Volta ao mundo em 48 horas sem sair de Las Vegas

Roteiro de 48 horas em Las Vegas, um lugar onde tudo é possível, inclusive rodar o mundo sem sair da rua principal. Nesse roteiro divertido visitaremos alguns dos principais atrativos da cidade, provarmos culinárias e drinks espalhafatosos e viveremos aventuras radicais. Pronto para uma volta ao mundo em 48 horas?

O avião anuncia os preparativos de pouso enquanto, aos poucos, o deserto cinza-avermelhado se abre, e Las Vegas começa a tomar forma. Casinhas, piscinas bem azuis, e na sequência uma fileira de edifícios em formato pouco convencionais enfileirados ao redor de uma das avenidas mais icônicas dos Estados Unidos: Las Vegas Boulevard, para os íntimos Strip, marca presença na viagem mesmo antes da aterrissagem.

New York New York em Las Vegas
Estátua da Liberdade na Fachada do New York New York

Primeiro surge a torre do The Strat (antigo Stratosphere), a segunda mais alta do hemisfério norte, que além de um observatório abriga um restaurante giratório e um parque de diversões com atrações que desafiam os nervos dos turistas mais corajosos. Ela não vai entrar no nosso roteiro mas merece uma menção honrosa.

Na sequência vem o enorme telão formado pela fachada do Resorts World, um dos hotéis mais novos do pedaço, projetando imagens de altíssima resolução. São 9290,304 metros quadrados de “telão de cinema” maior que um campo de futebol.

O espetáculo contínua: Roda Gigante, Torre Eiffel, Leões dourados e até uma pirâmide. Taí o itinerário da nossa volta ao mundo: Veneza, Londres, Roma, Bellagio, Paris, Nova York, Paris, Singapura e Egito, tudo isso sem sair de Las Vegas.

São 8:00 da manhã quando o avião pousa fabulosa Las Vegas, o apelido não fui eu quem inventei, ele está estampado em letras garrafais na entrada da Strip, a avenida que atravessa a cidade e o ponto focal da nossa volta ao mundo. O letreiro “Bem vindo à fabulosa Las Vegas” é um coringa no roteiro de quem vem à cidade pela primeira vez. E cá entre nós, poucas cidades do mundo tem a audácia de se auto intitular fabulosa, mas o fato é que Las Vegas entrega, e entrega o mundo todo em uma única avenida.

Letreiro de Las Vegas na entrada da Strip
Bem Vindo à Fabulosa Las Vegas

O aeroporto fica coladinho na cidade e por cerca de $20-35 dólares (dependendo do dia, horário e hotel) você estará na porta do hotel. E como Las Vegas e nosso roteiro de volta ao mundo combina com generosas doses alcólicas, não recomendo alugar carro. Use e abuse do Uber/ Lyft e táxis.

Veneza

9:15 AM Chegada no The Venetian

Bem vindo a Veneza, a primeira parada da viagem e um hotel que adoro me hospedar. Os quartos do The Venetian são gigantes, a decoração é inspirada no renascimento e o ambiente é bacana, com excelentes restaurantes e um dos meus complexos de piscinas preferidos de Las Vegas.

Fachada do The Venetian em Las Vegas
Fachada do The Venetian em Las Vegas: Grande Canal, Ponte do Rialto e Campanário

Conhecida por seus canais fotogênicos, Veneza foi uma das cidades mais badaladas do Mediterrâneo e um importante entreposto marítimo. Seu principal marco, a praça de San Marco, concentra alguns dos principais cartões postais da cidade: a ponte dos suspiros, a torre do campanário, o palácio Ducal e a catedral. Todos esses ícones estão estampados na Veneza de Las Vegas. Quer ver?

Quem chega pela Las Vegas Boulevard encontra o campanário, uma réplica da ponte do Rialto, estrategicamente equipada com escada rolante – não deixe se subir nela – e um canal onde gondoleiros uniformizados recebem os turistas para passeios.

O interior ornamentado exibe corredores decorados com colunas de mármore, muitos detalhes dourados e afrescos coloridos no teto. O lobby exibe uma esculturar grandiosa chamada Armillary Sphere, um lembrete do renascimento Veneziano, e um bom lugar para tirar fotos.

