Bate e volta desde Las Vegas: 9 opções incríveis

Você sabia que, além dos hotéis extravagantes e cassinos caprichados, Las Vegas é um destino espetacular para explorar os desertos de Nevada, Arizona e Utah? Neste post reuni 9 opções incríveis e super viáveis de bate e volta saindo de Las Vegas, parques maravilhosos, represas e até uma montanha!

Melhores bate e voltas saindo de Las Vegas

Sim, Las Vegas é uma viagem sensacional e você deve dedicar no mínimo quatro noites para explorar todos os pontos turísticos do destino. Mas, com mais tempo, você pode aproveitar a viagem para conhecer cidades próximas que são tão incríveis quanto. Com mais 2 dias, por exemplo, já é possível explorar a região do Grand Canyon.

Separei neste texto, 9 opções de lugares próximos a Las Vegas para conhecer. Veja qual (ou quais) te brilha mais os olhos, abra o calendário das suas férias, o mapa e inclua no roteiro!

Para facilitar, fizemos um menu clicável com todo o conteúdo que você vai encontrar neste post. Se quiser, basta clicar nos itens abaixo para ir direto ao ponto. Também listamos os passeios em ordem de distância a partir de Las Vegas. Sem mais delongas, vamos nessa?

Bate e volta desde Las Vegas no mapa

Veja os 9 bate e voltas sugeridos neste post no mapinha abaixo! Olhando assim fica fácil perceber que Las Vegas é rodeada por desertos incríveis e que há possibilidades para todos os lados!

Distâncias de Las Vegas

  • Red Rock Canyon: 34 Km – cerca de 27 minutos de distância
  • Lake Mead: 52 Km – cerca de 39 minutos de distância
  • Hoover Dam: 54 Km – cerca de 44 minutos de distância
  • Mt. Charleston: 63 Km – cerca de 45 minutos de distância
  • Valley of Fire State Park: 77 Km – cerca de 45 minutos de distância
  • Rota 66 (Kingman e Hackaberry): 172 Km – cerca de 1h e 40 minutos de distância
  • Grand Canyon West Rim: 197 Km – cerca de 2h e 10 minutos de distância
  • Death Valley National Park: 229 Km- cerca de 2h e 10 minutos de distância
  • Zion National Park: 258 Km – cerca de 2h e 36 minutos de distância

1. Red Rock Canyon

Bem pertinho de Las Vegas, o Red Rock Canyon é uma National Conservation Area – aliás, ele foi a primeira área e conservação do estado de Nevada. Isto quer dizer, paisagens incríveis e destino certeiro para os amantes de trilhas.

bate e volta Las Vegas
Red Rock Canyon | Foto: Wikimedia Commons

Lá, é possível percorrer uma trilha de 20km de carro ou bicicleta e admirar o cenário de pedras avermelhadas. É uma estrada que percorre toda a área em uma espécie de contorno. Faça todo o trajeto e pare em alguns mirantes, ou “view points”, para fotografar.

Para entrar no parque é necessário comprar um passe válido por um dia que custa $15 por carro.

2. Lake Mead

O Lake Mead é o maior lago artificial dos Estados Unidos e foi criado pela água represada do Rio Colorado para formar o Hoover Dam. O lago possui alguns pontos onde o nado é permitido, mas esteja ciente que não existem salva-vidas no parque.

Lake Mead - bate e volta de Las Vegas
Lake Mead visto do alto do helicóptero

A Boulder Swim Beach fica localizada na borda sudoeste do lago e é a melhor opção para curtir as águas do lago (barcos e lanchas não são permitidos aqui). A Kayak Beach também fica na borda sudoeste e lá é possível alugar equipamentos salva-vida e embarcações são permitidas. A PWC Beach também é uma pedida bacana e fica próxima ao porto de Hemenway, sendo ideal para quem pretende alugar um jet ski, por exemplo.

O lago possui diversos atrativos para quem curte atividades aquáticas, como pesca, caiaque e passeio de barco. Inclusive, ele é considerado um dos principais lagos de agua doce do mundo para mergulho.

Para entrar no Lake Mead é possível comprar um passe diário que custa $25 por veículo.

3. Hoover Dam

O Hoover Dam é uma das grandes obras da engenharia moderna, uma usina hidro-elétrica imensa, com direito a uma barragem impressionante e uma ponte linda, construída as margens do Rio Colorado bem na divisa entre os estados de Nevada e Arizona. A entrada na represa é grátis, porém controlada e durante a visita você poderá ver de pertinho e entender um pouco do funcionamento deste elefante branco que é um dos grandes responsáveis pelo desenvolvimento econômico da região.

Bate e volta de Las Vegas: Hoover Dam
Torres de geração de energia no Hoover Dam. Um bate e volta bem legal para quem sai de Las Vegas

Você pode visitar o Hoover Dam por conta própria, ou fazer um dos muitos tours que saem de Las Vegas (alguns deles incluem até passeio de barco pelo Lago Mead). Toda a área externa to Hoover Dam é aberta para visitas e grátis, as áreas internas (centro de visitantes) e tours pela usina de produção de energia são pagos.

