Roteiro de 1 dia em Bordeaux

Este é um roteiro para curtir os principais pontos turísticos de Bordeaux (Bordéus)  em um dia. Fizemos o passeio todo a pé, mas quem quiser pode alugar uma bicicleta ou recorrer ao bonde elétrico.

Transporte: Como se virar em Bordeaux

Bordeaux é uma cidade super fácil de andar e que conta com uma extensa linha de trans (bondinho) e de ônibus. Para quem curte um exercício, alugar uma bicicleta pode ser uma ótima escolha. Se o Budget tiver apertado, dá fácil para fazer – quase tudo a pé. O bilhete de 40 minutos de tram custa 1,80 euros.

Se você quer visitar as vinícolas da região – eu se fosse você iria – terá que alugar um carro (foi o que fizemos) ou recorrer a um tour. Escolha a vinícola que deseja visitar e faça a reserva com pelo menos um dia de antecedência para não dar de cara com a porta.

Como só tive um dia, só pude visitar a região de Saint Emilion, que é maravilhosa, mas há um montão de outras cidades como por exemplo Pomerol, que também valem a visita.

Quantos dias ficar em Bordeaux

Nós ficamos três noites em Bordeaux e acabou sendo pouco, basicamente tivemos um dia para passear pela cidade e dois pelos arredores, eu se fosse você tentaria ficar pelo menos mais uma ou duas noites.

Roteiro de 1 dia em Bordeaux: Paradas

  1. Pont de Pierre/li>
  2. Basílica de São Michel
  3. Grosse Cloche (grande relógio)
  4. Église de Saint Eloi
  5. Catedral de Saint Andrés>
  6. O teatro de Bordeaux
  7. Praça de Quinconces
  8. Praça da Bourse
  9. Jardin Public

Pont de Pierre

Começamos nosso passeio em Stalingrad onde fotografamos um simpático leão e cruzamos a bonita  Pont de Pierre (Ponte de Pedra).

Leão em Stalingrad - Bordeaux

A Pont de Pierre é uma ponte de pedra de quase 500m de comprimento que cruza o Rio  Garonne (Garona). Essa ponte foi construída a pedido de Napolão Bonaparte em 1822 e é considerada uma das mais lindas da Europa. Pena que esta reformando.

Pont de Pierre - Bordeaux

Essa foi nossa primeira boa impressão de Bordeaux, contemplar a ponta das igrejas e dos monumentos que veríamos durante o dia nos encheu de expectativas.

Pont de Pierre - Bordeaux

A basílica de São Michel

Chegamos então a Cours de Victor Hugo onde atravessamos a Porta de Borgonha e viramos a esquerda em direção ao Quartier São Michel. Chegamos a enorme basílica de São Michel construída no século XV. Achei curioso pois foi a primeira vez que vi uma igreja e sua torre construídos de forma separada. Mal sabía que veria outros exemplos dessa fantástica arquitetura gótica nesse mesmo dia.

A basílica de São Michel é um dos três monumentos de Bordeaux listados na parte francesa da peregrinação de Santiago de Compostela, ou seja, um local de grande importância para os católicos. Infelizmente era muito cedo, a igreja estava fechada e não conseguimos entrar.

A torre, a segunda mais alta da França tem 114 metros de altura e mal coube nas lentes da minha maquina fotográfica. Ela já foi duas vezes destruída por ventos e furacões, mas felizmente foi reconstruída. A torre atual data de 1865. Fiquei um pouco chateada porque a parte de baixo da torre estava com um cheiro fortíssimo de xixi e mal conseguimos chegar perto.

O grande relógio Bordeaux

O grande relógio 

De volta a Cours de Victor Hugo, nossa próxima parada foi o elegante Grosse Cloche (grande relógio) que nos lembrou ligeiramente o grande relógio de La Rochelle (https://ideiasnamala.wordpress.com/2011/07/02/la-rochelle/), uma enorme torre datada do século XV com 40 metros de altura. No topo telhados circulares de castelo de princesa e um enorme sino que antigamente o sino era usado para alertar os moradores em caso de incêndio.

Église de Saint Eloi

Ao lado do relógio há uma igreja pequenina – Église de Saint Eloi – que achamos bem delicada e especial. O relógio é tão grandalão perto dela, que dá fácil para passar desapercebido sem nem notar a igrejinha.