Corredor Ornamentado do The Venetian em Las Vegas
Corredor Ornamentado do The Venetian em Las Vegas

Deixe suas malas no guarda-bagagens (luggage storage) e siga direto para o café da manhã, rápido e delicioso para não atrapalhar nossa programação intensa.

Minha sugestão para hoje é a Bouchon Bakery, comandada por Thomas Keller. Escolha seus quitutes (os croissants são DIVINOS) e pegue para levar. Vamos saborear os pãezinhos em frente ao Canal dentro do The Shoppes at The Palazzo, curtindo a cantoria dos barqueiros.

9:45 AM Grande Canal

Todos os dias às 9:45 da manhã e às 4:20 da tarde o Canal do The Venetian ganha um show especial com direito a uma serenata afinadíssima dos gondoleiros.

Enquanto você devora seu café da manhã você vai entrando no clima do espetáculo e se preparando para o passeio de gôndola. A ambientação com céu pintado de nuvens e as pontes típicas deixam o cenário bem especial, com uma foto bem tiradinha, seus amigos vão realmente pensar que você está na Itália.

Passeio de Gôndola no The Venetian em Las Vegas
Gu e Tom curtindo o Passeio de Gôndola no The Venetian

O passeio de gôndola custa $34 por pessoa e dura cerca de 15 minutos com direito a oportunidades fotográficas e duas músicas muito bem cantadas em Italiano.

10:15: Praça de San Marco

Após o passeio é hora de dar um giro na Praça de San Marco (St. Mark’s Square), onde de tempos em tempos acontecem performances gratuitas de músicos e equilibristas que trazem a atmosfera de Veneza para Las Vegas. A praça é o coração do The Shoppes at The Palazzo, um shopping muito agradável para passear.

Piazza de San Marco em Las Vegas
Piazza de San Marco no The Shopps

Londres

11:00 AM Boulevard do The LINQ

Exatos 8 minutos de caminhada separam Veneza de Londres, bem representada pela Boulevard do The LINQ e pela London Eye, quer dizer, High Roller, a divertida roda gigante de Las Vegas.

High Roller a roda gigante de Las Vegas
High Roller a roda gigante de Las Vegas

Recomendo que você faça o trajeto pela Strip, sem cortar caminho, para sentir um pouco da vibe de uma cidade que começa a acordar. Las Vegas muda muito com o com o passar das horas, e viver essa transformação é parte da experiência.

Vamos falar de Londres?

A Boulevard fica entre os hotéis The LINQ e Flamingo, dois hotéis com excelente custo x benefício e muito bem localizados. O visual é dominado pela High Roller, e pelos fios de tirolesa que atravessam a alameda em plena velocidade.

Quer adrenalina?

Comece voando a la Superman na Fly The LINQ, a divertida tirolesa do complexo. A altura equivale a um edifício de 15 andares em uma velocidade de 56 Km por hora.

High Roller e Boulevard do The LINQ em Las Vegas
Boulevard do The LINQ | Foto: Divulgação

Prefere vistas caprichadas de Las Vegas?

Na sequência,dê um giro na High Roller. Nossa London Eye chega a 167 metros de altura, cerca de 32 metros mais alta que sua irmã Londrina e tem uma vantagem que você deveria aproveitar: um bar completo logo na entrada da Roda Gigante. Escolha um drink colorido e embarque no passeio com estilo. Lá do alto você verá todo nosso roteiro em miniatura. Vale comprar os ingressos com antecedência!

High Roller e as vistas incríveis de Las Vegas
Las Vegas vista do alto da High Roller

Dica: embora muita gente prefira fazer esse passeio no pôr do sol, eu prefiro fazer de manhã cedo. As sextas, sábados e domingos a Roda Gigante abre às 9:00 da manhã, e como pouca gente faz o passeio cedo, são boas as chances de você ter uma cabine para chamar de sua.

12:00 Almoço Londrino

Aproveitando a vibe Londrina, tenho duas sugestões para o almoço, ambas comandadas pelo chef-celebridade inglês Gordon Ramsay e bem legais.

