Compramos um trailer para viajar pelos Estados Unidos: Todos os detalhes da nossa saga

“Nosso trailer precisa de um nome” – disse o Gu empolgado – e eu concordei. Coisas legais realmente precisam de nome, se a bicicleta e o drone tem nome, como é que o trailer poderia ficar de fora?

Lembro que pensamos em dezenas de coisas nada a ver, também lembro que fui eu quem sugeri Rocky e todo mundo gostou – e quando digo todo mundo, o gostar do Tom e do Caio (na época com 3 e 1 anos) é bem relativo, eles gostam de tudo. Com o Rocky foi amor à primeira vista, como não amar casa-compacta onde as camas são beliches estreitas equipadas com cobertores do Buzz Light-Year (até então o personagem preferido dos pequenos) e que geralmente os leva para parques bacanas, praias e cachoeiras?

E foi assim que o trailer ganhou nome: Rocky, nosso terceiro filho e o mais espaçoso.

Antes de falar o Rocky, vale voltar um tiquinho no tempo e contar o por quê decidimos comprar um trailer.

Por que decidimos comprar um trailer?

Moramos na Califórnia há pouco mais de 8 anos e a ideia inicial era vir para cá, fazer nossos mestrados e retornar o Brasil. Só que nos encantamos tanto pela Bay Area (região da Baia de San Francisco) que três meses após nossa chegada decidimos tentar ficar (para quem ficou curioso, contei um pedacinho da minha história aqui).

E um dos principais motivos que nos fez querer trocar o Brasil pela Califórnia foi o contato intenso com a natureza.

Estamos em uma região linda – se você não conhece San Francisco, vale incluir na lista dos sonhos. Sério – e o mais legal é que estamos a 1 hora de praias incríveis, cerca de 3 horas do Yosemite (meu lugar preferido no mundo) e Lake Tahoe (um destino espetacular tanto no inverno quanto no verão) e na boca da estrada para a Highway 1 (somos apaixonados pela região de Carmel e Big Sur). Possibilidades praticamente ínfimas para quem nasceu, cresceu (e gosta muito por sinal) de uma selva de pedra chamado São Paulo. Ficamos apaixonados.

viagem de trailer pelos EUA
Mari e Gu no Yosemite, nosso destino preferido do mundo

E com tanta natureza tão pertinho, não demorou muito para começarmos a acampar (de barraca mesmo, esquema roots). Só que o setup do camping é super demorado (especialmente acampando com bebês) e o nível de conforto é bem limitado. Em parques nacionais, por exemplo, há uma estrutura legal com banheiros mas nem sempre tem chuveiros, e passar muitos dias dependendo de água geladíssima de rio para tomar banho não rola, pelo menos para nós que nascemos e crescemos em cidade grande e sem nenhuma prática de acampar.

Comparando acampamento com barraca e trailer
acampamento em Lake Tahoe: nessa época já tínhamos dois filhos

O trailer foi uma extensão natural dessa vontade de rodar a Califórnia e os estados vizinhos. Nossa segunda viagem com o Rocky, por exemplo, foi um combo delicioso de Sedona (uma cidade cheia de energia e com muita natureza), Phoenix (onde moram nossos primos queridos – adorei a cidade por sinal) e pedacinhos da Rota 66. Que viagem legal!

E sim, quem nos segue no Instagram acompanhou toda essa saga praticamente ao vivo. Você já nos segue lá?! Tem várias dicas legais nos stories e, claro, muitas viagens lindas!

Trailer ou motorhome?

Uma das perguntas que mais aparece por aqui é: por que vocês decidiram comprar um trailer e não um motorhome? E a primeira resposta é a mobilidade. Ao mesmo tempo que achamos legal o lance de carregar nossa casinha para todos os lados, adoramos ter o nosso 4×4 sem um caminhão nas costas para enfiar em qualquer buraco e conhecer os picos mais lindos.

Vários dos lugares que amamos (e outros que desejamos) tem restrição de tamanho de veículo e com o trailer temos a opção de desengatar o veículo, passar uns 2-3 dias acampando na barraca em algum lugar mais remoto e depois voltar ao mundo confortável no nosso Rocky.

Caio brincando no trailer
Caio brincando no trailer: ele ama nossa segunda casa

Mas aqui preciso contar que as vantagens de um trailer são também suas desvantagens. Um motorhome é mais fácil de dirigir, bem mais fácil de estacionar e te dá a grande vantagem de ter sua cozinha, chuveiro e banheiro sempre contigo. Com o trailer nós muitas vezes deixamos nossa casa estacionado no campground e saímos para explorar o parque, o que significa ter que voltar para almoçar ou carregar o piquenique.