Catedral de Saint Andrés

Torre de Tour Pey Berland

Torre de Tour Pey Berland

Catedral de Saint Andrés

Saindo do relógio, andamos um pouco para lá e para cá pelas pequenas vielas apertadas descobrindo uma coisinha lá, outra aqui, até que fomos atraídos pela ponta Dourada da Torre de Tour Pey Berland da Catedral de Saint Andrés – outra parada de pelegrinos do caminho de Santiago de Compostela, a Catedral de Saint Andrés é a maior igreja da cidade, tão grande que nem coube na telinha da minha maquina e por tanto vocês terão que se contentar com o pedaço bem bonito que consegui fotografar.

Já o nome Pey Berland é dedicado ao bispo que ordenou a construção da igreja, da universidade de Bordeaux e posteriormente da torre.

Entramos na igreja e após uma voltinha, resolvemos subir a enorme torre na bonita torre ao lado. Este foi segundo exemplo do dia de torre e igreja separados e dessa vez pude descobrir o porque. A torre e igreja foram construídos separados para que as batidas do sino da torre não abalassem a estrutura da Igreja. Mas curiosamente a torre que teve sua construção iniciada em 1440 ficou sem sino até o ano 1853.

Para subir os degraus em forma de caracol tão velhos quanto o Brasil é preciso um belo preparo físico ou força de vontade. Mas vale a pena, a vista lá de cima é bem bonita, pena quepara evitar acidentes, a varanda foi coberta foi uma tela hiper feia que estraga fotos.  De qualquer forma de lá avistamos nossas próximas paradas: O teatro de Bordeaux e a praça de Quinconces.

O teatro de Bordeaux – que infelizmente não estava aberto nenhum dos dias de nossa visita – é uma construção impressionante adornado com 12 gigantescas colunas no estilko coríntio, acima das colunas há também 12 estatuas, 9 musas e os deuses Juno, Venus e Minerva. Dizem que a parte de dentro é ainda mais bonita, infelizmente não estava aberto nem para visitas e nem para espetáculos e tivemos que nos contentar com a fachada. Eu se fosse você programava sua viagem para tentar assistir uma Ópera ou concerto no teatro.

Bem pertinho do teatro tem alguns pontos bem importantes que você deve passar durante a sua viagem: 

A) Escritório de Turismo de Bordeaux

(Passe o teatro e siga reto, fica do mesmo lado da rua)

Passe lá para descolar mapas grátis, dicas de lugares ou vinícolas para visitar. Não deixe de pegar e ler a revista que dá dicas de Bordeaux, fiz isso só na volta e acabei descobrindo mil coisas que eu teria gostado de fazer na cidade. 

B) Bar à Vin

Este bar fica dentro do instituto de vinhos de Bordeaux e é parada essencial para quem quer sentar, relaxar e degustar bons vinhos da região.

 

C) L’Entrecot

Esta cadeia de restaurantes presente em várias cidades francesas é famosa pelo prato único, um filé de entrecot servido com um molho mostarda delicioso, fritas (finíssimas e crocantíssimas a vontade) e uma saladinha. Já tinha ouvido falar muito desse restaurante, fui conferir e realmente vale a pena. Só que o lugar lota, então chegue cedo ou prepare-se para esperar.

O menu custa 16 euros. Para acompanhar peça meia garrafa de vinho por 8 euros. 

Saindo dalí fomos até a praça de Quinconces, conhecida por ser uma das maiores da Europa. Ficamos encantados com a fonte dos Girondinos e o monumento em homenagem aos girondinos. Gostamos especialmente dos anjos e dos cavalos, meio peixe meio polvo.

Nossa próxima parada foi bem pertinho de onde começamos o passeio de hoje, a ponte de pedra, lembram?! Então já com as pernas um pouco cansadas, caminhamos até a praça da Bourse, originalmente conhecida como praça Royal foi construída em memória do rei Luis XV. Lá descansamos um pouco e tiramos algumas boas fotos dos prédios refletidos no espelho d’água. De tempos em tempos o espelho d’água se enche e esvazia, se transforma em nuvens de vapor d’água e vira um verdadeiro play ground para os pequenos.

 

Outro passeio legal para pessoas de perna cansada é o Jardin Public, um grande parque que fica bem pertinho de Qinconces, e é tudo de bom no verão. Flores lindas, canteiros floridos e um bonito laguinho, e foi lá que deitamos um pouco na grama e relaxamos até tomar coragem e voltar para o hotel.