Para quem quer algo rápido, gostoso e barato, a dica é o Fish & Chips , no próprio boulevard. A casa é pequenina, tem sempre fila e serve peixes empanados dobradinhas servidos com molho e batata frita. Para comer com a mão e sem medo de ser feliz.

Gordon Ramsay Fish & Chips
Gordon Ramsay Fish & Chips

Para quem quer algo mais caprichado a pedida é o Hell’s Kitchen inspirado no seriado de mesmo nome, que fica do outro lado da rua no jardins do The Caesars (e coincidentemente a próxima parada da nossa volta ao mundo)

A casa tem tocha fumegante na fachada e uma decoração que vai do céu ao inferno na cozinha aberta. A comida é bem gostosa (aviso porém que opções vegetarianas são bem limitadas) e você pode provar pratos clássicos do chef como o bife Wellington e o Sticky Toffee Pudim (receita da avó consagrada por Ramsay), não deixe de pedir um drink, tudo o que bebi por lá é ótimo. Reserve com antecedência

Roma

Basta atravessar a rua para chegar em Roma, o Caesar’s Palace, tem fachada temática com a Fontana de Trevi do lado direito, a fonte é menor que sua prima romana, mas muito bem feitinha. Para fingir costume, jogue uma moeda de costas para a fonte e faça um pedido.

Fachada do Caesar Palace em Las Vegas
Nossa Roma representada pelo Cassar Palace | Foto: Pixabay

Um pouco adiante está o The Colosseum, uma arena que recebe muitos shows ao longo do ano, e que também serve de cenário para fotos.

13:45 The Forum Shops

Após passear pelo jardim siga para o The Forum Shops, uma representação de Roma com vários pontos que merecem ser vistos. Na entrada principal destaca-se a escada rolante em formato de caracol (na época de sua instalação, a primeira do mundo com esse formato) que está rodeada de colunas de mármore avermelhado intercaladas com esculturas de divindades romanas.

The Forum Shoppes em Las Vegas
Interior do The Forum Shops em Las Vegas | Foto: Unsplash

Dê um giro pelo shopping center para apreciar as nuvens do céu que mudam de cor conforme a hora do dia, a bonita fonte de Netuno, e fique de olho no relógio para chegar a fonte Atlantis pouco antes das 14:00

14:00 A queda de Atlantis

De quinta a domingo das 12:00 PM às 20:00, de hora em hora, o The Forum Shops celebra a Queda de Atlantis em sua principal fonte, e você terá a chance de ver a fonte tomando vida e reproduzindo um espetáculo que conta com fogo e água. O show é rápido, e um lembrete básico de onde estamos.

14:30 Drink no Vanderpump

Nossa próxima parada não tem muito a ver com Roma, mas fica lá dentro e é um arraso.

Vamos tomar um drink delicioso no Vanderpump, o jardim de coquetéis de Lisa Vanderpump do “The Housewives of Beverly Hills“, o cenário é lindo, e os drinks bonitos e gostosos. Um merecido descanso após uma manhã caminhando.

Foto de Paris sem sair de Roma

Na saída, vale ir até a pontinha do jardim – sentido Hell’s Kitchen – onde há um terraço com vistas bem legais da Torre Eiffel do Paris Las Vegas. Aproveite o embalo para tirar suas primeiras fotos do ícone parisiense de Vegas.

Torre Eiffel do Paris Las Vegas
Torre Eiffel do Paris Las Vegas vista do Caesar Palace

Bellagio

Continuamos na Itália, mas atravessamos a rua rumo ao Hotel Bellagio, um dos mais imponentes de Las Vegas e que assim como a cidade norte Italiana fica às margens de um lago grandioso.

É nesse lago que acontece, várias vezes ao dia, o show gratuito mais espetacular da cidade: as fontes do Bellagio. São mais de 1200 jatos propulsores de água que dançam em ritmo coreografado sons como “Con te Partiro” de Andrea Bocelli e Sara Brightman, “Viva Las Vegas” de Elvis Presley , “Fly Me to The Moon” de Frank Sinatra “My Heart Will Go On” Celine Dion, “Bad Romance” de Lady Gaga, entre outros. Um espetáculo que merece ser visto todas as vezes que você conseguir durante sua viagem.

