O que fazer em Florença: 15+ pontos turísticos essenciais

Conheça os principais pontos turísticos de Florença, na Itália. Vamos passar pelas igrejas mais bonitas, os melhores museus e todos os segredinhos que só quem mora na cidade conhece. Pronto para descobrir o que visitar em Florença? Uma cidade que vai bem além do Duomo e do David de Michelangelo!

O que fazer em Florença

Florença, na Itália, é uma cidade incrível e repleta de pontos turísticos para conhecer. Vamos falar dos principais pontos turísticos e, se quiser um roteiro, não deixe de conferir o que fazer em Florença em 2 dias. Nesse post, minha querida amiga Ju Simões conta para nós detalhes todos os passeios imperdíveis de Florença. Vou passar bola para ela, ok?

O melhor jeito de conhecer Florença é caminhando e com calma. Com um pouquinho de tempo você vai perceber que a cidade é quase toda plana e que dá pra ver muita coisa no mesmo dia, tudo depende do tempo que você pretende gastar em cada museu, mas vamos por partes, vamos primeiro as principais atrações de Firenze.

Texto e imagens: Ju Simões

O que fazer em Florença
Ponte Vecchio – Florença

Resumão: O que fazer em Florença

Conhecer as principais Igrejas de Florença, visitar alguns dos melhores museus da Itália, os museus de moda e, claro, as pontes, praças e mercados de Florença. Veja abaixo os detalhes das 17 atrações mais imperdíveis de Florença. Se preferir, é só clicar em cima de cada um dos itens para ir direto ao ponto.

No final deste post, você encontrará também um mapa com as atrações, dicas de onde se hospedar em Florença e como escolher o seguro viagem.

As Igrejas de Florença:

Um detalhe importante sobre as igrejas de Florença. Quando for visitá-las, repare que a fachada das Basílicas foram feitas muitos anos depois da construção das mesmas, por isso elas costumam ser parecidas por fora, mas por dentro cada uma tem sua particularidade e estilo, não pense que é tudo igual!

Visitar e subir no Domo da Catedral de Florença

A Catedral de Santa Maria Del Fiore, mais conhecida como Duomo de Florença é impressionante. A entrada na catedral é gratuita, mas recomendo que além de entrar na catedral você compre o ingresso de 18 Euros que vale para a Cripta (no subsolo, onde tem os restos da igreja sob a qual a catedral foi construída), Batistério de São João (é a construção que fica na frente da Duomo e é lindo por dentro com a cúpula de mosaicos, na parte de fora tem as famosas portas de bronze, inclusive a “Gates of Paradise” do Ghiberti), a subida no campanário do Giotto e a subida na Cúpula do Brunneleschi (duas das melhores vistas de Florença).

Eu acho que todas as visitas e vistas valem a pena e, como o ingresso vale por 24h, aconselho que você se organize para subir na Cúpula em um dia e no dia seguinte no campanário, acho muito puxado subir nos 2 no mesmo dia. Caso você tenha que escolher uma delas, a vista da Cúpula é mais alta, por isso você vê Firenze inteira e mais um pouco das montanhas da Toscana. A vista do campanário é linda também, não é tão alta, mas de lá você vê a Cúpula e as fotos ficam mais interessantes.

Florença
Vista do alto da Catedral de Florença

Catedral de Santa Maria Del Fiore
Detalhes da visita:

  • Horários de visita: de segunda à sexta das: 08:30 – 18:20 | Sábado: 08:30 – 17:00
  • Entrada Grátis | Subida à Cúpula + Cripta + Batistério: 18 Euros | Nos meses de junho e julho compre o ingresso com antecedência online para não amargar na fila

Piazalle Michelangelo

É uma praça que fica no alto de uma colina, do outro lado do Arno. É a praça do pôr do sol de Firenze. A vista é incrível, dá pra ver a cidade inteira: o palazzo vecchio, o Duomo e Santa Croce. Ela tem esse nome pois o projeto original incluía réplicas de muitas esculturas de Michelangelo e um pequeno museu dedicado ao artista.

Florença

A única escultura do local, é uma réplica do David de Michelangelo e o prédio que deveria ser dedicado ao museu virou um restaurante. A praça nada mais é do que uma escadaria cumprida com um grande estacionamento no topo, mas as vistas valem a subida e a experiência do piquenique é bem gostosa!

