O que fazer em Genebra: 10 atrações imperdíveis

Genebra é uma cidade que fica no sul da Suíça quase na fronteira com a França, rodeada pelos Alpes e contornada pelo Lac Leman. Graças aos voos baratos oferecidos pelas companhias Low Cost, Genebra se tornou uma das principais porta de entrada da Suíça, e uma excelente alternativa de base para explorar cidades vizinhas charmosas como Montreux, Lausanne, Vevey e a região vinícola de Lavaux.

Com tantas opções lindas na região, a dúvida de muitos marinheiros de primeira viagem é quanto tempo dedicar a Genebra e o que fazer por lá. Neste post reuni as 10 principais atrações de Genebra– com dicas valiosas para você aproveitar cada uma delas –quanto ao tempo necessário na cidade; com um tarde já dá para curtir as principais atrações do centro histórico e um dia inteiro é sufiente para explorar o MELHOR de Genebra.

O que fazer em Genebra: 10 pontos turísticos que não podem faltar no seu roteiro

Genebra é compacta porém diversa e concentra seus principais pontos turísticos em duas regiões, o antigo centro histórico da cidade (que é uma graça e merece pelo menos um par de horas do seu roteiro), e a região internacional onde fica o Museu da Cruz Vermelha e a ONU.

Aí vão 10 pontos turísticos essenciais para seu roteiro em Genebra com direito a mapa dinâmico do Google para você levar durante a viagem.

  1. O Lago Leman e a Jet d’Eau
  2. Horloge Fleurie (o relógio de flores)
  3. O centro antigo de Genebra
  4. Catedral de Saint-Pierre
  5. O Museu da Reforma Protestante
  6. Promenade des Bastions e Muro dos Reformadores
  7. ONU (Palácio das Nações)
  8. Museu da Cruz Vermelha
  9. Compras em Genebra
  10. Jardim Botânico de Genebra

que fazer genebraPlaneje sua viagem para Genebra

E como não dá para falar de Genebra sem dicas essenciais para o seu planejamento, acrescentei uma sessão com dicas úteis para te ajudar do início ao fim da viagem:

Se preferir, clique nos itens acima para ir direto ao ponto.

Principais pontos turísticos de Genebra

1- O Lago Leman e a Jet d’Eau

O bonito lago que atravessa diversas cidades suíças é um dos cartões postais da cidade – ele tem a maior quantidade de água da Europa Central. De tempos em tempos, você verá um forte jato de água em seu centro, é a Jet de L’eau (Quai Gustave-Ador, 1207), que atinge até 140 metros de altura. À noite, a fonte recebe uma iluminação especial.

Genebra - Suíça
Lago Leman em Genebra

Passeio de barco pelo Lago Leman

Aproveite sua estadia para caminhar ao redor do lago ou para dar um passeio de barco (o passeio de cruzeiro turístico tem duração de uma hora e custa U$19 por pessoa comprando antecipadamente). Quem visitar as cidades de Montreux, Vevey ou Lausanne fará o percurso de tem – que é lindo por sinal – margeando as águas do lago.

Bains des Pâquis – A praia de Genebra

Aproveite sua visita pela região do Lago Leman para conhecer o “Bains des Pâquis”, uma praia lacustre bem disputada durante os dias quentes de verão. Acho muito legal a forma como os lagos suíços são limpos, bem cuidados e se transformam em praias deliciosas durante o verão.

2-Horloge Fleurie (o relógio de flores)

Na terra do relógio, há relógios de todas as cores, tipos e tamanhos. O mais charmoso deles se chama Horloge Fleurie e é todo feito de flores. Ele fica nas margens do lago Leman e muda de cor dependendo da estação do ano.

que fazer genebra

Horloge Fleurie
Endereço: Quai du Général-Guisan 28

3- O centro antigo de Genebra

Repleto de ruazinhas fofas, lojas de relógio suíço e bandeiras. O centro é bem bonito e vale a passada!

que fazer em Genebra

Alguns dos destaque do centro histórico são a Catedral de Genebra (já falaremos dela), a Place du Bourg-de-Four, uma autêntica praça européia com fonte no centro, casinhas fofas ocupadas por restaurantes e um detalhe que eu adoro: uma antiga passagem que conecta a praça à catedral, a Passage des Degrés-de-Poules.