Fonte do Bellagio em Las Vegas
Fonte do Bellagio em Las Vegas

Essa é uma dica que já dei no post o que fazer em Las Vegas e que faço questão de repetir aqui. Veja as fontes de dia e de noite, é diferente, é lindo e vale super a pena.

A fonte do Bellagio funciona de segunda à sexta das 15:00 às 20:00 de meia em meia hora, e a cada 15 minutos das 20:00 às 12:00 AM. Aos finais de semana o espetáculo começa às 12:00 PM e segue a mesma lógica.

15:30 Explorando o interior do Bellagio

Entraremos no Bellagio pela porta lateral, um shopping center bem luxuoso, com pé direito alto e lojas de grife, seguiremos para o lado esquerdo atravessando o cassino rumo ao lobby do hotel, onde fica a coloridíssima instalação de vidro Fiori di Colmo, uma das obras que consagrou Dale Chihuly e uma de suas maiores instalações.

Teto do Bellagio por Dale Chihuly
Instalação de Dale Chihuly no teto do Bellagio

São 195 metros quadrados e mais de 2 mil peças únicas feitas de vidro soprado, um espetáculo de cores e de formas.

Nossa jornada Italiana continua com os jardins de inverno do hotel, uma composição grandiosa de flores e árvores transformadas em esculturas. O jardim muda de temas 5 vezes por ano (primavera, verão, outono, inverno e o festival lunar chinês) e vale muito a pena visitar.

Aproveite o embalo para na sequência conhecer a maior fonte de chocolate do mundo que fica do esquerdo do jardim na confeitaria do hotel. A parada é rápida e são grandes as chances de você sair de lá com um chocolate na mão.

Antes de sair do Bellagio quero compartilhar duas experiências gastronômicas que não vão entrar no roteiro, oficial mas que são uma boa pedida para quem quiser incrementar o passeio, ambas comandadas pelo chef Julio Serrano.

Para quem quer algo descolado a pedida é o restaurante LAGO, especializado em pratos italianos pequeninos perfeitos para compartilhar. Peça uma mesa do lado de fora para curtir o show das fontes.

Para um jantar estrelado minha dica é o Picasso. Um menu degustação espetacular ao lado de várias telas originais de Picasso. Uma baita experiência

17:00 Tram rumo ao Park MGM

O Bellagio dá acesso a uma das linhas de Tram de Las Vegas, um trenzinho que conecta o Bellagio ao Park MGM com parada estratégica no Aria. Seguiremos até o Park MGM para fechar a etapa Italiana da viagem em estilo. Proponho um happy hour no Eataly de Las Vegas.

O Tram te deixará dentro do Park MGM e você terá que cruzar o cassino para chegar ao Eataly. A boa notícia para os fãs de Lady Gaga (presente!) de plantão: há uma exibição – Haus of Gaga – curada por ela, com mais de 10 anos em forma de itens e roupas usados pela cantora em suas performances. A visita é gratuita, e é bem legal.

Park MGM (Eataly)

Eataly, o mercadão Italiana mais famoso do mundo tem uma filial – bem legal por sinal – em Las Vegas. A casa é composta por 12 restaurantes diferentes, cada um especializado na gastronomia de um cantinho (ou um tipo de culinária diferente da Itália), e bares que têm tudo a ver com a vibe de Las Vegas.

Como fã de queijos de plantão, geralmente curto meu aperitivo combinando um drink caprichado com uma tábua de queijos e frios. Já o Gu, meu marido, não faz a menor cerimônia em jantar cedo e prefere pedir uma pizza ou uma massa.

O legal do Eataly é que cada um pode escolher o que quiser e todo mundo senta junto na mesa, o clima festeiro Italiano faz parte da celebração. Que delícia de programa!

Nova York

Hora de atravessar o continente rumo Nova York, e a viagem leva apenas 4 minutos caminhada e ainda passa pelo The Park, um espaço ao ar Livre bem gostoso que fica entre o NYNY e a T Mobile Arena, casa do time de Hockey no gelo Golden Knights, palco de shows grandiosos e lutas de UFC.

