O que fazer em Cairns na Austrália

Saiba o que fazer em Cairns, a cidade da Grande Barreira de Corais na Austrália. Neste post divido com vocês algumas dicas para fazer além do mergulho. Pronto para desbravar a cidade?

Ao contrario do que mostram os guias de viagem, Cairns não é uma cidade nada charmosa. Com uma economia dividida entre o turismo e a produção de cana de açúcar, se não fosse a proximidade estratégica da barreira de corais, sou capaz de dizer que Cairns seria só mais uma cidade Australiana. Nessa hora você deve estar pensando, poxa e as praias? Esse é o segundo problema, as praias de Cairns são habitadas por um tipo de água viva super letal chamado “Box Gelly Fish”, o contato com este monstrinho mata em poucas horas, mas caso você tenha a sorte de encontrar algum lugar livre das águas vivas, muito possivelmente encontrará o nada simpático Crocodilo de água salgada, um bicho tão bonzinho que é capaz de te engolir vivo em poucos segundos.

Com tanta concorrência pelas praias de Cairns, o jeito foi construir uma praia artificial no centro na cidade, pertinho da Esplanada. Com águas mornas e salva vidas de plantão, a Lagoon é uma das paradas mais agradáveis da cidade, que apesar de nada bela se mostrou super simpática.

 

Além de nadar e relaxar na Esplanada, outra opção de programa é curtir um dos mil barzinhos ao redor da Esplanada, que bombam 24 horas por dia.

A noite o Rattle N’ Hum, um barzinho mega animado e com muitas opções de drinks é um boa opção para um esquenta, e a poucos passos dalí a balada mais agitada da cidade o The Woolshed, com uma programação diferente a cada dia da semana, por exemplo, as quartas feiras tem o concurso da garota de camiseta molhada, e os homens aparentemente piram com essa coisa bizarra com cara de programa do Gugu. Essa é uma balada que tem de tudo, tem gringo, tem Australiano e não tem hora para acabar.

Como todas as outras cidades Australiana, Cairns é um convite ao esporte ao ar livre, a cidade tem pista de Cooper, pista de bicicleta, n quadras de voley, aulas de hidroginástica na Lagoa artificial, Yoga ao ar livre, mas se você realmente quiser nadar no mar, pode pegar um passeio a uma das ilhas próximas (tem várias opções, a Green Island e a fitzroy island são as mais próximas da cidade a mais ou menos 35 minutos de barco). Nessas ilhas você não vai precisar se preocupar com crocodilos e nem com águas vivas, as tartarugas marinhas que se alimentam das águas vivas vão cuidar e muito bem da sua proteção, e você poderá passar o dia todo curtindo a praia e/ou fazendo snorkel pela barreira de corais.

Para quem curte andar de bicicleta, outra opção é alugar uma bici e sair pedalando. Tem n opções de passeios para todos os gostos, tudo depende do seu preparo físico. As meninas do meu hostel optaram por um passeio de 15km até uma linda cachoeira e disseram que vale super a pena.

Fazer um bate-e-volta para a Floresta Tropical

Voltando a falar de turismo, além da Barreira de Corais, Cairns tem a floresta tropical (Rain Forest) que tem uma vegetação bem parecida com a da nossa Amazônia – biólogos de plantão, se eu falar alguma besteira, por favor me corrijam!

Visitar a floresta é um passeio super popular entre os gringos, e de quebra tem a particularidade Australiana que faz a opção valer a pena: em um determinado ponto a floresta se encontrar com a barreira de corais. Tem várias opções de passeios para a floresta e uma delas é Dain Tree + Cape Tribulation. Em um próximo post prometo falar bastante desse passeio. O contra é que dificilmente você encontrará algum passeio por menos de 100 dólares. Como Cairns é uma cidade que vive essencialmente de turismo, tudo alí é super caro, e quase tudo tem dois zeros atrás.

Fazer esportes radicais

Além da barreira de corais e da floresta tropical, Cairns é um prato cheio para os aventureiros de plantão, pensando em aventuras dá para escolher o que você quiser e sonhar, desde de salto de pára-quedas (dizem que é lindo por que além do visual floresta de Cairns, dá para ver a barreira de corais lá do alto), salto de Bunge jump, Rafting, Jet Boat, cavalgadas e por ai vai. Com exceção ao Bunge Jump, Jet Boat e o pára-quedas, que são passeios rápidos, planeje um dia inteiro para cada uma das outras atividades. E como todo passeio em Cairns tem dois zeros,  não planeje pagar menos de 100 pilas em cada um deles.

Se além de Austrália, você também vai para a Nova Zelândia, recomendo que você segure sua ansiedade e faça todos essas aventuras lá. Quer dois bons motivos para isso?

A) Nova Zelândia é a terra do esporte radical e esse clima com certeza vai te inspirar;

B)  100 dólares Neozelandeses custam bem menos que 100 dólares australianos.

Jantar Aborígene

Ah, e para fechar este post, tem uma outra opção de tur que deve valer para quem gostar de aprender e vivenciar um pouco da cultura aborígene, o Tjapukai, é um centro cultural aborígene que durante a noite tem uma programação de shows e performances artísticas. O programa custa 100 doláres Australianos e inclui drink de boas vindas + shows + jantar + Serviço de leva e traz para seu hotel. Como achei o preço um pouco salgado, acabei deixando para a próxima.

Outras opções de passeio:

Fiz uma lista de alguns sites desses passeios, como não fiz todos eles, por favor me ajudem a completar a lista. Coloquei um * nos que eu fiz e recomendo ou que alguém me recomendou muito bem.

Outros sites que podem te ajudar a planejar sua viagem:

Site da Cidade de Cairns:

Passeios:

A) Ilhas ao redor de Cairns & Outros Bate-e-Voltas

Tjapukai (Jantar típico Aborígene): A programação da noite começa as 19:30 e termina as 21:30. É necessário reservar com antecedência

B) Mergulhos | Scuba Diving

C) Aluguel de bicicletas: Cairns é toda plana, assim, explorar a cidade de bici, é uma ótima ideia!

D) Aventuras

Bungee Jump: Vários companheiros de mergulho saltaram e amaram. Quem vai para a NZ pode deixar para saltar em um lugar muito mais bonito.

Pára-quedas

Bares e Baladas em Cairns:

Planeje sua viagem

Comentários (1)

[…] cairnsmuseum, tjapukai, australianbutterflies, pt.wikipedia, australia, guia.melhoresdestinos, ideiasnamala, […]

Deixe o seu comentário