Mini Road Trip: Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

3
Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

Tá vindo para a Califórnia e quer sair da mesmísse? Aí vai um roteirinho caprichado com uma Mini Road Trip para Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie. Você vai se encantar com as paisagens!

Mini Road Trip: Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

Texto e Imagens: Mila Frohlich

A inspiração

Quando conheci a Mari, e o Idéias na Mala, um dos primeiros posts que li, falava sobre Mammoth Lakes. Fiquei apaixonada de cara e morrendo de vontade de conhecer esse lugar que parecia maravilhoso. Quando descobri que perto de Mammoth ficava o Mono Lake, que eu queria conhecer há anos mas nunca surgia uma oportunidade, eu percebi que tinha que organizar uma viagem que incluísse os dois destinos. Um feriado lindo surgiu em minha vida e, finalmente, organizei uma mini road trip com o marido. E olha, se não fosse tão longe (é uma viagem de quase 6 horas saindo de San Francisco), iriamos mais seguido pra lá.

Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

Hot Creek – Mammoth Lakes

A viagem: nosso roteiro

Roteiro Resumido:

  • Dia 1: San Francisco – Mammoth Lakes (pela US395)
  • Dia 2: Bodie Historical National Park
  • Dia 3: Mammoth Lakes & Mono Lake + Volta para SF pela Tioga Pass

Saímos de San Francisco numa sexta­-feira fim de tarde e voltamos na segunda-­feira seguinte. Fomos pela US 395 e vou te dizer, a estrada já tava valendo o passeio. Coisa boa fazer uma road trip em que o tempo todo que tu olha pro lado, só vê lindeza! Obrigada Califórnia, por ser tão linda!

Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

Paisagens da 395

Ficamos hospedados bem no centro de Mammoth Lakes, e todos os pontos que queríamos visitar eram perto, com excessão de Mono Lake, cerca de 30 minutos do centro de Mammoth Lakes e o Bodie State Historical Park, cerca de 1 hora de Mammoth Lakes.

Bodie Historical National Park

No sábado, os planos eram visitar Bodie State Historical Park e Mono Lake. Mas a chuva não nos deixou fazer muita coisa. São Pedro só segurou a onda por umas horinhas e nos deixou fazer um passeio rápido por Bodie, uma cidade fantasma muito legal. Meu pai ama filmes de velho oeste, então, o tempo todo que estava ali, tava pensando nele e nas centenas de filmes que vimos. E o mais incrível de Bodie, é que ela foi uma cidade mesmo, não é simplesmente um parque que foi construído para entreter.

Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

Bodie State Historic Park

A cidade cresceu em torno do ouro encontrado na região e chegou a ter quase dois mil prédios (entre casas e estabelecimentos) até que começou a declinar e os moradores foram deixando a cidade aos poucos, até não sobrar ninguém. Eles oferecem um tour com guia e um livrinho para quem quiser fazer um tour por conta própria, que foi o que fizemos. Alguns poucos prédios tem entrada liberada, mas mesmo assim valeu a pena, ver aquelas casas e pensar que pessoas realmente viveram lá foi incrível pra mim.

Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

Carro abandonado em Bodie

Bodie State Historic Park

Dica da Estrada:

Eu li alguns reviews sobre Bodie e TODOS falavam que a estrada era horrível e que teríamos que ter muito cuidado. Eu fiquei até com medo e fui perguntar pra Mari a opinião dela. Ela me disse que ter cuidado era importante, porque era uma estrada de chão batido (são aproximadamente 3 milhas assim até a entrada do parque), mas que indo com calma, era super tranquilo. Eu não sei se é porque eu tava esperando o pior, ou se é porque já peguei muita estrada pior pra ir visitar parente no interior do interior (porque eu já sou do interior hahahah), mas achei a estrada bem de boa. Obviamente que um carro 4×4 (que era o que a gente estava usando) é mais aconselhado, mas é super possível com outros carros.

Pitaco da Mari: A estrada não é tão ruim, o problema são as pedras pontudas que rasgam seu pneu sem dó. O Gu dirigiu meio rápido na ida, e quando percebemos estavamos com o pneu completamente rasgado. Na volta paramos na borracharia da cidade e aprendemos que todos os dias aquela estrada fura pelo menos uns 5 pneus. Na dúvida, vale dirigir devagar!