Vale fazer um mini desvio na caminhada para fotografar a escultura Bliss Dance de Marco Cochrane, que celebra a força feminina em forma de dançarina segura e presente.

 Bliss Dance no The Park em Las Vegas
Vibe do The Park com a dançarina Bliss Dance

19:30 NYNY

Ícones Nova Yorkinos estão espalhados pela fachada do NYNY, um dos hotéis mais jovens e divertidos de Las Vegas e um dos meus preferidos para curtir a noite.

Logo após o The Park você terá a chance de cruzar a ponte Brooklyn, e se continuar a caminhada até a esquina encontrará a Estátua da Liberdade.

Hotel New York em Las Vegas
Fachada do New York New York

Por alí também está o Shake Shack, a lanchonete Nova-iorquina que conquistou os EUA nos últimos anos, e uma pedida gostosa e econômica para comer em Las Vegas.

Gritos vindos do alto indicam que a montanha russa, Big Apple Coaster, está se aproximando, e dependendo do seu grau alcoólico do momento recomendo o rolê. Ela é rápida, divertida e uma lembrança que em Las Vegas tudo é possível.

New York New York e a The Big Apple Coaster
New York New York e a The Big Apple Coaster

A volta custa a partir de $19, quem quiser repeteco paga $10. carrinho saí de dentro do cassino antes de virar um loop completo e dar um twist de 180 graus.

8:00 PM Duelo de Pianos

Na sequência entre no hotel que também tem uma ambientação Nova-Iorquina bem legal e siga para o cassino onde estão o divertido bar irlandês Nine Fine Irish Men, uma ótima opção para comer e beber com os amigos. O show de sapateado irlandês que rola de tempos em tempos deixa todo mundo de boca aberta; e a nossa escolha para hoje o The Bar at Times Square (reserve sua mesa com antecedência, o bar é super disputado, a entrada custa $25 por pessoa) onde acontece o Duelo de Pianos mais sensacional de Las Vegas.

Vá preparado para cantar, dançar e ficar. A casa fecha às 2:00 da manhã aos finais de semana.

Prefere continuar rodando o mundo?

Eu não perderia o Duelo de pianos de jeito nenhum (já fui mais de 5 vezes e adoro), mas se você preferir continuar explorando o mundo, pode atravessar a rua rumo ao Excalibur (castelo colorido com inspiração medieval) e de lá pegar um tram rumo ao Egito.

Luxor em Las Vegas
Esfinge no Luxor em Las Vegas | Foto: Unsplash

Luxor, o hotel em forma de pirâmide, tem uma decoração egípcia, uma reprodução colorida da esfinge e uma exposição que não tem nada a ver com o Egito que estou super afim de ver com artefatos reais encontrados no Titanic.

Deixei a parada no Luxor por último pois ao contrário do resto do roteiro, não considero essencial, mas sem dúvidas vai te render fotos divertidas.

Paris

Saindo do NYNY (ou do Luxor) você pode repetir o trajeto da vinda e pegar um tram para o Bellagio, ou apelar para um Uber e descer no Paris. Ver e fotografar aà Torre Eiffel a noite é sempre um passeio bem legal, e entre às 20:00 e a meia noite, de meia em meia hora, a torre ganha brilhos de luz, assim como sua irmã parisiense.

Torre Eiffel de Las Vegas
Torre Eiffel do Paris Las Vegas iluminada

Nossa passagem por Paris Las Vegas é rápida e o principal objetivo é fotografar a torre, mas se você tiver pique vale dar uma espiada no cassino do Paris Las Vegas, que tem uma cenografia interessante com pés da torre, decoração típica e as atendentes do cassino usando um traje no estilo cabaré.

Dá para subir na Torre Eiffel de Las Vegas?

Sim, é possível subir na torre. Há um observatório e um restaurante lá no topo, mas sinceramente há experiências gastronômicas mais interessantes na cidade, e as vistas da torre perdem para a Roda Gigante do The LINQ. Neste roteiro, iremos passar.

