Roma: Um passeio pelas principais ruas e fontes da cidade

25

Caminhar é uma das melhores formas de conhecer Roma e descobrir seus segredos. Nesse post, faremos um passeio super agradável pelas principais ruas e fontes do centro de Roma passando pela Fonte de Trevi, praça de Espanha, Pantão de Roma e muito mais. Vamos nessa?

Um passeio pelas ruas e fontes Romanas

Roteiro no mapa:

Este é um roteiro de um dia que começa na Estação Termine e acaba na ponte de São Angelo passando e parando em alguns dos meus cantinhos preferidos de Roma. O Roteiro foi planejado como passeio de um dia inteiro, mas quem quiser pode pular a Villa Medici e fazer as paradas rápidas para terminar em uma manhã. Outra alternativa, é começar a manhã com um passeio pelo Museu do Vaticano + Basilica de São Pedro e fazer o roteiro ao contrário terminando com um pôr do sol no alto da escadaria de Espanha. Espero que você curta bastante o passeio, e qualquer dúvida ou sugestão, é só deixar um comentário no post.

Roteiro Google Maps

 

Abrir Roteiro no Google Maps

Basilica Santa Maria Maggiore

Comece a caminhada pela estação central de Roma, a estação Termine em frente a Piazza del Cinquecento (olhando de frente para a estação) vire a esquerda na Via Cavour até chegar a primeira parada do dia, a bonita basilica Santa Maria Maggiore (Santa Maria Maior), uma das grandes igrejas de Roma e uma símbolo importante para os católicos. Pela própria fachada já da para ver como a igreja foi sendo reformada ao longo dos séculos. A parte de dentro também é bem bonita e merece uma visita.

Saindo de lá, contorne a igreja e siga reto pela via Agostino Depretis e dali continue caminhando sempre reto. A rua vai mudar de nome algumas vezes. Primeiro ela se transforma na Via delle Quattro Fontane, o porque dessa mudança fica bem claro quando você passar pelo cruzamento das quatro fontes, uma fonte em cada lado do cruzamento. Sensacional! Taí um gostinho do que Roma pode te oferecer, é só dobrar a esquina para encontrar quatro fontes mega interessantes. Fique atento, segredinho como este deixarão seu dia mais e especial e seu Instagram repleto de fotos (#MeuvicionoIstaFalandoAlto)

Quattro Fontane

Roma: Uma das Quattro Fontane

Uma das quatro fontes

Roma: Cruzamento das 4 fontes

Um pouco a diante a rua muda de nome uma terceira vez e passa a se chamar Via Sistina. Mas nesse meio tempo você passará por uma série de casarões com detalhes arquitetônicos bem interessantes.Portão em Roma

Detalhe em Roma

Igreja Trinità dei Monti

Só mais alguns quarteirões e você chegará na Igreja Trinità dei Monti, que tem uma vista panorâmica para toda a cidade de Roma e a famosa escadaria Espanhola, como é conhecida a Scalinata Trinità dei Monti.

Igreja Trinità dei Monti,

Igreja Trinità dei Monti,

 

Reflexo na porta da Igreja Trinità dei Monti

Roma vista do alto da Igreja Trinità dei Monti

Roma vista do alto da Igreja Trinità dei Monti

Visite a igreja por dentro e repare nos detalhes. Com um pouco de sorte, além de uma igreja super delicada, você presenciará uma missa lindamente cantada. (Vem comigo: independentemente da sua religião, ver trechos de música italiana cantada ao vivo por um coral incrível é SEMPRE uma boa pedida)

Na saída, se quiser, dê uma esticadinha e visite a Villa Medici (aberta de terça a domingo das 9:30 às 17:30 somente com visita guiada) um dos palácios mais lindos de Roma e que fica adjacente ao principal parque da cidade, os Jardins Borghese (uma parque MARAVILHOSO). Dependendo do seu pic, dá para visitar a Villa, or Jardins e ainda seguir este roteiro todinho com direito a almoço e jantar no capricho (não provar as delícias romanas é deixar de lado uma parte importante da cultural local #NemSeAtreva).