Mais adiante você encontrará o Colégio Calvino (um edifício que abriga a primeira escola secundária da cidade) e a Promenade de l’Observatoire (uma praça que te dá uma perspectiva interessante entre Genebra moderna e Genebra antiga). Destaque para a fachada Musée d’art et d’histoire.

E, para fechar o passeio, não deixe de conhecer o Parque Bastion (Promenade des Bastions) que eu descreverei logo abaixo.

4- Catedral de Saint-Pierre

A antiga Catedral de Saint Pierre fica no alto da cidade. Para chegar lá é preciso percorrer uma série de pequenas vielas charmosas que por si só já valem o passeio. Como a catedral estava fechada, me contentei em dar uma volta em torno dela e seguir o passeio. A catedral fica bem bonita quando vista lá de baixo, desde o Quai do Mont Blanc.

que fazer em Genebra

Suba na torre para ter visas lindas de Genebra

Em seu interior, há 157 degraus que levam o visitante até o topo da Catedral – onde se tem vistas lindas de Genebra. Uma curiosidade é no subsolo da igreja há um sítio arqueológico repleto de histórias –  é a a maior coleção de capitéis romanescos e góticos da Suíça.

Catedral de São Pedro de Genebra
Endereço: Place du Bourg-de-Four 24, 1204 Genève, Suíça
Horário de funcionamento: aberta todos os dias das 10h às 19h30
Entrada: gratuita

5- O Museu da Reforma Protestante

Combine sua visita à Catedral de Genebra com uma visita ao Museu Internacional da Reforma Protestante de Genebra, que fica coladinho na catedral de Genebra e mostra como a reforma protestante mudou o curso e a história européia. Para quem curte aprender durante a viagem, é uma bela oportunidade. Ah, o museu tem legendas em francês, alemão e inglês.

O que fazer em Genebra
O Museu da Reforma Protestante | Foto: Divulgação

Endereço: Rue du Cloître 4, 1204 Geneva, Suíça
Horário de funcionamento: de terça a domingo das 10h às 17h
Entrada: 13 CHF (cerca de U$13)

6- Promenade des Bastions e Muro dos Reformadores

Um dos meus cantinhos preferidos de Genebras é a Promenade dês Bastions (Parque dos Bastiões | Prom. des Bastions 1), um parque agradável com tabuleiros gigantes de dama e xadrez, parquinho para as crianças e um dos mais importantes monumentos da cidade: o muro dos reformadores (Prom. des Bastions 1, 1204 Genève, Suíça), que conta um pouco da Reforma Protestante em Genebra.

que fazer em Genebra

Quando vi as fotos na internet não tinha ideia da dimensão do muro, que é enorme e um retrato da reforma protestante na Suíça. Recomendo a visita com calma para ler e aprender.

que fazer em Genebra
Muro dos Reformadores

7- ONU (Palácio das Nações)

Tive pouco tempo em Genebra e optei por focar minha visita na parte central da cidade (que é uma delícia), mas minha irmã fez o tour guiado na ONU e disse que é muito interessante para quem gosta de política internacional. Ela adorou e recomenda a visita.