Jantar no The Mogul

Depois de Bodie, a chuva não deu trégua, e voltamos pro nosso hotel. Tinha piscina aquecida e sauna por lá, então descansamos um pouco e aproveitamos o que o hotel tinha a oferecer. Nesse dia, jantamos no The Mogul (1528 Tavern Rd, Mammoth Lakes) um restaurante pequeno, mas delicioso bem pertinho do hotel.

Aconselho vocês a fazerem uma reserva antes, pq muita gente que chegou depois de nós, teve que dar meia volta pois eles não tinham mais mesa disponívelpara aquele dia. Eu pedi a famosa Prime Ribs deles e meu marido pediu uma combinação de steak e lagosta de babar. E pra fechar com chave de ouro, pedi a famosa sobremesa deles, Cinnamon Charlotte, que é uma mistura de cupcake, sorvete e calda de canela. Pensa numa coisa maravilhosa!

Café da manhã no Good Life Cafe

O domingo amanheceu com sol, então tomamos um café da manhã reforçado no Good Life Cafe (126 Old Mammoth Rd) que serve café da manhã tradicional americano, bem gostoso e baratinho e fomos aproveitar o dia.

Passeio por Mammoth Lakes

E gente, só a vista das montanhas que se tem do centro da cidade, já vale o passeio. Que coisa mais maravilhosa! A minha idéia, era ter feito um passeio de bicicleta (ele pode ser feito caminhando ou de carro também) mas, a altitude em Mammoth Lakes me atrapalhou mais do que eu gostaria, e eu não estava conseguindo nem caminhar muito sem ficar sem ar, então tivemos que mudar os planos e passear de carro. Mas o passeio foi lindo igual, fomos parando em todos os lagos pelo caminho para curtir a vista. Passamos por tanto lago bonito que eu já nem lembro todos os nomes, mas a vista do Twin Lakes me marcou e esse nome eu não esqueço mais, foi a foto desse lugar que me fez querer conhecer Mammoth Lakes!

Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

Twin Lakes em Mammoth Lakes

Pitaco da Mari: Concordo com a Mila, a foto do mirante do Twin Lakes é para mim um dos lugares mais lindos da Califórnia, e um motivo para sempre querer voltar. Lindo D+! Para quem aguenta caminhar a dica é subir a trilha do Crystal Lakes e ver todos os lagos do alto. Veja detalhes desse passeio aqui.

Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

Mammoth Lakes

Hot Creek Geological Site

Depois dos lagos, fomos conhecer o Hot Creek Geological Site. Você chega lá de carro, e fica a uns vinte minutos do centro da cidade. Você pode fazer uma trilha um pouco mais longa ou simplesmente estacionar do lado do Hot Creek e caminhar uns 5 minutos até o ponto em que dá pra ver as piscinas de água azul, que parecem de mentira. Descobrimos esse lugar olhando um daqueles livretos de coisas pra se fazer na cidade. Que descoberta! Foi um passeio rápido, mas muito legal!

Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

Hot Creek Geological Site

Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

Mono Lake

De lá, seguimos para Mono Lake. Eu tinha visto algumas fotos lindas do Mono Lake há alguns anos atrás, e tinha muita curiosidade de conhecer o lago. Ele é considerado um dos lagos mais antigos da América do Norte. Infelizmente o meu Google Maps não estava cooperando e não localizou a South Tufa, a parte do lado que tem o Visitor Center e que dizem ser mais legal. Mas, mesmo assim chegamos no lago e conseguimos ver de perto as águas desse lago com alto teor de sal. Fizemos uma caminhada rápida e fomos ver o lago de pertinho. Parecia que eu tava pisando em areia movediça em alguns momentos, deu medinho, mas foi divertido.

Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

Mono Lake

Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

Tufas – formações rochosas de calcário no Mono lake

Earthquake Fault

Uma coisa muito legal dessas viagens de carro, são as mini cidadezinhas fofas que a gente conhece no caminho, então, aproveite a estrada e não só o destino final da viagem. Numa dessas cidadezinhas pelo caminho, paramos para almoçar no Bar­ B­Q, comida boa e baratinha em um boteco super american style de interior. Adorei!

Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

Bar BQ

Depois do almoço, fomos visitar a Earthquake Fault. Foi um passeio bem rápido, mas eu estava bem curiosa pra ver uma fissura gerada por terremotos de pertinho e valeu a pena. Você estaciona super perto e já vê a falha do estacionamento, mas a gente fez questão de caminhar ao redor dela pra curtir bem e fazer umas fotinhos.

Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

Earthquake Fault

Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

Mammoth Mountain

Depois de tudo isso, o sol ainda estava bombando, então resolvemos fazer um passeio de gôndola ($29,00 por pessoa) pra conhecer a Mammoth Mountain. Estava bem frio por lá, e a montanha ainda estava cheia de neve, coisa mais linda. O passeio na gôndola é rapidinho, mas você pode descer e curtir um pouco da neve e da vista maravilhosa do topo da montanha. Não é super barato, custa uns 29 dolares por pessoa, mas e achei que valeu a pena ver as montanhas lá de cima.

Twin Lakes - Mammoth Lakes

Mammoth Mountain

Minaret Road

De noite, fomos dar uma caminhadinha pela Minaret Road, uma ruazinha bem charmosinha em Mammoth Lakes, e jantamos no Campo (6201 Minaret Rd Suite 240), um restaurante italiano maravilhoso. Fiquei com água na boca só de lembrar da massa deliciosa de ragu de coelho que comi lá. Meu marido pediu um fetuccine bolognesa qua estava uma delícia e eu ainda me esbaldei no Caramel Budino, uma sobremesa deliciosa com creme de baunilha, farrofa de Oreo e caramelo. Depois desse dia cheio e de toda essa comida, só nos restava voltar pro hotel e dormir.

Paul Schat’s Bakery

Segunda foi dia de voltar pra casa, pegamos um sanduíche pra comer na Paul Schat’s Bakery (3305 Main St), nós dois pedimos um sanduíche em pão de croissant com presunto, queijo e ovos mexidos. E estava uma delícia! Comemos por ali mesmo no estacionamento e partimos de volta a San Francisco. Mas voltamos por outra estrada, mais maravilhosa ainda que a US 395, a Tioga Pass (que corta o Yosemite Park)

Volta pelo Tioga Pass

E sabe porque ela é mais maravilhosa ainda? Porque ela passa por dentro do Yosemite National Park (meu lugar preferido no mundo até o momento), então foi uma volta muito feliz pra mim hehehe só de entrar no parque, parece que meu humor muda. Tenho um caso de amor muito sério com esse lugar. Já logo no início da estrada, ainda antes de entrarmos no Yosemite, demos de cara com o Tioga Lake, que visual! Sério, podia ter ficado horas ali só apreciando aquela vista. O lago ainda estava meio congelado devido ao frio, foi umas das coisas mais lindas da viagem.

Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie
Depois disso seguimos a estrada, passando por alguns pontos já conhecidos do parque e outros que ainda não conhecíamos. Infelizmente, não tivemos tempo pra parar e fazer uma caminhada pelo Yosemite, porque ainda tinha um longo caminho até San Francisco. Mas só de ter passado por lá, o dia já foi mais feliz.

Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

Mammoth Lakes, Mono Lake e Bodie

Pegamos um super movimento na volta, todo mundo voltando pra casa na mesma hora. Me senti na rodovia indo pra praia em feriado de Ano Novo no Brasil. Obviamente que não foi pra tanto, mas foi cansativo, e ainda tava um calor nunca sentido por moradores de San Francisco. Ainda bem que as estradas aqui são lindas e as horas de estradas sempre valem a pena!

E aí, curtiu as dicas da Mila?

Veja também:

E para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso <a href=”https://instagram.com/ideiasnamala/” target=”_blank”>instagram</a>!

 

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

3 comments

Post a new comment

Veja também

Montalcino

Toscana: um passeio em Montalcino

Provar o Brunelo de Montalcino (um dos vinhos italianos mais gostosos e famosos da Itália) em lóquo foi um dos motivos que nos levaram a essa ...