Piazza de Spagna (Praça de Espanha)

Em seguida, desça as escadas (Scalinata Trinità dei Monti) até chegar na Piazza de Spagna (Praça de Espanha) onde há uma pequenina fonte em forma de barco com um nome bem sugestivo: Fontana de La Barcaccia. Vale lembrar que é aqui nessa escadaria que os Romanos comemoram a chegada do ano novo, em meio a muito Champagne e um montão de barulho, e outras ocasiões festivas. Assim, ao descer os degraus e admirar os contornos da cidade, pense no montão de história que cada degrauzinho desses já viveu 🙂

Escadaria de Espanha - Roma

Escadaria de Espanha - Roma

Fonte da Barca - Roma

Escadaria de Espanha - Roma

Fontana de Trevi

Nossa próxima parada será a Fontana de Trevi (Fonte de Trevi), e para chegar lá você pode entrar em uma das ruas que saem da Piazza de Spagna, o Google Maps no topo desse post me ajudou a mapear o caminho mais curto, mas quem quiser brincar de se perder, essa região é super bacana e tem muita coisa legal.

Uma das coisas mais impressionantes da famosa Fontana de Trevi (que no momento está parcialmente coberta por uma restauração BRUTAL, mas que ainda assim vale a visita), é que ela surge quase que do nada. Diferente das outras fontes romanas, ela não está esta no centro de uma praça, mas apertada entre muitas construções. (Aposto que muito turista desavisado passa do lado sem se dar conta de onde está, e derrepente… UAU… cai de frente com a fonte mais linda e interessante de Roma.

Fontana de Trevi - Roma

Fontana de Trevi - Roma

Repare na beleza das esculturas, no som de água que contrasta com o barulho dos turistas. A Fontana de Trevi é um desses lugares que preciso visitar todas as vezes que vou a Roma e mais de uma vez. E chegando lá você entenderá o porque.

Fontana de Trevi - Roma

Fontana de Trevi - Roma

Via del Corso & Piazza de Collona

Nossa próxima parada oficial é Na Piazza de Colona, junto a belíssima coluna de Marco Aurélio. Mas antes de chegar lá você cruzará uma das ruas mais chiques da cidade, a Via del Corso. Nessa região estão as lojas mais chiques da cidade e um lugar ideal para quem gosta de ficar por dentro das últimas tendências do mundo da moda. As lojas são caras, mas as vitrines são tão lindas que vale dar aquela passadinha básica.

Terminada a sessão vitrine, dirija-se até a Piazza de Collona onde está a linda Coluna Antonina construída Marco Aurélio e posteriormente restaurada pelo Papa Sisto V que adicionou a estátua de São Paulo no topo.

 Templo Adriano

Dali, contorne o quarteirão até o Templo Adriano, um conjunto de colunas Romanas de encher os olhos (e as lente da câmera). O edificio que hoje abriga a Bolsa de Roma já passou por muitas idas e vindas desde que foi construído em 145 DC pelo imperador Antonino Pio.

 Templo Adriano - Roma

 Templo Adriano - Roma

O Panteão de Roma

Nossa próxima parada é uma das mais espetaculares do dia (e possivelmente da sua viagem). O Panteão de Roma, que a primeira vista parece uma igreja estranha meio arredondada é o único edifício em Roma da época Greco Romana que continua em pé. O plantão foi construído para homenagear os deuses do Panteão Romano e no século VII foi convertido em igreja católica e morada eterna de pelo menos uma dúzia de italianos Ilustres. Antes de entrar no Panteão, que tal olhar a sua volta e reparar no entorno? Comecemos pela pracinha onde esta o Pantheon, rodeada por casinhas antigas. No centro há um obelisco egípcio rodeado por uma fonte. Com sorte você encontrará algum artista de rua fazendo uma bela serenata em Italiano.

Praça do Panteão de Roma

Praça do Panteão de RomaOlhe agora para o prédio do Panteão, as paredes antigas, as colunas romanas, só que do lado de dentro o prédio é completamente diferente, a coloração marrom do lado externo dá espaço a uma estrutura de mármore, com muitos detalhes coloridos. Ornamentada com muitos anjos e alguns quadros. Antigamente esta fachada era adornada com santos pagãos, que por sorte foram a única coisa destruída no prédio. A conversão em igreja salvou o prédio da total destruição.

Panteão de Roma visto de fora

 

Depois de olhar bem o lado de fora, chegou a hora de entrar no Panteão. Reparem nos mármores coloridos e na infinidade de relevos e detalhes.