Um destaque da praça que está o Palácio das Nações é o monumento “Broken Chair“, uma cadeira gigante com 3 pés inteiros e 1 quebrado. A obra é do artista suíco Daniel Besset e foi feita em 1997 como forma de protesto contra as minas terrestres usadas em algumas guerras. A princípio, a escultura ficaria por ali apenas por alguns meses, mas fez tanto sucesso que está lá até hoje.

o que fazer em genebra
Broken Chair | Foto: Divulgação

Palácio das Nações Unidas em Genebra
Endereço: Palais des Nations, 1211 Genève, Suíça
Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 10h às 12h e das 14h às 16h
Tour guiado: 15 CHF (cerca de U$15) | veja mais informações sobre o tour no site oficial

8-Museu da Cruz Vermelha

Outra parada bacana para aspirantes à diplomata. Este museu retrata de forma bem viva a história das guerras passadas.

o que fazer em genebra
Museu da Cruz Vermelha | Foto: Alain Germond

Museu Internacional da Cruz Vermelha
Endereço: Avenue de la Paix 17, 1202 Genève, Suíça
Horário de funcionamento: de terça a domingo das 10h às 18h
Entrada: 15 CHF (cerca de U$15)

9- Compras em Genebra

E, claro, Genebra tem todo o tipo de lojas que você imaginar, especialmente as lojas de marcas famosas. Amantes de relógios suíços vão delirar com a quantidade de opções disponíveis. Uma das lojas mais tradicionais, a Patek Philipe, tem até museu.

o que fazer em genebra
Patek Philippe Museum | Foto: Divulgação

10-Jardim Botânico de Genebra

Um passeio menos turístico em Genebra é o Jardim Botânico da cidade. Ele fica próximo ao Palácio das Nações e à beira do lado. Por lá, existem estufas que reproduzem diversos climas propícios à diferentes vegetações e um pequeno jardim japonês. O herbário do jardim, um dos maiores do mundo, tem seis milhões de exemplares. Vale estender o passeio até ele!

o que fazer em genebra
Jardim Botânico | Foto: Divulgação

Jardim botânico de Genebra
Endereço: Chemin de L’Imperatrice 1, 1292 Pregny-Chambésy
Horário de funcionamento: aberto todos os dias das 08h às 19h30
Entrada: gratuita

Atrações no mapa:

Aeroporto: como chegar ao centro de Genebra?

Você sabia que o transporte entre o aeroporto e o centro de Genebra é grátis? 

Antes de sair do saguão de desembarque, retire o bilhete de transporte que garante 80 minutos de viagens grátis por Genebra. É tempo de sobra para chegar até o seu hotel (e quem sabe até dar uma passeadinha pela cidade). O ticket te dá direito a uso ilimitado de trams (bonde elétrico), trens e barcos dentro da cidade de Genebra.

A viagem entre a cidade de Genebra e o aeroporto leva apenas 9 minutos, como esperei cerca de 30 minutos até o trem chegar, levei 40 minutos. Assumindo que você chegue com pique, teria 40 minutos de sobra para passear pela cidade na faixa! Uma belezura, não?

Onde ficar em Genebra?

Fui para Genebra duas vezes e fiquei em hotéis com fatias de preços bem diferentes. Aí vão minhas recomendações:

Hotel com bom custo x benefício em Genebra:

Genebra é uma cidade bem cara, então tive que pesquisar bastante para encontrar um hotel bem avaliado e com bom custo x benefício. Minha escolha foi o Hotel Edelweiss , um hotel gracinha, ultra bem localizado e com um preço bem razoável.

que fazer genebra

O café da manhã não está incluso no preço e custa mais 18 francos por pessoa, super recomendo porque é um café da manhã bem completo com tudo o que você tem direito e mais um pouco. Aliás, em geral os cafés da manhã na Suíça são excelentes!

O hotel fica pertinho da estação de trem e do lago Leman (um dos principais cartões postais de Genebra). Confira aqui ofertas o Hotel  Edelweiss.

Mais hotéis com bom custo x benefício em Genebra

Prefere algo com um custo benefício melhor? Invista no ibis budget Geneve Palexpo Aeroport, Hotel des Alpes ou NH Geneva Airport Hotel – esses possuem diárias entre R$500 e R$700.