Florença

Dica: leve uma garrafa de vinho e um pedaço de queijo, assista o pôr do sol lá de cima e depois veja as luzes de Firenze acendendo… lindo!

Galleria degli Uffizi

A Galeria Uffizi é um dos melhores museus de Florença e uma parada imperdível para quem curte arte ou se interessa pela história da arte. A Uffizi tem coletânea espetacular de arte italiana que vai do inicio dos séculos e faz um apanhando sensacional até chegar ao Renascimento.

Florença

É lá que estão duas das pinturas mais famosas do Sandro Botticelli (‘Nascimento de Vênus’ e ‘Alegoria da Primavera’), além de obras dos grandes nomes da arte italiana desde o período do império Romano até o Renascimento. Para evitar filas, a dica é comprar o ingresso com hora marcada, ou seja, agendar a visita, assim você não perde tempo na fila, vale os 4 euros a mais.

Galeria Uffizi
Detalhes da visita:

  • Horários de visita: de terça a domingo das 8h15 às 18h50
  • Entrada: 16 Euros | Meia entrada:10 Euros | Menores de 18 anos Grátis (caso haja alguma exposição especial em andamento, o ingresso tem outro valor)
  • Para evitar filas quilométricas dica é comprar o ingresso antecipado (sim você terá que ficar de olho no horário e controlar bem). A reserva do ingresso custa 4 euros adicionais e que juro que vale muito a pena. Tenho vários amigos que deixaram de visitar a Uffizi ou a Galeria pelas filas enormes.

Galleria de la Academia

A grande jóia deste museu é o David de Michelangelo, que é lindo. A visita é rápida, dá para ver o museu inteiro em pouco mais de uma hora.

Galeria dell’a Academia
Detalhes da visita:

  • Horários de visita: de terça a sábado das 8h15 às 18h50
  • Entrada: 16 Euros (caso haja alguma exposição especial em andamento, o ingresso custará mais caro)
    Vale lembrar que essa é uma das atrações turísticas mais disputadas da cidade, e que na alta temporada vale comprar o ingresso antecipado

Ponte Vecchio

A ponte Vecchio é a mais antiga e também a mais fotogênica de Florença. Ela é diferente das outras pois não permite o tráfego de automóveis, além disso está repleta de joalherias. No centro da ponte há uma pequena pracinha com um busto do joalheiro Benvenuto Cellini e vãos abertos com vistas para o Rio Arno e para a cidade de Florença – é uma graça!

Florença -

Dica: o melhor lugar para fotografar a Ponte Vecchio é do centro da Ponte Santa Trinitá.

Piazza dela Repubblica

Uma bela pedida para visitar à noite tomando um sorvete e vendo o carrossel aceso. É uma das principais praças da cidade e que demarca o centro de Florença desde os tempos medievais. É nela que acontece a maioria dos shows de artistas de rua, além de ser rodeada pelos cafés mais famosos da cidade, com docinhos e aromas deliciosos!

Florença

A Praça da República é toda simétrica e decorada com arcos e colunas imponentes. Aqui está o Hard Rock Café de Florença (sei que muitos de vocês adoram), e a única Apple Store da Itália. Essa região concentra algumas docerias com vitrines caprichadas e muitas boutiques famosas.

Mercatto centrale

Sabe o Mercadão de São Paulo? Esse é o italiano. Na parte térrea acontece a grande feira com produtos frescos, mas na parte superior há um tipo de praça de alimentação 24h com vários restaurantes que usam os produtos do mercado para preparar os pratos.

Florença

A graça é percorrer com calma os pequenos stands de comida, ver o que está sendo preparado em cada um deles e confiar no seu nariz e no seu instinto para escolher algo gostoso.

Basílica di Santa Croce

A Basilica di Santa Croce é uma Igreja Franciscana, ou seja, uma construção com materiais mais simples. Nela está o túmulo de Michelangelo, Galileo Galilei, Machiavel, as capelas pintadas com afrescos de Giotto, Donatello e um dos famosos crucifixos de Cimabue.

Lembram que falei lá no início que as fachadas das igrejas de Florença são todas bem parecidas, mas que a parte de dentro é completamente diferente? Agora você poderá comparar a Catedral e a Santa Croce, uma igreja franciscana, e portanto construída com materiais mais simples. O destaque da Santa Croce são as capelas pintadas com afrescos lindos de Gioto, os vitrais coloridos no fundo do altar central e os túmulos hiper detalhados.