Panteão de Roma Mas sem duvida nenhuma, o detalhe mais especial do Panteão de Roma é o teto com o centro aberto. Reza a lenda que antigamente o calor das velas acendidas no interior do prédio era tão forte que as gotas de uma eventual chuva evaporavam no mesmo momento. Atualmente o calor das velas foi substituído por uma coleção de ralos potentes. 🙂

Panteão de Roma

Piazza Navonna

Saindo do Pantheon, caminhe até a  Piazza Navonna, uma das mais lindas e animadas praças de Roma. A praça Navonna vive cheia de barraquinhas, pintores & vendedores de quadros e durante as festividades, diversas atrações e barraquinha que vendem brinquedos para as crianças.

Piazza Navona - Roma

Piazza Navona - Roma

Piazza Navona - Roma

E para nós brasileiros, ainda há mais um detalhe, ali esta a embaixada Brasileira. (E com sorte, uma tiazinha que vende coxinha e guaraná brazuca de maneira “discreta” na porta do consulado.

Piazza Navona - RomaRepare na fonte central, acho ela tão linda quanto a Fontana de Trevi. Atrás da fonte há uma igreja muito bonita com o teto todo decorado com afrescos. Vale mega a pena entrar.

Praça Navona - Roma

Terminado o passeio aproveite para comer algo em um dos muitos restaurantes da região. Para comer bem e barato, minha sugestão é que você se afaste algumas ruas da Praça Navona e aí comece a procurar um lugar. Outra praça que também é turística mas tem muitas opções de Restaurantes é a Piazza Campo de Fiore, que fica algumas ruas para baixo da Piazza Navona, um quarteirão após cruzar a Corso Vittorio Emanuele.

Ponte de São Angelo

Ponte de São Angelo - Roma

Termine o dia caminhando até a ponte de São Angelo, uma das mais lindas da cidade, com uma vista incrível do Vaticano e do Castelo de São Angelo.

Ponte de São Angelo - Roma

E ai, curtiu o passeio? 🙂

Veja também:

 

Guarde este post no Pinterest!

roma+fontes

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

25 comments

  1. ISIS 7 maio, 2017 at 18:53 Responder

    Duas dúvidas:
    1 – O Museu do Coliseum nao abre aos domingos?
    2 – O único domingo que o Museu do Vaticano é pago é o ultimo do mês?

    • mari vidigal 11 maio, 2017 at 02:45 Responder

      Oi Isis, pelo que eu saiba o Museu do Vaticano é pago todos os dias. Confira no site deles!
      E sim, o Colisseu abre todos os dias!

    • Giovanni 6 julho, 2015 at 01:06 Responder

      Olá, Mari.
      Vou para Roma em breve.
      Sou marinheiro de primeiro viagem e seu site vai me ajudar muito.
      Que dias você daria com relação à ingressos para visitação?
      E com relação aos deslocamentos em Roma?
      Muito obrigado.
      Um abraço.

      • mari vidigal 6 julho, 2015 at 15:04 Responder

        Oi Giovani,
        Que delícia de viagem!
        Já viu minha sugestão de roteiro para 3 dias em Roma?
        Para os deslocamentos, se você gosta de caminhar, dá fácil para combinar caminhadas com metrô.
        Para os ingressos, caso sua visita seja em alta temporada, vale a pena comprar com antecedência.

        Qualquer coisa grita!
        Abraços

  2. Caiti Tainá 16 setembro, 2013 at 13:38 Responder

    Oi, Mari, parabéns pelo site! Muito legal, estou anotando tudo! Vou seguir o seu roteiro de três dias em Roma. Queria saber se você tem mais dicas de restaurantes e outros lugares bons para comer.
    bjos!

    • mari vidigal 17 setembro, 2013 at 01:47 Responder

      Tenho sim. Tô para publicar um post faz tempo, mas enquanto não sai do papel, segue alguns imperdíveis:

      Pietro
      Via dei Pianellare,19
      +39 06 6868565

      Não deixe de pedir de entrada flor de abóbora. Uma iguaria
      Para quem gosta se gnochi, tem com molho de gorgonzola que é ótimo

      Macheroni
      Piazza delle Copelle, 44
      Uma boa dica para a hora do almoço

      La Pollarola
      http://www.lapollarola.it
      (entre a Piazza Navona e a Piazza Campo del Fiori)
      Piazza Pollarola, 24-25
      + 39 06 68801654
      Experimente a alcachofra a romana de entrada e na sobremesa o creme de zambaione com amoras vermelhas (incrível!)