Outro bom motivo para escolhermos o trailer foi o preço. Um motorhome novo custa por volta de $100.000 dólares, já um trailer pequeno custa entre $15.000-$80.000 dependendo do modelo que você escolher. Nós escolhemos algo intermediário, queríamos algo com uma boa durabilidade (está cheio de trailer vagabundo por aí) e ao mesmo tempo não tão caro (como não sabíamos se vamos realmente nos apaixonar pelo estilo de viagens, melhor começar de leve, não?).

Escolhendo o trailer ideal para a nossa família

Escolher que compraríamos um trailer foi fácil. Decidir o modelo exato levou pelo menos uns 6 meses e muitas e muitas horas de pesquisa – as quais dou 100% e crédito para o Gustavo – que assistiu zilhões de vídeos no Youtube e conversou com muita gente.

estacionado no Pinnacles National Park
Rocky estacionado no Campground do Pinnacles National Park

Nosso primeiro passo foi visitar um dealer de trailers (escolhemos um bem grandão) e entender mais ou menos as variedades disponíveis e que amenidades poderíamos optar. Também visitamos categorias diferentes para entender porque o preço varia tanto. O mais importante aqui é saber exatamente o que você gostaria de ter no seu trailer – para nós, por exemplo, o banheiro seco era essencial.

Nessa época não tínhamos o dinheiro para comprar, mas queríamos entender o tamanho da bucha + eventuais condições de financiamento. Saímos da loja empolgados e com um montão de panfletos de marcas diferentes de trailer.

Airstream, o mais lindo dos trailers

O trailer dos nossos sonhos era um Airstream. Achamos o design estiloso e adoramos os materiais usados no interior. Achamos a disposição das plantas do veículos menores bem meia boca e para ter o desejado banheiro seco teríamos que comprar algo bem maior do que eu gostaria de aprender a dirigir confortavelmente. E sim, tanto pelo design, como pelo acabamento, e principalmente pelo valor de revenda um Airstream é BEM mais caro do que outros trailers do mercado.

Outro problema – para nós – foi a largura do veículo. Para caber no vão lateral da nossa casa precisávamos de um trailer com no máximo 7 pés de largura, o Airstream tem 8 – isso significa que precisaríamos pagar um estacionamento mensal para guardar o trailer e perderíamos algo que considero essencial. A possibilidade de acordar espontaneamente em um final de semana e falar: vamos para a praia?

Depois de visitar um dealer (bem legal por sinal) da Airstream decidimos que não estávamos prontos para investir tanto dinheiro no nosso primeiro trailer – que na real seria um grande teste de estilo de vida/estilo de viagens. Iríamos gastar menos da metade (e sim, a diferença de preço é brutal) em um trailer bem menor e infinitamente menos estiloso.

Sim, achamos que um eventual upgrade do Rocky será para um Airstream. O estilo de vida está mais que aprovado, estamos amando, mas a questão do vão da casa realmente nos incomoda… Enfim, coisas para se pensar no futuro!

Um problema básico de espaço

Como já adiantei, nosso principal critério de escolha o trailer foi o tamanho. Queríamos o menor trailer que acomodasse confortavelmente 4 pessoas, tivesse um banheiro seco e no máximo 7 pés de largura.

Tínhamos um pouco de receio do slide out (compartimento lateral que faz o trailer crescer) – é mais um componente elétrico que pode falhar no meio da estrada e te deixar na mão – mas depois de pesquisar bastante vimos que seria uma opção incrível para nós.

Crianças curtindo nossa primeira viagem de trailer pela Califórnia
Crianças curtindo nossa primeira viagem de trailer pela Califórnia – Aqui dá para ver o slide out para fora

Feedback de amigos e conhecidos que tem trailer

Como viajar de motorhome é algo bem comum na Califórnia, temos vários amigos/conhecidos que tem um trailer o motorhome. Nosso vizinho da frente, que também tem dois filhos pequenos, nos mostrou seu motorhome com uma beliche nos fundos. Achamos uma ideia ótima e adicionamos na nossa lista de coisas legais.

Por inexperiência nossa, achamos o lance da cama que vira mesa trabalhoso demais para o dia a dia, então queríamos algo com cama fixa. Hoje percebemos que ter uma área de convivência versátil é mais valioso que uma cama fixa e acabamos convertendo nossa cama de casal em um sofá-cama. Detalhe: os modelos de trailer com sofá-cama de fábrica nos pareciam super desconfortáveis, todos tinham uma dobra incômoda no meio, nem consideramos. Nosso sofá-cama caseiro deu trabalho para montar, mas ficou sensacional. Já a beliche para as crianças é perfeita e otimiza muito o espaço.