Basilica di Santa Croce
Detalhes da visita:

  • Horários de visita: de segunda a sábado das 09h30 às 17h | Domingo das 14h às 17h
  • Entrada: 8 Euros

Santa Maria Novella

Localizada na Piazza di Santa Maria Novella, pertinho da estação de trem. Uma das minhas favoritas, estilo gótico, com vitrais, um altar maravilhoso e um dos crucifixos do Giotto.

Florença

Detalhes da visita:

  • Horários de visita: de segunda a sábado das 10h30 às 17h30 (até as 17h no sábado) | Domingo das 14h às 17h30
  • Entrada: 5 Euros | Estudante jovens de até 17 anos pagam 3.50 Euros

San Lorenzo

A  única basílica de Florença sem fachada de mármore. Construída por Brunneleschi (o mesmo arquiteto da Cúpula da Duomo) no período do Renascimento, é completamente diferente das góticas, muito mais minimalista, espaços amplos e arcos redondos. A visita é dividida entre igreja (entrada grátis) ou o combo Igreja + Museu.

Florença

Detalhes da visita:

  • Horários de visita: de segunda a sábado das 10h às 17h | Domingo das 12h às 17h

Orsanmichelle

A Igreja de Orsanmichele possui entrada gratuita e a visita vale a pena. Na parte externa tem cópias da estátuas dos Santos feitas em mármore ou bronze por Michelangelo, Donatello, Ghiberti, entre outros artistas – cada santo é patrono de uma “profissão”. Por dentro, uma surpresa: o altar mais gótico de Firenze e o mais suntuoso.

Igreja Orsanmichele

Igreja de Orsanmichele
Detalhes da visita:

  • Horários de visita: de segunda a sábado das 10h às 17h
  • Entrada: Grátis

Museo Nazionalle del Bargello

É no Bargello que foram parar as obras que não cabiam mais no Ufizzi e nem no Palazzo Pitti. Você pode achar que é o que “sobrou”, mas lá tem os dois Davis do Donatello e o do Verrocchio, as peças de bronze feitas por Ghiberti e Brunelleschi na competição para decidir quem ganharia a competição para fazer as portas de bronze do batistério da cidade – o Ghiberti ganhou e o Brunelleschi revoltado largou a escultura e mudou para Roma, virou arquiteto, voltou pra Firenze e construíu a cúpula da Duomo, o interior da basílica de San Lorenzo e Santo Spirito três marcos da cidade que valem a visita.

Além disso no Bargello também têm uma seção com armas, utensílios domésticos e objetos da época medieval, tudo feito à mão (pré revolução Industrial) que é bem interessante, ajuda a entender um pouco mais como as coisas funcionavam.

Museo Nazionalle del Bargello
Detalhes da visita:

  • Horários de visita: de segunda a sábado das 8h15 às 13h50 (fechado no segundo e no quarto domingo de cada mês)
  • Entrada: 4 Euros (o ingresso pode ser reservado com antecedência por 4 Euros adicionais)

Palazzo Pitti e Jardins de Boboli

O Palazzo Pitti fica do outro lado do Rio Arno. Se você atravessar pela Ponte Vecchio cai na frente da enorme construção. Tem 2 tipos de ingresso, eu comprei o ingresso que dava direito a visitar os jardins Boboli (considerados uns dos mais lindos da Itália) e 3 museus: do Traje, Porcelana e o museu da Prata. Os jardins são realmente imensos e lindos! Vale a pena conhecer.

Palazzo Pitti
Detalhes da visita:

  • Horários de visita: todos os dias das 08h15 às 18h
  • Entrada: 18 Euros

Palazzo Vecchio

Palazzo Vecchio é a torre mais alta de Florença, sede da prefeitura da cidade e um museu excelente. Merece a visita!

Florença

Palazzo Vecchio
Detalhes da visita:

  • Horários de visita: Abril – Set: 9:00 -12 AM (Quinta feiras: 9:00 – 14:00) | Out-Dez (9:00 – 19:00) (Quintas feiras 9:00-14:00) – Horários mudam a cada 6 meses, cheque atualização aqui.
  • Entrada: 12,50 Euros| Museu + Torre: 17,50 Euros (para consultar preços: site dos museus de Firenze)

Museu da Gucci

Próximo do Ufizzi, está o Museu da Gucci (sim, a marca de roupas) que tem uma exibição sobre a trajetória da marca incluindo as bolsas mais famosas de todos os tempos e algumas exibições especiais.