O Hoover Dam é um passeio super interessante com direito a um visual lindo e muitas oportunidades fotográficas. E é tão pertinho de Las Vegas que dá fácil para combinar com um passeio pelo Lago Mead ou uma tarde de compras nos outlets da região.

Destaques do passeio:

  • Nevada and Arizona Spillways (túneis que guiam a passagem da água)
  • Nevada Intake Towers (Torres de energia)
  • O Topo da Barragem
  • Cruzar a Ponte Mike O’Callaghan-Pat Tillman pela plataforma de pedestres

Dica: quem faz o passeio Grand Canyon de helicóptero vai sobrevoar o Hoover Dam e ter vistas espetaculares da região

Passeio de helicóptero no Grand Canyon saindo de Las Vegas
Hoover Dam visto do alto do helicóptero

4. Mt. Charleston

Mt. Charleston é a montanha mais alta de Nevada e possui 4.000 metros de altura. No inverno (entre final de novembro e início de abril), ela se torna um destino perfeito para os amantes de ski e abriga uma famosa estação. Quem diria que é possível esquiar tão pertinho de Las Vegas. Não é mesmo?

bate e volta las vegas
Foto: Spring Mountains National Recreation Area/Reprodução

A Mount Charleston é um completo que, além das pistas de ski e snowboard, tem trilhas, restaurantes e um hotel.

5. Valley of Fire State Park

Meu parque preferido de Nevada, o Valley of Fire entrega visual digno de parque nacional a 77Km de Las Vegas!

Valley of Fire, um bate e volta incrível a partir de Las Vegas
The Wave of Fire no Valley of Fire

Por lá você encontrará um menu diverso de trilhas com pinturas rupestres (petróglifos), árvores petrificadas, montanhas avermelhadas, rochas multi-coloridas e até um slot canyon. A trilha mais popular se chama The Fire Wave (2,4 Km), mas eu também amei o visual da White Domes (2 Km).

Minha dica é chegar bem cedinho (mesmo porque em boa parte do ano esquenta bastante por lá) e curtir pelo menos um par de trilhas. Leve águas e um lanchinho, o parque não tem nenhuma estrutura além de um pequeno centro de visitantes que fica logo na entrada.

Nós passamos o dia todinho por lá e não nos arrependemos. Que lugar!

6. Rota 66 (Kingman e Hackaberry)

Quem nunca sonhou em percorrer a lendária Rota 66? A boa noticia é que tem um pedacinho bem legal dela que fica relativamente perto de Las Vegas e que dá fácil para combinar com Lake Mead, Hoover Dam ou com o Grand Canyon West. Minha dica para quem quer fazer muitas paradas em 1 dia é escolher os lugares mais importantes e priorizar. Olhando no mapa tudo parece pertinho, mas na vida real as paradas levam tempo. E melhor fazer menos coisa com mais qualidade do que passar horas no carro para não ver nada. certo?

Minha dica é seguir até Kingman explorar o centrinho da cidade onde há um centro de visitantes bem legal, uma lanchonete super típica da rota e parque de trens antigos super fotogênico, e de lá tocar pela rota 66 ( o GPS vai sempre tentar te tirar da estrada, então você terá que ser meio [email protected]) até a Hackaberry General Store, um dos ícones da Rota no Arizona e um lugar que você vai amar visitar.

A rota continua rumo Selligman e Williams, mas se sua intenção é voltar para Las Vegas neste dia, melhor retornar agora.

Rota 66 - Bate e volta de Las Vegas
Hackaberry General Store – Rota 66 – Trecho do Arizona

7. Grand Canyon West

Se você não tem uma ou duas noites para visitar o Grand Canyon National Park, minha dica é optar pelo Grand Canyon West, a porção indígena do Grand Canyon e onde fica o Skywalk. Cá entre nós, a parte mais sem graça do parque. Pule essa parte e invista a maior parte do seu tempo no Guano Point (foto abaixo) que é realmente lindo.

Grand Canyon West a partir de Las Vegas
Grand Canyon West, a porção do rand Canyon mais perto de Las Vegas

Você pode fazer o passeio para o Grand Canyon West por conta própria alugando um carro, contratar um tour individual ou coletivo (há grupos pequenos e ônibus) ou ainda fazer o incrível passeio de helicóptero saindo de Las Vegas (veja preços aqui).

Eu confesso que tinha muito pé atrás com o Grand Canyon West até conhecer o Guano Point, achava que depois de conhecer a borda sul e a norte que o Grand Canyon West seria super sem graça, e não é que mudei de opinião? Hoje acho que a alternativa de carro saindo de Las Vegas é uma pedida bem legal de bate e volta para quem não tem tempo de explorar a borda sul, e antes que você me pergunte, não recomendo o bate volta a a borda sul do Grand Canyon de jeito nenhum! É MUITA estrada para pouco tempo de parque. Sabe quando a conta realmente não fecha?

Minha dica para quem quer fazer este passeio é ir cedinho para o Grand Canyon West para chegar antes das excursões que fazem várias paradas no caminho e na volta percorrer um trechinho da Rota 66 e parar no Hoover Dam. Reserve pelo menos 3 horas inteiras para visitar o parque, leve chapéu e protetor solar.