 A noite saímos mais um vez para dar um passeio pela cidade, sentamos num barzinho mega fofo para tomar vinho e comer sobremesa, o lugar chama Le Petit Bois e fica aberto das 19:00 as 2:00 na rue du Chai des Farines, 18. As comidas tinham uma cara ótima, mas infelizmente não estavamos com fome.

Quando escureceu fomos dar uma volta pelo centro iluminado parando novamente pela bonita praça de Bourse que fica ainda mais linda a noite.

os vinhos da região de bordeaux

A região de Bordeaux é conhecida mundialmente por seus vinhos de alta qualidade e pelo blend delicioso das uvas Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Merlot. (Alguns blends incluem porções menores de Petit Verdot, Malbec e Carmenère; a região também é famosa pelos vinhos brancos do tipo Sauvignon Blanc e do vinho de sobremesa Sémillon. Aproveite sua viagem a Bordeaux para esticar para uma das regiões vinícolas (nós amamos St. Emilion) e degustar vinhos maravilhosos.

Não esqueça do seguro viagem

Além de obrigatório para quem viaja para a Europa, o seguro viagens é indispensável para que o você consiga aproveitar o melhor da sua viagem sem stress. Aliás, pra evitar cara feira na imigração, leve na mala de mão o comprovante de aquisição da apólice.

Não economize na hora da contratação, pois a economia maior quem faz é quem contrata um seguro com boa cobertura. Existem milhares de tipos de apólices no mercado, inclusive as oferecidas pela sua operadora de cartão de crédito, mas essas apólices na maioria das vezes não cobrem tudo no ato, ou seja, você precisa pagar para depois pedir o reembolso (maior furada, sério). Sugerimos que você contrate um seguro que cubra tudo no ato.

Um bom seguro vai muito além de coberturas hospitalares, cobrindo também determinado valor para você gastar em compras no caso de extravio temporário de bagagem, ou mesmo no caso de um cancelamento de voo. Nossa dica é o site da Seguros Promo, uma empresa brasileira que funciona como um comparador de apólices e traz para você as melhores opções disponíveis no mercado, mostrando os valores e tipos de cobertura, tudo “mastigadinho” pra você. Quer mais comodidade? Clique aqui e faça sua cotação inserindo o código IDEIASNAMALA5 para ganhar 5% de desconto na compra do seu seguro viagem.


Viaje sem stress:
Faça seu seguro de viagens


Guarde este post no Pinterest!

bordeaux

Planeje sua viagem

Comentários (10)

Olá Mari
Gostei muito do sei Blog, belas fotos e muitos detalhes, estarei indo para Bordeaux no próximo maio/2017 espero que 5 dias seja o suficiente!!! Muito obrigado bjs

Que delícia Jurandir! Em 5 dias vai dar tempo de tomar muito vinho bom!
Aproveite a viagem!
Beijos

Oi Mari, adorei seu blog. Fiquei super entusiasmada e já imprimi tudo.
Estou indo para Bordeaux em maio. Vou passar dois dias, mas vou tentar ver tudo e ainda ir a St. Emillion.
Obrigada. Beijos.

Que delicia de viagem Ana Lúcia! Aproveite bastante!
Se tiver um tempinho, passe aqui na volta para contar como foi e deixar novas dicas!
Beijos,
Mari Vidigal

Parabéns pelo blog!! excelentes dicas! muito preciosas! Acabei de chegar em Bordeaux para ficar 5 dias. Você sabe se as estradas que ligam aos vilarejos como Saint-émillion, Pomerol, etc, tem pedágios?

Abs!
Diego

Puxa Diego, não consigo me lembrar 🙁

Gostei imenso do seu blogue. Vou em breve a Bordeaux e por isso as suas dicas foram preciosas.

Que legal, espero que você aproveite a viagem!!! Na volta passe por aqui e conte como foi!!!!
Beijos

Olá

Meu nome é Marina Pernavia e faço assessoria de imprensa voltada pro turismo.
Gostaria do seu email para podermos trocar informações.
Obrigada!
Abraço

Oi Marina,

O contato do idéias é ideiasnamala@yahoo.com
Abraços,
Mari

Deixe o seu comentário