Gucci Museo
Detalhes da visita:

  • Horários de visita: de segunda a sábado das 10h às 17h

Museu do traje (Galleria del Costume)

Indispensável pra quem gosta de moda, o museu reúne mais de 6 mil peças criadas entre os séculos 18 e 21 – todas dispostas em uma linha cronológica que contam a história da moda. Por lá, você verá peças da Versace, Armani, Saint Laurent e Valentino.

Galleria del Costume
Detalhes da visita:

  • Horários de visita: de segunda a domingo das 08h15 às 16h30

Museu Salvatore Ferragamo

Sim, ele mesmo. O Museu dos sapatos da grife Ferragamo. Ainda não conheço, mas pretendo incluir na minha próxima visita a Florença.

Museu Ferragamo

Detalhes da visita:
  • Horários de visita: aberto todos os dias das 10h às 19h30
  • Ingresso: 9 Euros

Mapa Dinâmico: o que fazer em Florença

Onde ficar em Florença?

Florença é uma cidade hiper charmosa e a graça é fazer tudo a pé. Assim, quanto mais perto do centro você hospedar, mais irá aproveitar sua estadia na cidade. Algumas boas opções em Florença são:

Hotéis caprichados:

Hotéis com bom custo benefício:

Veja outras ofertas de hotéis em Florença aqui.

Não esqueça do seguro viagem!

Está de malas prontas para ir à Florença? E o seguro viagem, já contratou? Não esqueça que ele é obrigatório para quem viaja para a Europa e, além disso, ele é seu melhor amigo no caso de algum imprevisto. Só com o seguro viagem você viaja tranquilo e tem a certeza de que será assistido caso haja alguma intercorrência.

Uma boa apólice de seguro cobre muito além de emergências hospitalares, mas também extravios de bagagem ou cancelamentos de voo e evita que você tenha que colocar a mão no bolso mais vezes do que o necessário. E, para encontrar a apólice ideal, nossa recomendação é que você entre no site da Seguros Promo e faça sua cotação por lá! A Seguros Promo é uma empresa brasileira que funciona como um comparador de seguros, apresentando as melhores apólices disponíveis no mercado.

Quer mais comodidade? Clique aqui e faça sua cotação inserindo o nosso código IDEIASNAMALA5 para ganhar 5% de desconto na compra do seu seguro viagem.

Sobre a Ju Simões

Designer formada pela Belas Artes, a Ju tem um gosto especial por fotografia, um portfólio lindo (quer ver?) e uma família gigante, são 6 irmãos! Veja também o post da Ju sobre a Pós Graduação dela em Florença


Viaje sem stress:

Faça seu seguro de viagens

Reserve seu hotel em Florença


Veja também

Florença & Toscana

Milão

Costa Amalfitana

Roma


Guarde este post no Pinterest!

Florença!

Planeje sua viagem

Matérias Relacionadas

Comentários (16)

[…] a fachada do Duomo de Siena não te impressionar tanto como a catedral de Florença, espere só até ver a parte interna.Os vitrais de 1288 são os mais antigos da Itália, e dão um […]

[…] O que fazer em Florença: Principais atrações turísticas da cidade […]

[…] O que fazer em Florença: Principais atrações turísticas da cidade […]

[…] O que fazer em Florença: Principais atrações turísticas da cidade […]

Olha, estou encantada com os roteiros e detalhes da viagem, estou curtindo cada comentario para ao final fazer meu roteiro de 15 dias na Italia.
Muito bom.

Que delícia de viagem Maritana!
Aproveite e qq dúvida é só gritar!
Beijos

[…] nossa estadia por Roma, para pegar um trem e passar o dia em Firenze (Florença), apesar de estar muito quente, adoramos visitar uma cidade tão charmosa e romântica. Neste dia […]

Caríssima Ju, muito obrigada pelo teu site tao gentil. Iremos estar em Florença no dia 12 de fevereiro, obrigada pelas dicas 🙂
Rosane

Obrigada pela visita e pelos elogios!
Abraços,
Mari Vidigal

Deixe o seu comentário