      Trattoria Alfredo e Ada
      Via dei Banchi Nuovi, 14
      + 39 06 5743816

      Checchino Dal 1887
      Via Monte Testacio, 30
      + 39 06 5743816

      Trattoria e Pizzeria Dal Pollarolo 1936
      (Pertinho da Piazza de Popolo)
      http://www.dalpollarolo1936.it
      Via di Ripetta 4-5
      +39 06 3610276
      Um bom Lugar para almoçar. Sugestão: peça uma bruscheta de entrada e uma lasanha de prato principal.
      Fecha as quinta feiras.

      Depois passe para contar o que achou.
      Abraços

  3. Márcia Machado 1 abril, 2013 at 01:36 Responder

    Parabéns pelo post, muito bom! Estarei em Roma semana que vem e gostaria de saber se vc tem alguma dica de comercio, lojas mais comuns onde os romanos compram, sem ser lojas de griffe e carérrimas. Desde já obrigada.

  4. Gibran Castro 12 fevereiro, 2013 at 17:10 Responder

    Oi Mari,

    adorei o roteiro. Ficarei por 3 dias em Roma com minha mãe em Junho. Praticamente seguiremos a risca seu roteiro. Adoramos todas as sugestões. Um único porém é que no terceiro dia pegaremos um vôo a noite. Então temos somente ate umas 16:30 pra visitar tudo. Você acha que dá pra fazer o terceiro dia completo, das ruas e fontes, terminando por volta desse horário? Se não, o que recomendaria tirar? Imagino que tudo vale a pena, mas se não der, vou ter que cortar alguma coisa.
    abraços

    Gibran

    • mari vidigal 14 fevereiro, 2013 at 07:12 Responder

      Oi Gibran,
      Td bem?
      Acho que dá fácil para encaixar o roteiro ao seu tempo sem grandes correrias!
      Na volta passe por aqui para contar como foi!
      Abraços e boa viagem!

  5. petter 5 março, 2012 at 09:47 Responder

    Oi Mari,
    Não sei se aqui é o lugar ideal para esse comentário… mas depois você reposiciona… Me diz uma coisa, qual é a área de Roma que você acha legal para se hospedar?

    • mari vidigal 5 março, 2012 at 22:04 Responder

      Para um marinheiro de primeira viagem a região do Coliseu é uma boa pedida. Pessoalmente gosto muito da área perto da Piazza del Popolo ou Piazza de Spagna (as duas ficam bem pertinho uma da outra), um pouco menos turistica e repleta de bons restaurantes e barzinhos.
      Vc vai ficar em Hostel? O Alessandro Palace (fica perto de Termine) é uma pedida BBB (bom, bonito e barato).
      Abraços,

      • petter 6 março, 2012 at 17:38 Responder

        Valeu Mari,
        Fiz a pergunta porque vi que há uma grande oferta de hospedagem nas proximidades da estação, mas também já li que esta é uma área meio “estranha”. Por isso estou procurando um lugar em área mais agradável, mas que me permita conhecer grande parte do centro histórico a pé. Ainda estou sem noção da grandez das distâncias…. Obrigado pelas dicas!

        • mari vidigal 7 março, 2012 at 11:34 Responder

          Petter, realmente a área perto de Termine não é a melhor de Roma, MAS É BEM CENTRAL. Dizem que é uma área perigosa, mas é tão perigosa quanto qualquer área de estação de trem do mundo – tem que ficar esperto. Já fiquei duas vezes hospedada por ali e tive boas experiencias.
          Agora as duas outras áreas que te indiquei… ou perto do Coliseu ou Piaza del Popolo são definitivamente melhores opções.

  6. petter 17 janeiro, 2012 at 14:54 Responder

    Oba!!! Acho que esse post foi feito para mim… euheuheuehuh… Tudo anotado! Mas me diz uma coisa… já li em algum lugar que o pessoal costuma beber a água das fontes e que nas que não pode tem uma plaquinha dizendo que a água não é potável. Você viu isso por lá? Abraço

    • mari vidigal 17 janeiro, 2012 at 20:34 Responder

      Oi Petter,
      Tudo bem?
      Que bom que você gostou do post. Você já tem o roteiro fechado? O que tá pensando em fazer?
      Em relação as fontes, vi essa plaquinha em alguns lugares, vi no Vaticano (água potável e água não Potável) e em Tivoli.
      Tem mais posts de Roma vindo por ai.
      Abraços,
      Mari

Post a new comment

Veja também