Hotéis caprichados em Genebra

Na minha última visita a Genebra, eu fiquei no Mandarim Oriental de Genebra, um hotel excelente e com quarto super confortável (veja mais detalhes da minha hospedagem aqui) e vistas lindas de Genebra.

Mandarin Oriental Genebra
Quarto do Mandarin Oriental Genebra

A Mandarin Oriental é uma das minhas redes hoteleiras preferidas e é claro que o Mandarin de Genebra superou minhas expectativas com docinhos trazidos diariamente no quarto e um café da manhã (cobrado a parte) dos Deuses.

Mandarin Oriental Genebra
Vista do Mandarin Oriental Genebra

Outras hotéis caprichados em Genebra

Na categoria de hotéis caprichados (diárias que variam de R$900 a R$2000) também recomendamos o Hotel d’Allèves, Hôtel Longemalle e o Hôtel Métropole Genève.

Hospedagem econômica em Genebra

Alternativas mais econômicas são os hostels com quartos compartilhados. Nesse estilo, em Genebra você encontrará o Geneva Hostel e o City Hostel Geneva (ambos com diárias entre R$150 e R$200).

Transporte: como se locomover em Genebra?

O centro de Genebra é bem pequenino e por isso dá fácil para fazer tudo a pé. Caso você queira visitar a área internacional (ONU e Cruz Vermelha, por exemplo) aí sim precisará pegar um tram (bonde elétrico). No verão, uma alternativa agradável é fazer um passeio de barco pelo lago que é lindo e rende fotos especiais. O barco é um meio de transporte público hiper utilizado na Suíça, e eu, como AMO a vibe sempre encaixo um passeio nas minhas visitas pelas cidades.

Onde comer em Genebra?

Para comer um Fondue

O restaurante que fomos é bem lindinho e se chama Auberge de Savièse (Rue des Pâquis 20, 1201 aberto todos os dias das 12h às 23h)  Gostamos muito do lugar e também da comida. O fondue é bem melhor que os que estamos acostumados no Brasil e com direito a música ao vivo. É uma boa pedida para o fim da tarde!

Para comer carne deliciosa

Visitei o Café de Paris (Rue du Mont-Blanc 26)com um casal de amigos que mora em Genebra e adorei a pedida. O clima é mais arrumadinho, porém aconchegando e o entrecôte com batatas fritas é uma delícia. O restaurante não é barato, mas é uma boa pedida para quem curte carne.

Comida Italiana com bom custo x benefício

A rede Vapiano (Place de Saint-Gervais 3) serve comida Italiana gostosa e está presente em vários países da Europa e dos Estados Unidos e durante as viagens é sempre um bom curinga para comer algo rápido, gostoso e com um ótimo custo x benefício.

Vale a pena visitar Genebra?

Genebra não conquistou meu coração como outras cidades Suíças (sou apaixonada por Lucerna, acho Berna um encanto; e amo o jeito descoladão de Lugano.) Mas é um bom ponto de início para começar a viagem pelo país (A Easyjet tem vôos baratíssimos saindo de várias capitais européias) e uma base interessante para explorar a região do Lago Leman: Montreux, Vevey e  Laussane são cidades lindas!

Ou seja, faça de Genebra o ponto e início ou o ponto final da sua viagem pela Suiça, mas não desvie da sua rota por ela.

Seguro viagem

Além de obrigatório para quem viaja pela Europa, o seguro viagem, muito além do seguro saúde, garante a sua tranquilidade e o seu bem estar durante toda a sua estadia fora de casa. Isso porque você aproveita sem limitações, sabendo que se houver alguma intercorrência com seu voo, um extravio de bagagem ou mesmo uma emergência hospitalar você estará coberto.

Nós usamos a Seguros Promo para achar o seguro ideal para cada tipo de viagem. O site deles funciona como um comparador de apólices, apresentando uma listagem com o que há de melhor em termos de seguros no mercado. Clicando aqui e inserindo nosso cupom IDEIASNAMALA5 você ganha até 10% de desconto na compra do seu seguro viagem.

