Suíça: os castelos de Bellinzona

Bellinzona, a capital do Ticino (região Italiana da Suíça) não estava no meu roteiro. Era apenas um ponto de troca de trem sentido Lucerna. Mas assim que vi fotos da cidade e ouvi as descrições: centro histórico lindo e pequenino com 3 castelos medievais muito bem conservados, prontamente mudei de ideia. Daria uma passadinha lá nem que fosse para madrugar, e foi isso que eu fiz.

Meu trem panorâmico, o Wilhem Express (rumo Lucerna) sairia de Bellinzona às 11:06 da manhã, assim, saí de Lugano no trem das 8:11 da manhã (a viagem leva cerca de meia hora), e tive 2 horas para explorar a cidade. Foi pouco tempo, mas valeu a parada. Quer ver?

Cheguei em Bellinzona pouco antes das 9:00 da matina, guardei minha mochila no locker da estação (quase todas as estações Suíças tem lockers que funcionam com moedinhas, o grande custa 8 Francos Suíços), descolei um mapa da cidade no hotel em frente a estação (o ideal seria procurar um centro de informações, mas na falta de tempo, vesti minha cara de pau, entrei no hotel, abri um sorrisão e pedi um mapa. De quebra ganhei dicas do que ver e fazer na cidade ;)) e segui para o centro da cidade.

Castel Grande

O centro histórico de Bellinzona fica há cerca de 7-10 minutos da estação de trem, e é uma reta só. Chegando na Rua Vicolo Torre (de lá já dá para avistar a muralha do Castelo Grande) virei a direita e segui até a Piazzetta Della Valle, alí há um túnel que leva aos elevadores do castelo. Subi o elevador e cheguei até o alto do maior dos três castelos da cidade, o Castelo Grande.

Bellinzona - Suíça
Castelo grande visto do centro da cidade

O Castelo Grande é um antigo forte de defesa construído sobre formações rochosas naturais, ele fica BEM no centro da cidade e tem vistas muito lindas tanto do vale quanto dos dois outros castelos de Bellinzona. A construção original é de 1473, mas muitas partes são anteriores , e de lá para cá o castelo foi reformado muitas vezes.

Bellinzona - Suíça
Subida para o Castelo Grande

Museu do Castelo

O museu do castelo estava fechado (abre às 10:00 da matina, o que seria tarde de mais para mim), mas só a vista já valeu a visita. Pelo que lí, o museu vale mais a pena para visitar a parte de dentro do castelo, do que pelo acervo em sí. (Uma coleção de documentos sobre a história do castelo, mobília de uma antiga casa nobre de Bellinzona, e etc.)

Alguém aí já visitou e quer dividir a experiência com a gente?

Bellinzona - Suíça
Vista do Castelo Grande em Bellinzona, repare nos dois outros castelos!

Além do museu, o castelo conta com um restaurante bem bonito. Fiquei com vontade de provar.

Vista espetacular

Fiquei encantada com as muralhas, e com a vista do Castelo Montebello, estava bem mais perto do centro do que eu imaginava, e como eu ainda tinha mais 1:40 na cidade, resolvi atacá-lo.

Mas antes disso, que tal uma voltinha no centro?

O centro histórico de Bellinzona

O centrinho histórico de Bellinzona é bem compacto, porém bem bonito. Destaque para o edifício da prefeitura, uma torre imponente de pedra com um relógio no topo ( no tempo em que os relógios eram artigos de luxo, os relógios das torres marcavam a hora oficial das cidades).

Bellinzona - Suíça
Torre de pedra da prefeitura de Bellinzona

Vale a pena entrar no prédio, e visitar o pátio. Repare nos mosaicos das escadas, e se tiver curiosidade de ver  ais detalhes do prédio, suba até o último andar. Eu perdi uns 10 minutos explorando o prédio e achei que valeu a pena ;).

Ao lado da prefeitura há uma série de lojinhas e cafés bem fofos, e muitas das casas tem pintura com motivos históricos. Uma das casas mais interessantes tem pinturas com bustos dos filósofos mais importantes, não me lembro de todos, mas sei que Aristoteles e Petrarca estavam presentes.

Bellinzona - Suíça
Casa com busto dos fotógrafos

Essa casa fica exatamente ao lado da Igreja San Pietro e Stefano, que tem uma fachada bem bonita e que apesar da falta de iluminação interna ( ela é mega escura) também vale a visita interna.