E foi assim que começamos a mapear as marcas disponíveis no mercado, ver as plantas que atendiam todas as nossas vontades e decidir que o Micro Minnie da WinnieBago era a melhor opção para a nossa família. Há opções mais baratas? Muitas. Há opções mais premium? Algumas. Mas achamos o Micro Minnie um bom trailer para começar e tem potencial para durar mesmo com as crianças crescendo.

Fomos visitar o trailer por dentro em um dealer aqui perto de casa e comprovamos que era realmente o trailer que queríamos. Para negociar o melhor preço (os juros para a compra de trailer são bem altos e em um mundo ideal é melhor comprar à vista) deixamos o nosso contato com a vendedora e falamos: assim que esse modelo entrar em promoção, entre em contato. Dois meses depois recebemos um email e compramos o Rocky!

Como é o trailer por dentro

O modelo de trailer que escolhemos é o 21Bh e essa é a planta dele:Planta do Trailer Micro Minnie 21BH

Temos:

  • 1 cama tamanho queen na entrada (foi ela que convertemos em sofá-cama);
  • 1 mesinha que se converte em uma segunda cama tamanho queen: para ser exata ela tem dois dedos a menos de comprimento e dez de largura, ou seja, é bem mais estreita, mas cabe um casal adulto não muito grande. Já testamos, rs;
  • 2 beliches: o que eu mais gosto é o fato da beliche de baixo abrir e se transformar em um porta bicicletas na viagem;
  • Banheiro com chuveiro fechado. Essa planta não tem pia no banheiro, mas fizemos uma adaptação que ficou legal;
  • Cozinha completa com forno, fogão, micro-ondas, geladeira e pia dupla;

Ele comporta até 6 pessoas e na segunda viagem viajamos com meus pais (ou seja, 4 adultos e duas crianças) e fica um tiquinho apertado na hora de fazer as refeições. Para famílias com 2 adultos e até 3 crianças ele é ótimo.

Acampando com o trailer - refeição ao ar livre
Refeições ao ar livre, ma das delícias de acampar

Upgrades já feitos no Rocky

Assim que chegou a primavera e a quarentena (veja aqui como foi nossa quarenta na Califórnia) nos deu uma trégua, decidimos colocar o Rocky na estrada e fazer uma viagem de cerca de 10 dias pelo Zion National Park. Foi a terceira viagem com o Rocky e uma oportunidade bem legal de aprender mais sobre o trailer e pensar nos upgrades que gostaríamos.

Levar nossas bicicletas, uma das vantagens de ter uma trailer
Pedalando a Pa’rus Trail no Zion National Park. Levar nossas bicicletas, uma das vantagens viajar de trailer

Alguns dos upgrades que já fizemos:

A) Banheiro:

  • Substituir o chuveiro para ganhar uma torneira na parte de baixo;
  • Colocar um armário para guardar itens de banheiro;
  • Colocar um varal retrátil no chuveiro;
  • Adicionar ganchos atrás da porta;

B) Quarto/Sala

  • Converter a cama em sofá-cama e substituir nosso colchão por um bem melhor;
  • Colocar ganchos para pendurar casacos na “parede” do Rocky;
  • Adicionar uma antena para termos internet em qualquer lugar;

E agora falta decorar o bichinho. A decoração vem de fábrica e definitivamente não combina com nosso gosto. Queremos deixar o Rocky mais bonitão.

O que vem por aí: Próximos passos com o trailer

Vamos passar 10 dias na estrada com o Gu trabalho de forma remota e, se der certo, vamos continuar mais 3-4 semanas curtindo as delícias do verão na natureza – o mais longe de pessoas que conseguirmos (não estamos afim de arriscar nossa quarentena).

E aí, curtiu saber mais sobre o nosso processo de escolha?

Deixe aqui suas dúvidas e comentários!

Planeje sua viagem

Comentários (3)

Vania Soraia Duarte Soares

Assim que souber que vcs vão fazer uma viagem super bacana de trailer, vim corre do procurar aqui no blog sobre
Que legal que compraram um (um dos meus sonhos, parabéns!
Pode falar mais da parte chata? Da muito trabalho manter? Foi muito difícil pra dirigir?
Estava louca pra fazer uma viagem de trailer faz tempo e agora me pareceu uma ótima solução pra pandemia, mas fui comentar com amigos e meio que jogaram um balde água fría 🙁

Oi Vania,
O gu é super handy então tira a manutenção de letra, mas trailer quebra sim!
Dirigir foi mais fácil do que imaginei, e sou bem braço (não espalha!)
Beijos

Delícia Mari! Eu tive o privilégio de viajar com vcs ! Amei o Rocky. E olha que eu sou meia chatinha viu… é que ele é um charme!

Deixe o seu comentário