E aí curtiu nossas dicas do que fazer em Genebra?


Veja também:


Para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!

 

Planeje sua viagem

Comentários (31)

[…] Genebra: tudo o que eu queria saber antes de viajar […]

[…] Genebra: Tudo que eu queria saber antes de viajar […]

[…] Genebra: Tudo que eu queria saber antes de viajar […]

[…] Genebra. Em 2011, quando visitei a Suíça pela primeira vez, havia achado Genebra bem sem graça (relatei minhas opiniões nesse post) então acabei deixando menos tempo do que deveria para revisitá-la. Acabei fazendo exatamente a […]

[…] Genebra: tudo o que eu queria saber antes de viajar […]

Olá, tudo bem? Li a reportagem e achei muito produtiva, eu estava com planos de ir morar em genebra em função do meu trabalho, mas minha preocupação mesmo é o custo da comida e tal, supermercado, quanto mais ou menos eu deveria levar para uma semana? tenho lugar pra ficar, seria só a alimentação mesmo. Obrigado!

Oi Jossi,
Td bem?
Infelizmente essa pergunta é super difícil de responder. Tudo depende muito do quanto você vai gastar.
Abraços,

se possível me adicione no facebook Jossias Brauers, para podermos manter um contato, se não se importa. Um abraço

Pô cara, interessante como são as visões do mundo.

Eu fiquei absolutamente encantado com Genebra. É minha cidade preferida da Europa.
É elegante, cosmopolita, madura, histórica, uma cidade latina com uma veia forte de organização germânica.
A Rue du Rhone é, na minha opinião, uma das 3 mais belas da europa.

Sem contar que pros amantes de relógios é simplesmente um paraíso. Terra da Rolex, Patek Phillipe (o museu patek em Genève é imperdível pros amantes), Audemars Piguet, etc…

Eu acho que o que pesa de verdade é o fato de Genebra ser muito cara e uma cidade realmente pra milionários. Pra se divertir lá tem que enfiar a mão no bolso.
é um destino não recomendado pra mochileiros e “mãos-de-vaca”…

Genebra seria a única cidade da europa para a qual eu me mudaria definitivamente.

Oi Matheus, Tudo bem?
Obrigada pela perspectiva!
Gostei de Genebra, mas acho que como sou uma pessoa “mais natureza” definitivamente preferi outras cidades.
Alguma dica bacana para outros visitantes?
Abraços

Oi Mari.
Eu acho que Genebra merece uma caminhada descompromissada às margens do rio e, como disse, na Rue du Rhone.
O Parque dos Bastiões é lindo, na minha visão o mais belo da Europa.
Além do que ver um relógio Panerai de 25 mil euros na vitrine da boutique de madrugada no meio da rua é praticamente um choque cultural mesmo hehe…
Acho que o Palais des Nations é bem sem graça, vale uma ida só pra tirar umas fotos e conhecer, mas não vejo graça em ficar “deslumbrando” a Cruz Vermelha, a ONU, etc…

A ida a Lausanne também é obrigatória, muito perto de Genève e é uma cidade linda.

No fundo o que eu sinto em Genebra é o que muitos dizem sentir em Roma e Paris. Falam que nestas últimas você anda descompromissadamente e tem surpresas incríveis. Eu discordo, acho que as capitais italiana e francesa cresceram muito e com isso angariaram os problemas das metrópoles, definitivamente são belas, mas a cada dia que passa ficam mais decadentes…

Já Genebra eu vejo como uma “pequena” capital do mundo, uma cidade em que de fato você dobra a esquina e vê algo surpreendente, o próprio parque dos Bastiões, em frente à Praça Nova, eu descobri nessa andada descompromissada. E justamente pelo fato de não ser um grande ponto turístico, você sente o quanto deve ser gostoso morar numa cidade que oferece aos seus cidadãos um parque tão limpo, organizado e bonito.