O jantar francês não faz parte do roteiro, mas quero dar suas dicas autênticas e deliciosas para quem tiver mais de 48 horas para dar a volta ao mundo. Para um jantar estrelado recomendo o Guy Savoy, que fica no Caesars Palace e tem vistas privilegiadas para a Torrei Eiffel. O menu degustação harmonizado com bebida custa $595 por pessoa e é um arraso do início ao fim. Para um brunch, almoço ou jantar casual a dica é o bistrô Francês Mon Ami Gabi, no próprio Paris, tanto a ambientação parisiense quanto a comida valem a pena.


Dia 2

Wynn

Começaremos o dia explorando o Wynn e seu irmão Encore dois hotéis que não tem uma temática de um país específico mas que representam de forma ímpar, toda extravagância de Las Vegas com uma pitada de luxo. Seu criador Stephen Wynn também projetou outros hotéis de Las Vegas, como o Mirage e o Bellagio.

Carrossel de flores no jardim do Wynn em Las Vegas
Carrossel de flores no jardim do Wynn em Las Vegas

10:00: Passeio pelo Wynn

Wynn é um hotel que vale a pena visitar de dia e voltar a noite e suas atrações incluem uma fonte dançante, uma cachoeira artificial que rende fotos legais, e dois jardins internos muito bonitos com esculturas feitas de flores vivas. Os corredores ornamentados com mosaicos coloridos de flores ou borboletas indicam se você está no Wynn ou se já chegou no Encore. O pé direito é alto, a iluminação é bem clara, o que torna o passeio sempre agradável.

Há vários lugares legais para tomar café da manhã no complexo, um dos meus preferidos é o Tableau (reserve com antecedência), um restaurante bem colorido, com decoração de bom gosto e uma área externa agradável de frente para a piscina. A comida é deliciosa.

Outra alternativa bem tradicional, é o Buffet do Wynn, um dos buffets que mais gosto em toda a cidade. A variedade e a qualidade da comida são ótimos, e não dá para negar que buffets tem tudo a ver com a essência de Vegas.

Para quem quiser voltar à noite, minha dica é tomar um drink na varanda do Parasol (que também tem um decoração bem legal) e conferir o show, Lake of Dreams que acontece de meia em meia hora. A casa não aceita reservas e é bem disputada, portanto, chegue cedo.

Singapura

12:30 Resorts World

Nossa próxima parada é o Resorts World, um hotel novíssimo, super moderno e que apesar de não ter uma temática definida me transportou direto para Singapura. Para chegar nele recomendo um Uber.

Quem chega pelo shopping é recepcionado por um globo gigante com projeções que mudam de tempos em tempos e vão das folhagens de uma floresta misteriosa a um enorme smiley face. Intrigante.

Globo gigante do Resorts World em Las Vegas

Na sequência aparece o casino, bem iluminado e muito arejado. Uma experiência de jogo diferente dos cassinos tradicionais. O hotel também é casa da balada Zouk originário de Singapura e um dos night clubs mais famosos do mundo.

E para fechar minha experiência preferida, uma praça de alimentação inspirada nos mercados do Sudeste Asiático, colorida, vibrante e recheada de boas opções para comer. Taí minha pedida preferida de Las Vegas para comer com um bom custo x benefício.

Praça de alimentação do Resorts World em Las Vegas
Praça de alimentação do Resorts World em Las Vegas

Alguns dos cantinhos que provei e adorei são o Geylang Claypot Rice (culinária de Singapura), no restaurante de Noodles e Dumplings Ah Chun Shandong Dumpling (de Xangai), e no japonês Nori Bar. Adorei todos eles.

Tarde na piscina

14:00 Complexo de piscinas do The Venetian

Um dos motivos que me fez escolher o The Venetian para nossa volta ao mundo foi o complexo de piscinas super caprichado. Depois de andar pelos 4 cantos do mundo você merece umas horinhas de descanso, acompanhado de bons drinks.

Minha recomendação é o drink de melancia, que é super refrescante e vem com uma fatia caprichada de melancia no copo. Mas não subestime o danado, 2 ou 3 deles tem o potencial de te fazer dançar sem música. Pegue uma espreguiçadeira para chamar de sua e se esbalde nas piscinas.

