina Sá
Coachella
Pedro e Carol no Joshua Tree National Park | Foto: Ana Carolina Sá

Roadtrip pela Califórnia

O Pedro e a Carol aproveitaram a oportunidade para emendar o Coachella em uma super viagem de carro pela Califórnia. Saindo do festival, eles seguiram até San Francisco, e de lá iniciaram uma viagem muito especial pela Highway 1, passando por Big Sur e outros cantinhos incríveis da Califórnia. Road trip + Coachella foram duas pedidas incríveis para tornar a viagem deles inesquecível!

E você, animado para o Coachella?

Já foi ao festival e tem dicas para nossos leitores? Deixe seu comentário!


Viaje sem stress

✅ Reserve seu hotel em Palm Spring

Faça seu seguro de viagens 

Alugue seu carro 


Veja também:

Pertinho do Coachella:

Outros destinos pela Califórnia:

Para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!
[instagram-feed]

Planeje sua viagem

Comentários (3)

ORLANDO BACHESQUE JUNIOR

Olá! Ia fazer minha viagem de motorhome pela California este ano, mas a COVID 19 me fez adiar para Abril/Maio do ano que vem, porém, minha esposa tem muita vontade de ir ao Coachella e eu gostaria de saber se você sabe se é possível ir de Motorhome para o Festival e me “hospedar” nele?

Desde ja, agradeço!

Abs

Oi Orlando,
Dá sim, mas vc precisa fazer reserva do camping quando comprar o ingresso.
Beijos

[…] Springs é uma das bases de quem pretende curtir o Coachella, um dos festivais de música mais legais do […]

Deixe o seu comentário