Bellinzona - Suíça
Igreja San Pietro e Stefano em Bellinzona

Castello Montebello

A igreja marca o ponto de início das trilhas do Castelo Montebello (15-20 minutos morro acima) e do Castello di Sasso Corbato (35-40 minutos morro acima). Como eu ainda tinha uma hora pela frente, resolvi encarar a visita, e subir ao Montebello. E quer saber? Melhor escolha Ever. Achei o Castelo Montebello, mais bonito, exótico e conservado que o Castel Grande. Adorei subir na muralha, e ver o Castelo Grande, que diga-se de passagem, fica bem mais interessante visto do alto. O Castelo Montebello fica 90 metros mais alto que o Castelo Grande, o que fez uma mega diferença na vista, ainda mais num dia azul como esse!

Bellinzona - Suíça
Entrada do Castelo Montebello

A entrada no castelo custa $5,00, e vale pela chance de ver o castelo por dentro das muralhas e subir nas torres (repare na ponte levadiça perfeitinha, e na forma como a muralha medieval serpenteia a montanha, lindo d+. Cheguei ao castelo antes do horário de abertura, mas como os portões estavam abertos, entrei sem pensar duas vezes. Não encontrei nenhum caixa aberto para pagar a entrada, mas continuei a visita esperando ser interrompida a qualquer momento e pensando que aquelas vistas valiam BEM mais de 5 francos. Fiquei uns 20 minutos brincando de sobe e desce nas muralhas e desvendando a parte de fora do castelo. A visita foi muito, muito especial e recomendo muito.

Bellinzona - Suíça
Uma das vistas incríveis do Castelo Montebello
Bellinzona - Suíça
E olha só o Castelo Montebello que graça! (Apaixonei!)

Não tive tempo de subir no Castelo di Sasso Corbato e imagino que a vista lá do alto, seja algo realmente incrível, mas fiquei bem feliz com os dois castelos que visitei e acho que foram 2 horas MEGA produtivas.

Antes de voltar para a estação, passei no café do Manor (uma rede de lojas/ supermercados Suíça excelente) e comprei um copão de Iogurte com frutas para comer no trem. O Manor é uma dica bem boa para quem quer comer algo com bom custo benefício na Suíça, tem em todo canto e é ótimo.

De volta a estação, peguei minha mochila e segui viagem. Próxima parada, Lucerna, mas antes disso que tal uma viagem panorâmica de trem + barco? Contarei todos os detalhes no próximo post ;o)


 

E aí, se animou em visitar Bellinzona?

Alguém aí já esteve lá e quer dividir dicas/ opiniões com a gente?


 

Veja também:

 

 

 

 

Comments (15)

Oi Mari,

Estou pensando em incluir esse destino também. Mas estarei com malas. Na estação tem Lookers para malas grandes? Essa informação é decisiva para eu decidir se dará para parar em Bellinzona.
Obrigada

Oi Graziela,
A Suíça é moleza de viajar com malas! Você pode ou despachar sua mala na estacão de trem de manhã cedo – e pegar na estação de chegada, ou guardar nos Lockers. Todas as cidades que visitei tem lockers.
Beijos

Alessandra Mara Palma

Irei com meu tio que está de cadeira de rodas.
Tem acessibilidade?

Para o castelo mais próximo a cidade sim! Para os mais altos, infelizmente não.

Olá, Mari. Excelente seu blog, Parabéns! Você sabe informar se eles aceitam Euros e cartão de crédito nos pontos turísticos e lojas? ou é necessário levar francos? Obrigado.

Oi Vinicius,
Alguns lugares na Suíça aceitam Euros, mas a cotação não vai valer a pena para você. Troque uns francos!
BEijos

[…] Bellinzona: Com três castelos medievais hiper bem preservados e um centro histórico muito fofo, Bellinzona conquistou meu coração em pouquíssimo tempo. Com 2,3 horas dá para conhecer o essencial da cidade. […]

[…] entre as duas cidades é bem alta, e Bellinzona é uma cidade fofa, acordei cedinho e fui para Bellinzona […]

[…] Bellinzona é patrimônio mundial segundo a Unesco, tem três castelos hiper bem conservados e um centro histórico fofo. Tive uma hora e meia para visitar a cidade, e nesse tempo deu para conhecer dois dos castelos (por fora, nada de entrar nos museus) o Castelo Grande, que fica no centro da cidade e o Castelo Montebello (cerca de 20 minutos de caminhada morro acima). Amei o passeio e super recomendo! […]

Legal, bela cidade e castelo

Leave a comment