Vou recomendar 3 tours que eu gosto bastante: tour de ônibus (é o mais econômico e ele vai direto ao Grand Canyon West, deixando o Hoover Dam para a volta. Assim, você chega bem cedinho no Canyon e pega o local mais vazio); tour de hummer (esse é mais completo: faz paradas no Hoover Dam, passa por um trechinho bem especial da Rota 66, dedica três horas completas ao Grand Canyon West e ainda fecha o passeio com uma vista off road por uma floresta de Joshuas) e Jipe + Barco + Helicóptero (para quem tem mais budget e tempo).

8. Death Valley National Park

Como pode um lugar tão perto de Las Vegas ser tão pouco conhecido pelos brasileiros? Essa foi minha primeira impressão quando visitei o Death Valley National Park pela primeira vez e fiquei encantada com a grandiosidade do parque, com as cores do deserto e com a multiplicidade de contrastes. Beira o surreal!

1 dia é pouco para explorar o parque, mas já é um excelente começo. Minha dica é iniciar pelo Zabriskie Point (um dos cantinhos mais disputados durante o nascer e o pôr do sol), seguir rumo ao ponto mais alto do parque o Dante’s View (de lá você verá o ponto mais alto dos EUA continental e o ponto mais baixo juntos), e em seguida tocar para o Bad Water Basin (o ponto mais baixo dos EUA).

Sobrou tempo? Ainda dá para explorar as montanhas coloridas do Painted Desert!

Death Valley saindo de Las Vegas
Zabriskie Point no Death Valley, um destino que combina com Mammoth Lakes

9. Zion National Park

Pessoalmente acho um bate e volta um tanto quanto corrido para o Zion Nation Park, o lugar é tão fabuloso que já fomos três vezes e na última visita passamos uma semana todinha por lá. Mas para quem topa dias intensos, desses que começam bem cedo e terminam bem tarde e topa duas pernadas de 2 horas e pouco cada, acho o bate e volta lindo, viável e inesquecível.

Bate e volta para o Zion Saindo de Las Vegas
Canyon Overlook no Zion National Park

E sim, é muito mais razoável ir até o Zion e voltar no mesmo dia do que fazer o bate e volta maluco a borda sul do Grand Canyon (já falei que não recomendo, né?!)

Mas o que o Zion tem de tão especial? O privilégio de caminhar dentro de um Canyon avermelhado recortado pelas águas cristalinas do Rio Virgin.

As trilhas mais populares do parque são a Angel’s Landing (8 Km), uma subida curta porém íngreme e intensa rumo ao topo do Canyon, e a The Narrows (de 6 a 15 Km), uma trilha dentro do rio Virgin que é pura poesia.

Para quem quer algo bem mais fácil porém com vistas arrasadoras minhas dica é a Canyon Overlook, uma trilha de 1,6Km com vistas espetaculares do Canyon.

Dicas para alugar um carro

Dentro de Las Vegas, você não vai precisar alugar um carro. Lá, o uber funciona muito bem e, além dele, você tem mais três opções: o Monorail (que conecta boa parte dos hotéis do lado direito da Strip ao centro de Las Vegas), Tram (a principal linha de tram liga o Bellagio, Aria e Park MGM e esse é o meu miolinho preferido de Vegas) e o RTC (ônibus que cruzam a Strip de ponta a ponta).

Agora, para conhecer destinos próximos de Las Vegas, alugar um carro é necessário. Nas minhas últimas duas viagens a cidade aluguei carro pela Rentcars e consegui uma tarifa bem melhor do que a da locadora.

Para fazer um bom negócio, escolha sempre uma locadora conhecida, verifique a cobertura de seguro do seu cartão black (o meu, por exemplo, oferece seguro grátis para viagens internacionais ) e atente-se ao ponto de retirada do carro (cuidado para não cair na pegadinha de uma locadora que cobra bem mais barato, mas que fica muito mais longe).

E, por último, compare os preços! Eu sempre comparo os preços da Rentcars com os da locadora para ter certeza que estou fazendo um bom negócio. O site fornece um ótimo custo benefício e aceita pagamento parcelado e sem juros.

Seguro viagem em Las Vegas

Nada de cair em furada em uma viagem dessas, hein? Apesar de não ser obrigatório nos Estados Unidos, o seguro viagem pode te salvar de muitas roubadas, como um extravio de bagagem, alguma emergência hospitalar e cancelamento de voo.

Por aqui, indico o site da Seguros Promo, uma empresa brasileira que funciona como um comparador de seguros, buscando os melhores custos benefícios do mercado sem abrir mão de uma cobertura excelente!

Quer um desconto?
Insira o código IDEIASNAMALA5 e ganhe até 10% de desconto na compra do seu seguro viagem!

Gostou das nossas dicas para conhecer destinos próximos de Las Vegas? Ficou com alguma dúvida? Deixe nos comentários!


Veja também:


Para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!

Planeje sua viagem

Deixe o seu comentário