Area 15 (Uma galáxia distante)

18:00 Area 15

A conexão de Las Vegas com a vida extraterrestre não é novidade, a cidade é o ponto de início para explorar a Extraterrestrial Highway, uma viagem que passa bem pertinho do Nevada Test and Training Range, mais conhecido pela infame Area 51 e seus mistérios extraterrestres.

Pensando nisso, adicionei uma pitada extraterrestre no roteiro, sem precisar sair de Las Vegas. A pedida é o Area 15, um distrito de experiências imersivas diferente de tudo o que você já viu e viveu.

Area 15 em Las Vegas: algo de outro planeta
Interior do Area 15: algo de outro planeta

Comece pelo pátio recheado de esculturas de festivais de músicas, todas enormes e uma mais legal que a outra. Destaque para a coruja colorida e para a versão cobreada do fabuloso letreiro de Las Vegas. As boas fotos não param por aí.

Entrando no pavilhão você será recebido por uma caveira psicodélica, música de balada e muitos tons de neon, quem curte brilhar pode aproveitar a deixa para abusar nos acessórios iluminados.

Placa de Las Vegas no Area 15
Uma das instalações do Area 15 em Las Vegas

Lá dentro há uma série de ativações (reserve com antecedência) que merecem ser visitados, e entre uma ativação e outra vale tomar um drink no Oddwood, o bar da árvore de Neon que fica no centro do complexo, e é muito linda.

Omega Mart

Quem viaja em grupo, tem um inglês legal e topa se aventurar em um enigma vai curtir o Omega Mart, uma chance de descobrir portais secretos, descer em escorregadores gigantes (vá de calça e tênis!) e beber em um excelente bar secreto. Reserve 3-4 horas para essa experiência.

Omega Mart em Las Vegas
Escorregadores do Omega Mart em Las Vegas

Wink World

20 minutos de experiência com muitas cores, sons e uma explosão de movimentos. Saí de lá cheia de energia e pronta para criar. É muito legal.

Wink World em Las Vegas
Wink World: uma experiência visual absolutamente surreal

Lost Spirit Distillery

Apelidada como a Willy Wonka das destilarias, essa experiência de degustação de rum inclui salas mirabolantes com ambientação bem pensada e muitos efeitos visuais. A experiência dura pelo menos 90 minutos e precisa ser reservada com antecedência.

Cosmopolitan

21:30 – Jantar especial

Depois de algumas horas fora do planeta, que tal voltar a Las Vegas para um jantar final?

Minha sugestão é o Cosmopolitan, que tem dois restaurantes asiáticos (ambos precisam ser reservados com antecedência) que AMO. O japonês Zuma – peça o menu degustação, é espetacular; e o contemporâneo Momofuku, que tem um menu que está sempre mudando e apresenta um fusion bem interessantes entre as culinárias americana, japonesa e coreana.

Após o jantar você pode curtir alguns drinks no hotel, ou retornar para o conforto do seu quarto gigante em Veneza.

Seguro de viagem para Las Vegas

Quando o assunto é Las Vegas e antecedência, posso deixar de falar seguro viagens. O seguro viagem não é obrigatório para quem viaja nos EUA, mas eu não viajaria sem. Especialmente para Las Vegas que é uma cidade com temperaturas extremas, atividades radicais e (possivelmente) altas quantidades de álcool envolvidas. O que um bom seguro de viagens cobre:

  • Atrasos de voo;
  • Extravio de mala;
  • Despesas médicas e hospitalares
  • Voo de emergência (pra quando der tudo errado);
  • E muito mais

Veja também: como escolher um seguro viagem para os Estados Unidos

Nós usamos e recomendamos a Seguros Promo, uma empresa brasileira que funciona como um comparador de seguros, buscando os melhores custos x benefícios do mercado sem abrir mão de uma cobertura excelente!

Quer um desconto?!
Insira o código IDEIASNAMALA5 e ganhe até 10% de desconto na compra do seu seguro viagem!

Faça já sua cotação!

E aí, curtiu nossa volta ao mundo?

Veja também:

mari vidigal
mari vidigal
Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

Viaje Melhor

Links para você reservar hotéis, comprar seguro viagem com desconto, conferir atrações e passeios incríveis e alugar carro em qualquer lugar do mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.