Eu acho que Genebra é uma cidade pra ser degustada com espírito de morador, com um roteiro de pontos turísticos muito básico e o restante na base da aventura com o espírito aberto.

Obrigado pelas dicas Mari e Matheus. Irei visitar Genève em breve. Gostei muito da sua descrição da cidade, Matheus.

Olá, adorei suas sugestões, estou pretendendo ir para Genebra em maio deste ano, 2013. Há necessidade de algum tipo de vacinação, vistos e cartão de crédito internacional para entrar lá?? O que achou da alimentação? O custo é caro? Bom fim de semana… Abraços, SOL

Oi Sol,
Nada de vacina ou visto. O cartão de crédito precisa ser internacional.
Comi muito bem na Suiça, mas tudo é MUUUITO caro, inclusive o mcdonalds

Abraços

[…] Idéias na mala Viagem, cultura e arte Pular para o conteúdo InícioIdéias na mala ← Roma Genebra: tudo o que eu queria saber antes de viajar → […]

[…] na mala Viagem, cultura e arte Pular para o conteúdo InícioIdéias na mala ← Genebra: tudo o que eu queria saber antes de viajar Interlaken, muito além de um ponto de parada de trem […]

[…] Genebra: tudo o que eu queria saber antes de viajar – https://ideiasnamala.wordpress.com/2011/12/06/genebra-tudo-o-que-eu-queria-saber-antes-de-viajar/ […]

[…] tudo o que eu queria saber antes de viajar – https://ideiasnamala.wordpress.com/2011/12/06/genebra-tudo-o-que-eu-queria-saber-antes-de-viajar/ Share this:EmailPrintDiggGostar disso:GostoSeja o primeiro a gostar disso post. Esta entrada foi […]

[…] tudo o que eu queria saber antes de viajar – https://ideiasnamala.wordpress.com/2011/12/06/genebra-tudo-o-que-eu-queria-saber-antes-de-viajar/ Share this:EmailPrintDiggGostar disso:GostoSeja o primeiro a gostar disso post. Esta entrada foi […]

[…] Genebra: tudo o que eu queria saber antes de viajar – https://ideiasnamala.wordpress.com/2011/12/06/genebra-tudo-o-que-eu-queria-saber-antes-de-viajar/ […]

Adorei o site! Vou viajar ano que vem e tenho que escolher uma cidade suíça para conhecer. Alguma dica?!

Oi Paula,
Td bem?
Fiquei apaixonada por Lucerna, infelizmente perdi todas as minhas fotos e ainda por isso ainda não publiquei o post, mas se tivesse que escolher um lugar para voltar, seria para lá. Uma cidade linda com um lago no meio e montanhas em volta. Para quem gosta de natureza, tai uma boa sugestão!
Abraços,
Mari

Brigadão!! Acho que estou sabendo escolher então, porque Lucerna está no meu cronograma, adorei a confirmação! Sabe se vale a pena dar um pulo em Zurique por 1 dia pra conhecer?

Olha, eu não fui, mas um colega de trabalho do meu namorado passou o dia lá e gostou. Seu voo pousa lá? Se sim, deixe as malas em um locker e dê uma passeada.
Outro lugar que não conheci, mas que todo mundo diz que é maravilhoso é Montreaux – está do outro lado da Suíça, mas quem sabe não esta no seu caminho.

Vou sair de Lucerna em direção a Berlim, por isso pensei em passar o dia em Zurique e pegar o trem noturno. Sabe se tem locker nas estações de trem?

Na Suíça quase todas as estações tem Locker. Em Zurique tem com certeza porque uma amigo meu usou.
Berlim é um MÁXIMO, uma das minhas cidades preferidas!

Eba, que bom!! Vou começar a ler os posts aqui do site pra ter ideias de viagem!! Valeu Mari! Abraço

Montreaux é uma cidadezinha linda, vale a pena!

Deixe o seu comentário